09 novembro 2018

Todas as bloggers felizes se parecem, as bloggers infelizes são infelizes à sua maneira

(era só, concebi este pensamento profundo, vagamente influenciado por um livro, digamos, bastante razoável, depois de fazer o exercício, que não fazia há um par de semestres, e que foi aproveitar o atraso do voo de Orly, lamentamos informar os senhores passageiros que por motivos de chegada tardia da aeronave, para me inteirar das palavras que uma trintena de bloggers escreveram nas últimas semanas, incluindo as que vestem as crianças com roupas que ninguém deseja para os seus, as dos conselhos para uma vida mais feliz, as que nos dizem que regressaram e nós nem tínhamos notado que se tinham ido, as das letras escorreitas e bem alinhadas, as eternas insatisfeitas, as que não se percebe nada daquilo que nos querem dizer)

3 comentários:

  1. Pode dar exemplos? Para peecebermos do que fala... e, ter aqui assunto até à Popota aparecer a abanar as ancas, por favor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ladykina9.11.18

      ...ou então o Pipoco inclui-se no subconjunto de bloggers infelizes que não se percebe nada daquilo que nos quer dizer...

      Eliminar
    2. ladykina10.11.18

      (*querem)

      Eliminar