20 Abril 2014

O problema nem é o Benfica ter ganho a coisa...

...o problema é que de cada vez que o Benfica é campeão o vocalista dos UHF volta a cantar músicas, ou lá o que é aquilo que ele faz.

Pipoco informa

O Porto Canal não está a dar nada daquilo do Benfica.


Estou aqui a tentar ver as notícias e todos os canais, mesmo o Canal Panda, estão a dar aquilo do Benfica

Introduzindo um ponto de vista alternativo, aquela rapariga que está a tomar conta da taça, a de preto, a do decote, é bastante apresentável, ou é dos meus olhos?

Será o Olhanense...

...o novo Estoril?...

Adenda: Não foi...

(parabéns aos meus amigos benfiquistas, foram de facto os melhores e mereceram ganhar)

16 Abril 2014

Poupa-me a piada fácil, Ruben Patrick

No dia em que almocei no "Tibetanos" serviram-me gelado de pétalas de rosa. Soube-me a pétalas de rosa, sem qualquer equívoco.

Só depois me dei conta de que nunca poderia saber a que sabem pétalas de rosa, afinal nunca comi uma rosa.

Lamborghinis roxos

Fosse eu autor de séries de televisão, que não sou, e havia de inventar um tipo com apelido italiano que, a partir de um sofá de psiquiatra, havia de patrulhar a Muralha, aliás, toda a Patrulha da Noite se reuniria num bar e a Mão do Rei havia de contar aos filhos como conheceu a mãe deles, só se havia de saber no último capítulo, depois metia-se todos num avião, a famiglia Soprano e os da casa Stark e o avião perdia-se numa ilha lá muito longe e quem os havia de salvar havia de ser o gerente da Dunder Mifflin Paper Company, um tipo de quem todos os funcionários gostavam muito.

15 Abril 2014

E assim, com uma linda mensagem subliminar, se encerra o tempo dos retratos neste magnífico e interessante blog

Em verdade te digo, Ruben Patrick

Preocupam-se demasiado com as nossas necessidades, as mulheres, quando tudo o que faz falta a um homem é uma boa cama e uns sapatos confortáveis.

Elas não sabem, mas um homem encontra-se quase sempre numa cama ou dentro dos seus sapatos.

13 Abril 2014

E em tudo isto Pipoco reflectiu

É nestas alturas em que o tempo corre mais devagar que me permito reflectir sobre as temáticas que realmente importam, aquelas que os dias apressados relegam para quinto plano, é nestes dias mais dados à beleza da meditação que tenho oportunidade para, sem pressão, decidir qual é a melhor música dos U2.

Se "Sunday, bloody Sunday" me levou a querer descobrir todo o anterior álbum ("Boy"), incluindo a maravilha que era "I will follow", já "Pride (in the name of love)" era a música que resultava sempre que me apetecia mandar toda a gente para a pista de dança nas festas da Afonso Domingues, se a versão de "Bad" no Live Aid me fez ver que os U2 eram a próxima grande banda da minha vida, já "Stuck in a moment..." quase destronava "Emmenez-moi" de Aznavour como a canção perfeita, se um problema técnico no meu i-Pod fez de "Moment of surrender" a música de um certo ano a descer pistas com a melhor neve de sempre, já "Gloria" foi a música de um certo verão com a mulher (quase) perfeita.

Que vês da tua janela, Pipoco? (edição "uma semana a dormir onde me derem abrigo")

11 Abril 2014

Talvez aquela situação de Paris, à chuva

Miguel Guilherme, ainda que faça o Rei Lear, estará sempre prestes a fazer a demonstração dos pequenos domésticos da Moulinex, Michael Jackson, ainda que na parte podre de Neverland, estará sempre a marcar o compasso de "We are the world", luva branca na calça preta, António Feio, ainda que eu o prefira como Mr. Deluxe, terá sempre vestido um colete de pele de vaca, Bono Vox, mesmo quando se abraça a Mandela, estará sempre a ponto de dizer "We're an Irish band. We come from Dublin City, Ireland. Like all cities, it has its good, it has its bad. This is a song called Bad." e eu, que tenho eu?

Passadas muitas horas desde a última vez, volto a abrir um jornal desses de Economia

E percebo que afinal as agências de notação financeira são nossas amigas e que só cá estão para ajudar e que o que dizem é muito válido e sábio.

09 Abril 2014

Que vês da tua janela, Pipoco? (edição "uma semana a dormir onde me derem abrigo")

(este é capaz de ser melhor não, não há necessidade de aborrecer as pessoas...)

(para equilibrar, e como o caminho era curto, fui ver "Benilde", de Manuel de Oliveira, à Cinemateca. Vou ficar bem, a sério que sim...)

07 Abril 2014

E agora coisas verdadeiramente importantes

Há poucas coisas tão mágicas quanto poder dispor de uma semana inteira para andar sem rumo por estradas nacionais.

06 Abril 2014

Recordatório

Nunca, mas nunca mais, achar que um fim de semana num retiro de meditação é uma boa ideia para acabar a mais tensa semana de trabalho de que me lembro.