28 março 2020

Um post por dia até ao fim do Corona - Dia 13

Tivesse eu uma varanda, que não tenho, e seria um aborrecimento para todos, havia de criar o movimento #vaicorrertudobemmaséocaralho e em vez de aulas de ioga comunitárias ou cantar a minha versão do Sole Mio, havia de encomendar um megafone dos grandes pela Amazon, e, aproveitando o facto de acordar cedo, havia de explicar às pessoas que vai não mesmo correr bem, que não viajaremos como viajávamos, que não teremos as liberdades que tínhamos e que as esplanadas demorarão a servir o nosso gin favorito, enfim, havia de ser o vizinho menos popular da praceta mas sempre seria melhor que a minha versão do Sole Mio.

9 comentários:

  1. Feliz de quem tem varandas ou quintal! Lol

    Beijo. Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Cláudia Filipa28.3.20

    (e então uma pessoa enquanto ri pensa: Ai senhores! Lá se foi aquela paz do post tão lindo...)

    Boa noite, Pipoco!

    ResponderEliminar
  3. Ah, caro Pipoco, lembre-se do aviso do eremita a Zaratustra quando este descia a montanha. As pessoas preferem o conformismo à rude realidade. Factos em demasia queimam o cérebro. É mais fácil encontrar conforto no optimismo das "opiniões".

    ResponderEliminar
  4. 🤣 tenho a dizer que os seus textos são os melhores do isolamento social. Continue por favor. Aquele abraço

    ResponderEliminar

  5. Bem que o avisei no post anterior.
    Agora aguenta, coração.

    Ainda não tinha percebido porque razão me recusei a entrar neste movimento?
    Santa ingenuidade...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo29.3.20

    à conta do Covid e da varanda, já vi as mamas da vizinha do 3º andar pelo menos duas vezes. é só esperar pelos dias de sol, aí pelas 11h00, monta ela o espetáculo. tristes dias...

    ResponderEliminar
  7. https://vaificartudobemmaseocrl.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, a ideia era um blog realmente comunitário,
      Onde todo e qualquer um pudesse editar o que
      Entendesse, com acesso irrestrito à conta associada, até vir alguém açambarcar para si aquilo que houvera sido criado para todos. Mas
      Não dá, pois fica indelével a marca do criador, e não era suposto. Desisto, frustrada, nem a blusa ga está feita para a democracia.

      Eliminar
    2. A bloga e não a blusa, dass

      Eliminar