31 outubro 2013

Eu, que vai para dezanove anos que escrevo em blogs...

...sei que era capaz de ser incendiário deixar uma palavrinha sobre Carrilho que não fosse para o insultar. (porém, seria um record de visitas...)

13 comentários:

  1. A situação tornou-se um comercial a um produto para máquinas de lavar roupa, mas daqueles mauzinhos, que precisam de caras conhecidas e muita publicidade. Depois é o he said-she said-they said do costume...

    ResponderEliminar
  2. Deixa lá isso. Continua com os Lamborghinis roxos.

    ResponderEliminar
  3. Está mortinho para dizer que ele tem muito bom cabelo para a idade, é isso não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. zorro, o preocupado31.10.13

      Olhem que sorte a dele? Homem feliz! Tanto e tão abundante que lá vai camuflando as protuberâncias adornadoras.
      Menos sorte teve o Seabra, coitado. O quem vem desmentir claramente o facínora que andou a trapacear o mundo, vá-se lá saber porquê, com; é dos carecas que elas gostam mais

      Eliminar
  4. OCorvo31.10.13

    Hummm! Assim numa primeira análise, é capaz de não ser muito boa ideia, não!
    Numa análise mais ponderada, é melhor voltar às velhinhas desamparadas e às netinhas necessitadas de amparo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo31.10.13

      Caro oCorvo, tanto as vida amorosa da Bárbara Guimarães e do outro é lá com eles e com o tribunal. Que eu saiba só passa a crime público se alguém "testemunhar" de alguma forma também a falta de amparo das velhinhas e netinhas é lá com elas. Assim como assim acho que esse é mesmo o problema dos portugueses: preocupam-se sempre com o que realmente não importa. Só falta a novela Ronaldo. Nem existe um país à deriva. ARD

      Eliminar
    2. Deixa de ser "lá com eles e com o tribunal" quando passamos a ver escarrapachado em tudo quanto é lado declarações públicas de uma pessoa que foi Ministro da Cultura e que é filósofo, logo pensa, que arrastam o nome de uma família pela lama... ao mais baixo nível. Isto dá que pensar! (Digo eu, claro, que sou uma insensível.)

      Eliminar
    3. OCorvo1.11.13

      Não é bem assim, caro anónimo. Velhinhas desamparadas e as netinhas a necessitar de amparo, não é só problema delas. Pelo menos para quem é desprendido de egoísmo puro e está sempre disponível para ajudar.
      Sim sim! Eu sei que as pessoas só olham para o próprio umbigo, mas também sei que ainda há gente generosa que se sacrifica pela felicidade de outrem.

      Eliminar
    4. Anónimo1.11.13

      Se eu fosse uma menina e neta sempre sensata não respondia.Continuando no comentário do comentário. O importante das meninas que chamam a tenção é perceber o porquê. Eu estou simplesmente a responder às suas provocações, não a chamar a sua atenção.
      Mudando de tema e pessoa. Voltando à história dos famosos continuo a achar que nós não temos nada a ver com o assunto. O facto do sr.ilustre ser filósofo é de outro domínio. Aconselho um simples curso de verão de Filosofia. Existe uma diferença entre compreender um pouco do mundo, saber pensar e saber argumentar. Um verdadeiro filósofo domina esses saberes. Se a cultura é a "estética da inteligência". Parece-me que o saber pensar verdadeiramente está próximo da ética/moralidade.
      O facto do sr. ter sido ministro só o faz réu em praça pública das artes que defendeu, dos apoios que deu, do programa cultural que apresentou do que cumpriu e o que não cumpriu. Parecendo que não pode ser muito mais estimulante ser próximo da cultura do que de uma mulher bonita. Continuo a pensar que estamos desconcentrados do que realmente interessa ou fazemos parecer que o estamos. Desculpem estar a maçar-los numa sexta à noite. No fundo sou só eu com saudades de...
      ARD

      Eliminar
  5. Mais vale falar de outras coisas que é bem mais produtivo acho!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo31.10.13

    O espaço do MMCarrilho não é mesmo aqui.Acho que os comentários dos seus comentadores mostram muita classe. Estou como a outra...Continue com os Lamborghinis ....

    ResponderEliminar
  7. Anónimo1.11.13

    Deixe-se disso... o país é pequenino e mesquinho.
    Venham lá os posts dos Lamborghinis.

    ResponderEliminar
  8. Uma pessoa pode considerar-se verdadeiramente independente quando se dá ao luxo de não querer saber nem ler o que está escarrapachado por todo o lado.

    Como "vê " acabadinha de chegar e vim logo aqui direito... não me desiluda.

    ResponderEliminar