10 agosto 2010

À atenção dela

Sorri-lhe, não ponhas os cotovelos em cima da mesa, deixa-o escolher o vinho, não te queixes de dores de cabeça, não uses lingerie que não seja preta ou branca, deixa-o conduzir-te no carro e na dança, interessa-te por diferenciar o defesa-central do avançado-centro, prefere Saramago a Paulo Coelho e Tchaikovsy a Bublé, não escrevas "lol", não tenhas uma voz demasiado estridente, não uses ambientador no carro, não sejas histriónica quando os amigos dele estiverem presentes, escreve sem erros, aprende a jogar xadrez.

(a seguir, e com eventual contributo de última hora da caixa de comentários deste post, será emitido o post "À atenção dele".)

Adenda: Ou a minha velha sensibilidade para estas coisas me está a atraiçoar ou ficará lendária a caixa de comentários deste post, tal a qualidade de contributos.

39 comentários:

  1. Anónimo10.8.10

    havia outro senhor, não havia?
    foi de férias, o outro senhor?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo10.8.10

    Vai buscá-la a casa, diz que ela está bonita, não escolhas um restaurante em que a faças andar de saltos altos por ruas com buracos, a senhora fica sempre sentada de frente para a sala, pergunta-lhe se quer vinho e se o quer escolher (ela declinará, com um sorriso), paga a conta e não a tentes meter logo na cama.

    Lady H

    ResponderEliminar
  3. Sorri-lhe, não ponhas os cotovelos em cima da mesa, escolhe o vinho, paga a conta e abre-lhe a porta do carro, admira-lhe a lingirie dicreta mas veemente, ela tem que perceber que a achas sexy, mas não tens necessariamente que o dizer, embora possas, conduz tu e conduz bem e conduz na dança também até ela se deixar levar sem medos, interessa-te por lhe explicar a diferença entre o defesa-central do avançado-centro se e só se ela perguntar e sem revirar os olhos, prefere Saramago à Bola e Tchaikovsy a Bublé, não escrevas "lol", fala baixo que o teu tom grave sobressairá e não há nada mais sexy do que um homem com voz grave e nada melhor do que prenderem-nos a atenção com a voz, o esforço fácil para não ouvir mais nada, não uses ambientador no carro, não sejas antipático quando as amigas dela estiverem presentes, escreve sem erros, aprende a jogar xadrez.

    ResponderEliminar
  4. Sorri-lhe... fá-la sorrir! Como? Descobre porque não pode haver borlas em tudo!
    Não uses cuecas. Não uses boxers verdes. Sê do Sporting (pelo menos um dia). Fala de Biologia. Conhece Carl Sagan. Conhece as noções básicas de Química. As que não conheces deixa que ela te ensine. Não tentes mostrar demasiada inteligencia nem demasiadas virtudes. Sê flexível no que toca a música. Não olhes as amigas dela com desdém nem as vejas como futeis. Não olhes para as amigas dela com desejo. Elogia-lhe a roupa. Fala-lhe nos livros de Saramago que leste, deixa que te fale dos que ela leu.
    Deixa-a escolher o restaurante, não te encostes para trás na cadeira, põe os cotovelos em cima da mesa (para te aproximares dela). Fala baixinho. Deixa-a rir alto. Não abuses no futebol. Usa perfumes frescos mas viris. Não uses old spice (senão ela vai mesmo queixar-se de dor de cabeça). Usa ambientador discreto no carro e mantem-no aspirado. Não sejas chauvinista. Não tenhas a mania de escolher demasiado as gajas porque se elas forem como tu certamente também te encontram defeitos. Apaixona-te por jogging!

    ResponderEliminar
  5. Mau. Mas que mal têm os standards clássicos de Sinatra, Martin e Darin, mesmo que na voz do que há, que é um Bublé? Vamos lá fora resolver isto?

    Além disso não me parece que elas tenham de mudar de gostos, pontos de vista sobre a vida e o que for. Não tentarem moldar-nos aos delas já as distingue.

    À atenção dele: aprende a cantar (e canta-lhe) os standards que aqui o xor Pipoco deprecia. Ganharás uma vantagem competitiva digna de um usain bolt.

    ResponderEliminar
  6. Quem vive consoante estas merdinhas de protocolo, vive numa prisão de aparências.
    Aqueles senhores que se estão cagando para Cartuxe e Pêra Manca nunca ligaram a isto. Aposto.

    ResponderEliminar
  7. Ginger, vocâ faz-me lembrar aqueles velhotes dos "Marretas", sempre em desacordo com o sistema...

    (os senhores dos post lá de baixo terão de facto uma vida que não tem em conta estas especificidades, e isso é bom. Porém, o Criador presenteou-os com espécimens do género feminino com elevada massa adiposa, maus dentes e que vestem coisas de terylene, e isso é mau. Vidas...)

    ResponderEliminar
  8. Deixa-a sempre em suspenso, fazendo de cada dia uma aventura que começa ao acordar e acaba sabe-se lá quando.

    ResponderEliminar
  9. Não digas que és o maior lá no trabalho. Que ninguém te compreende e que és um injustiçado. Deixa lá isso do futebol e do carro que queres comprar. Não digas fantástico demasiadas vezes. Não fales demais. Não comas demais. ploamordeus não arrotes.Não fales dos sitios da moda e não olhes para as mamas da gaja do lado.
    Arranja-lhe o carro ou leva-o à oficina. Aprende a cozinhar.

    ResponderEliminar
  10. que mal tem a lingirie de outras cores? Por exemplo com uns olhos verdes ou azuis e uma pele morena nem o preto nem o branco são as melhores escolhas. de resto está excelente.
    à atenção dele: faz-te desinteressado que ela até se passa para te dar a "volta". :D

    ResponderEliminar
  11. E por isto mesmo é que... eu nunca gostei de fazer o que os outros mandam/ditam...

    ResponderEliminar
  12. À atenção dele:
    Não marques encontros com ela noutro local que não seja a porta da entrada de casa dela. Não esperes dentro do carro quando ela chegar. Faz antecipadamente as reservas para o restaurante e não lhe perguntes onde quer ir. Não atendas telemóveis durante o jantar. Não te babes em cima dela. Não tentes escolher a comida por ela, mas escolhe o vinho. Ouve-a. Não te queixes da tua ex mulher ou namorada nem digas que tens por hábito não ficar amigo das ex. Não fales de doenças, de desporto nem comeces nenhuma conversa por "uma vez apanhei uma bebedeira que...", não digas palavrões. Paga a conta de uma forma discreta. (se ela souber que és civilizado nem sequer fará nenhum gesto para a pagar).Se tiveres a sorte de ela te perguntar se queres tomar um copo lá em casa, faz de conta que te interessas pela biblioteca. Não he digas que está linda, ela já sabe. Não lhe tentes saltar logo para cima. Telefona-lhe no dia seguinte antes da hora do jantar e não lhe envies SMS a todo o instante. Nunca, mas nunca, dês a entender que não percebes bem porque raio é ela aceitou jantar contigo.

    ResponderEliminar
  13. Ginger, uma existência sem glamour não tem graça nenhuma.

    ResponderEliminar
  14. Antes de ela te sorrir pisca-lhe o olho e só depois faz o teu melhor sorriso sedutor, assenta o guardanapo no colo, não arregaces as mangas nem desabotoes o colarinho, também não coloques os cotovelos em cima da mesa, pergunta-lhe o que lhe apetece beber e em seguida sugere o vinho, não fales de números nem de negócios que estás prestes a fechar, aprecia uma boa lingerie vermelha, oferece-te para a ires buscar a casa mesmo à porta, não fales do jogo do último Domingo nem dos roubos ao Sporting, prefere V.S. Naipul a Paul Auster, e Leonard Cohen a Elvis Costello, não uses after shave, não fumes charutos, não a deixes sozinha na presença das mulheres dos teus amigos, não consultes os emails no telemóvel, ensina-a a jogar xadrez.
    Acha que assim serve ou quer algo mais elaborado?

    ResponderEliminar
  15. À atenção da Ginger...

    é um facto de que acima de tudo há que ter personalidade!
    Mas todas as coisas que foram aqui escritas e creio que posso falar pelos restantes que se manifestaram, não são mais do que pequenas demonstrações daquilo que cada um de nós aprecia no sexo oposto!
    Não são regras nem ditam comportamentos... Não são sequer conselhos já que, como poderás ler, há até opiniões contrárias no que toca ao ambientador do carro! A serem regras, o pobre pipoco teria aqui um conflito para definir qual deveria seguir!
    Acho que ninguém vai devorar livros do Saramago ou passar a assobiar o lago dos cisnes só para dar a entnder ao pipoco que correspondemos às expectativas dele até porque ele não sabe se corresponde às nossas também!
    Mas pensar e tentar adivinhar as coisas que poderão ou não agradar aos nossos pares (ou pretensos) é como pôr pimenta num bife para lhe dar um sabor diferente!
    E mesmo aqui cada um pensa por si... Se calhar eu ponho pimenta e tu pões alho porque não te agrada a pimenta!

    ResponderEliminar
  16. marta10.8.10

    Pipoco, não vou mandar bitaites, só vou agradecer este post.Achei ternurento. Nunca tive ninguém que me dissesse nada disso e não me saí mal. Só não sei jogar xadrez, só sei como mover as peças e nada mais.

    ResponderEliminar
  17. Não te distraias. Ouve com atenção o que ele te diz. Não o olhes tão profundamente dentro dos olhos, não já. Agradece-lhe sorrindo, sempre que te elogie. Diz a verdade. Nunca leste Saramago. Diz-lho, sem vergonhas. Talvez porque gostes mais de Possidónio Cachapa. Não lhe perguntes em demasia sobre o que faz. Deixa que ele to diga. Não sabes jogar xadrez. Pede-lhe que te ensine, um dia.

    ResponderEliminar
  18. Gostei do comentário da Cuca!!!

    Agora, não uses ambientador?!?

    ResponderEliminar
  19. Anónimo10.8.10

    (E eu que já tinha dito a mim própria que não voltava a comentar em blogues! Mas quem resiste a uma provocação épico-lendária destas?)
    Ora então diga-me, ex-Pipoco (é retórico, ok?), o menino está à procura exactamente de quê, se posso perguntar?
    Deste lado (*shrug*), as coisas sempre foram assim: ele quase não sorri mas eu estou um número não negligenciável de vezes com os dentinhos de fora. Cotovel-os não, só -adas cúmplices e só dessas. Ele escolhe o vinho, mas depois bebe só um copo (e eu quase nem lhe toco). Usa boxers ou o que lhe apetecer e eu o que achar bonito. Ele diz que não gosta de romances nem de poesia mas leu, sem coacção de espécie nenhuma (só deixei por ali), UM Saramago, Margerite Duras, Simone de Beauvoir, uns clássicos portugueses, Fernando Pessoa e... A la recherche du temps perdu, que eu tivesse dado por isso, e eu, para além do que tem de ser (*suspiro a olhar para a pilha de papers*), leio ensaios e romances e o que mais me vier parar à biblioteca (mas nunca li Paulo Coelho nem Margarida Rebelo Pinto).
    A voz dele é grave e suave, a minha não denuncia a minha (agora provecta) idade e, dito isto, em tempos eu ouvia Stanglers e King Crimson, e tocava furiosamente numa Les Paul toda janada, mas agora prefiro Sonic Youth, ou mesmo Beiruth ou Killers, a Tchaikovsky ou a Bublé, o qual poria de boa vontade lá fora com a garrafa do leite (moro em Inglaterra, essas coisas ainda se fazem) e o lixo. Ele gosta de Jazz, de Nine Inch Nails e de outras coisas não identificadas que fazem tremer paredes, e não toca instrumentos e música.
    Sei jogar xadrez e bridge mas ele não se interessa por jogos (nem sequer por futebol). Sabe física e matemática a potes, coisas que a mim me fazem cabecear. Erros a escrever não dá, mas eu também não o submetia ao Bublé-treatment se desse. Dava-lhe, isso sim, um corrector ortográfico e piscava-lhe o olho. O que temos em comum é que nos rimos, invariavelmente, das mesmas coisas (incluindo de nós próprios) há 29 anos.
    Para quê complicar?

    Maria S

    ResponderEliminar
  20. Hey temos "layout" novo ?

    Só teorias, a vida é para ser vivida na hora e sem condicionalismos, desde que sejamos educados e correctos podemos continuar a ser nós mesmos, sempre ! ;)

    ResponderEliminar
  21. Digo-te o plantes, por posição, de qualquer clube, mas não me peças para aprender a jogar Xadrês. Beijos

    ResponderEliminar
  22. Oh Pipoca dá uma hipótese ao Xadrez ... é giro ... Bjs

    ResponderEliminar
  23. Ysse,
    Parece-me muito pacato, mas assim sendo, um dia, deixo-o (quando ele existir) ensinar-me.
    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Anónimo10.8.10

    Cuca, esqueceu-se da sabedoria incontornável do uso do guardanapo e do copo de vinho.
    Creio que também ficaria bem, como alternativa ao xadrez, ter feito a árvore genealógica nos Cem anos de solidão.
    A literatura resumir-se a Saramago é mesmo um perigo, diria eu.
    Na enorme admiração que têm pela Mãe também me parece de bom gosto evitar qualquer frase mais enfática.
    Maria Helena

    ResponderEliminar
  25. Isso, ou então deixa as coisas correr naturalmente, don't overanalyse it, e percebe que esse turbilhão de sentimentos não é mais do que um turbilhão de sentimentos. Deixa o teu sistema límbico trabalhar, mesmo que tenhas Tourettes. Se fores uma pessoa com "glamour", é assim que vais transparecer. Se não fores, por que raio haverias de fingir? Quando ela te vir a coçar a micose com a ponta da mini e notar que tens uma meia rota, vai sentir-se defraudada. Ou então vai gostar, há gente para tudo.
    Um parágrafo inteiro para concluir que não sirvo para conselhos.

    ResponderEliminar
  26. Todos nós temos uma "checklist" de atributos que pretendemos encontrar no outro.Só que essa lista é mais comprida em alguns casos...e a do Pipoco até está bastante bem. Muito bem aliás.Mas em relação ao vinho cuidado. Ela pode ser bastante entendida na matéria!

    ResponderEliminar
  27. Concordo com quaaase tudo. Tenho apenas a notar que apesar de eu ouvir frequentemente Tchaikovsy, homem para mim tem de, pelo menos, suportar Paulo Coelho e Bublé!
    Pensando melhor... Se já ensinei homens a gostar de Tchaikovsy, também consigo ensiná-lo a gostar de Bublé...

    ResponderEliminar
  28. Já agora, ó Pipoco, que tal experimentares ouvires o último álbum do Bublézito? Tenho a certeza que vais gostar...

    ResponderEliminar
  29. Cuca, o glamour tem de vir de dentro. Não podem ser formas de estar estudadas. Senão não é glamour, é teatro.


    Cinderela, eu gosto de pimenta e de alho.
    Não me entendam mal... eu até me encaixo nesses requisitos todos. Tirando a parte do xadrez, mas comento muitas vezes que gostava de aprender. NO ENTANTO eu sou assim por um mero acaso. Ter estes gostos não fazem de mim uma pessoa melhor, nem mesmo mais interessante. Basicamente, sou uma besta, apesar de não usar ambientador no carro e ler Saramago e não escrever "lol" e todas essas coisinhas.

    Acho este género de "requisitos" um perfeito disparate. Mas isto sou eu, que tal como disse em cima, sou uma besta.

    E agora vou num instante comprar um ambientador para o carro enquanto cantarolo "I haven't met youuuuu yet!"... só para chatear. :o

    ResponderEliminar
  30. Não estereotipar se faz favor...abomino Bublé e adoro jogar Xadrez! Todavia tenho horror a jogos de futebol e cervejas mas como não se pega, agradeço o tempo que o outro lhe dedica para que eu possa dedicar-me a minha praia ao final da tarde e a minha música etc... Ora temos de respeitar os gostos de quem partilha a nossa vida, sejam amisades, namoros ou casamentos ... são eles que nos caracterizam e nos tornam únicos ! Bjs

    ResponderEliminar
  31. Ginger qual besta qual quê ! Ora se assim fosse eu seria o XL da besta ...e não me apetece nada ;) hehe

    ResponderEliminar
  32. Ysse, gosto de ti, por motivos obvios.

    O teu perfil é privado. Está mal.

    ResponderEliminar
  33. A vida é para ser vivida com bom senso, apenas isso :) cada um cria o seu próprio molde .
    Obrigada. Não está nada mal, é uma opção. Os filhos únicos apesar de não terem problemas com determinado as partilhas, gostam muito pouco de partilhar certas coisa hehe .

    ResponderEliminar
  34. Maria Flausina11.8.10

    ...faz todas essas coisas, porque no início és mesmo assim. É mesmo assim que te apetece ser. Queres mesmo ser tudo o que ele deseja numa mulher.
    Ao fim de 5 anos vais informá-lo que nunca gostaste especialmente de vinho, que lingerie só gostas daquela de micro-fibra, porque não tem rendas e fiozinhos incómodos que se cravam em qualquer centímetro de pele que conseguem tocar (numa cor qualquer), que nunca te interessou saber a diferença entre um defesa-central e um avançado-centro, que o que gostas é de apreciar as pernas do Cristiano Ronaldo e de tentar perceber como é que o Messi pode ser tão baixinho e de te espantares de cada vez que aparecia o Colina porque parecia um ET, que já leste Saramago, mas que te cansou, que Tchaikovsky não é mau de todo, mas no carro sozinha ouves AC/DC e que não percebes a fixação dele pelo raio do xadrez!!
    E aposto que vais dizê-lo com o som mais estridente que consigas arrancar das tuas cordas vocais.

    ResponderEliminar
  35. Ai ai que amargura ...
    Para que não se canse a garganta quando passarem 5 anos, o melhor é estabelecerem os limites a pouco e pouco ...
    Bolas mas qual é o problema do Xadrez ? ACDC por exemplo, odeio mas gosto de coisas piores certamente, rock pastilhado, não!
    Gostei muito do ensaio sobre a cegueira, está no meu top, ao lado de muitos outros :S No entanto há aquele venho ditado a tomar em consideração "gostos não se discutem", cada um tem os seus.
    Quanto a jogadores de futebol, tenho conhecimento dos ditos, também sei as regras do desporto, todavia se me apanharem na tasca não será a ver um jogo sim a mandar amendoins e a beber moscateis apenas pelo convivio com os meus amigos ! heheh

    ResponderEliminar
  36. Maria Flausina13.8.10

    Como já li por aí algures: é engraçado ver como as pessoas leêm o que os outros escrevem e assumem que está ali espelhado a realidade dessa pessoa.
    Não foi amargura, foi caricatura!
    Realmente não ligo a xadrez, mas não odeio. Gosto de AC/DC e outras coisas bem "piores" e bem "melhores". Um do melhores livros da literatura portuguesa é o "Evangelho Segundo Jesus Cristo" (para mim, claro). E muitas outras coisas que aqui não interessam porque isto é o blogue do Pipoco e eu gosto de cá vir é para me divertir e lavar a alma!

    ResponderEliminar
  37. Mau mau Maria ... eu percebi, quando me referi a amargura seria hipotéticamente o caso que referiste, guardar coisas para dizer 5 anos, percebi o tom de critica e é evidente que os post's nunca são auto-biográficos.
    Como disse gostos não se discutem ;)
    Faço pouca conjectura sobre o que me dizem sou adepta da ficção todavia espero pela expressão " no meu caso" .

    Have a nice friday the 13th I will do the same Bjs

    ResponderEliminar
  38. Maria Flausina15.8.10

    ;P

    ResponderEliminar
  39. Não escrevas lingirie e sim lingerie.

    ResponderEliminar