02 maio 2018

Os não-problemas dos homens

Tomamos café quase todos os dias, às vezes vamos ao futebol juntos, de vez em quando almoçamos numa esplanada perto daqui, uma vez por outra celebramos as nossas pequenas vitórias com um gin ao fim da tarde.

(mas não fazemos ideia se o tipo gosta de sushi, se viu alguma vez um filme de Visconti, se tem uma gabardina Burberry, se foi a Cabo Verde nas últimas férias, se é intolerante ao gluten, se os filhos se dão bem uns com os outros)

21 comentários:

  1. Mas sabemos perfeitamente que o Bruno de Carvalho não tarda nada entra pelo mesmo caminho.

    Estamos juntos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma rubrica nova, meu caro.

      (por causa das igualdade de oportunidades nos posts de género, e tal...)

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahaha

      A gargalhada não teve nada de virtual.

      Eliminar
    3. Perfeitamente, meu caro.
      Reitero, estamos juntos.

      Eliminar
    4. Uma igualdade sem par (para não dizer sem igual):

      mulheres - homens
      problemas - não-problemas

      (que rubrica fofinha)

      Eliminar
    5. Susana, o importante é falar dos problemas, consciencializar, no limite é coisa para merecer uma manifestação ou duas. A pessoa toma a iniciativa da dar espaço às problemáticas e é isto, esvazia-me o entusiasmo...

      (nunca estão contentes, caramba...)

      Eliminar
  2. E não é o ideal? Se ele tiver problemas com os filhos, que fale disso e nós ouvimos, se um dia formos almoçar, logo escobrimos acerca do sushi, se o Visconti um dia calhar em conversa, logo se vê, se ele quiser falar das férias, que fale, se for intolerante ao gluten que diga quando formos fazer uma petiscada, se algum dia fizermos uma, se tem uma gabardina da blueberry's, é dele, não é minha, o que é que isso me interessa?

    Conhecimentos superficiais sem superficialidades...

    ResponderEliminar
  3. É muito salutar termos aqui os homens de bem dos blogs discorrendo com graça, inteligência e elegância à volta de um post.

    (sirvo um whiskey ou ainda é cedo?...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (E a grande questão: porque é que os irlandeses ainda insistem naquilo da destilação tripla, quando toda a gente sabe que é manobra de marketing, tão só?

      A esta hora aceitava um «single malt», dos destilados -- destilação dupla, claro -- em Stratsphey, e, se não for pedir muito, em copo Glencairn).

      Eliminar
    2. (Estava à sua espera, meu caro Xilre)

      Traz o meu caro à colação um tema bem pertinente, pergunto-me muitas vezes se não lhes valeria mais focarem-se nas madeiras que usam para a maturação.

      (ah, meu caro, a querer deixar-me brilhar corrigindo-lhe a grafia do nome da terreola...)

      Eliminar
  4. (Ainda é cedo... Mas uma minesita...)

    ResponderEliminar
  5. (eu, por mim, bebo o que os meu caros beberem...)

    ResponderEliminar
  6. Sois muito distraídos, é esse o problema!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Capitã, trata-se de gestão de recursos: de que me serve saber se o indivíduo já leu O Senhor dos Anéis se posso alocar esse tempo a obter informação útil, por exemplo, saber se ele me consegue orientar dois bilhetes para a final da Taça de Portugal?

      Eliminar
    2. Ora aí está!

      (Elas, talvez por culpa de terem um cérebro multi-tarefa, não percebem esta nosaa capacidade de nos focarmos no importante e descartarmos o acessório...

      ...a esta hora ja ia um whisky...

      ...alguem me faz companhia num Cohiba?)

      Eliminar
    3. Lá está, meu caro, o cérebro multi-tarefa nunca me impressionou por aí além.

      (Sirvo-lhe um Ardberg, assenta perfeitamente num Cohiba...)

      Eliminar
  7. Cláudia Filipa2.5.18

    (juro que é verdade, quando sugeri uns temas naquele post em que disse estar com um problema de criatividade, uma das temáticas que me ocorreu foi, precisamente, "Os problemas dos homens", mas, depois, imaginei logo o Pipoco a abanar a cabeça, uma vez que, tirando o título, não haveria mais nada que pudesse escrever. Afinal, pois claro, bastava que tivesse sugerido "Os não-problemas dos homens")

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, Cláudia Filipa, as suas sugestões estão ali a maturar, não podem dar nada menos que excelentes posts...

      Eliminar
    2. Cláudia Filipa2.5.18

      Eu sei, Pipoco, sei que esses só os escreverá e publicará se ficar satisfeito com o resultado. Aconteceria o mesmo se fosse comigo. O comentário não tinha qualquer outra intenção que não fosse a de partilhar consigo aquilo que escrevi.
      Acho mesmo que esta temática dos vossos "não-problemas" tem potencial, veja só a maravilha desta caixa de comentários, os senhores deixaram de estar apenas a assistir e vieram participar.

      Eliminar
  8. Futebol juntos?! Futebol? Que referência tão desagradável em tão etérea prosa, só redimida pela sugestão de um Ardbeg.

    ResponderEliminar
  9. Sissi7.5.18

    Como assim, não sabem "se tem uma gabardina Burberry"?

    ResponderEliminar