03 maio 2018

E foi assim que tudo se passou

Ligar o botão do carro que diz "sport mode", apontar ao Guincho, abrir as janelas, seleccionar apenas Cohen e Aznavour, o Hallelujah a seguir a Emmenez-Moi e I´m your man a seguir a Que c'est triste Venise, colocar a palma da mão esquerda contra o vento, quando a mão estiver salpicada de mar, aspirar com força e deixar entranhar no cérebro o cheiro a sal e a algas, parar o carro em posição perpendicular ao mar, tirar os óculos de sol e colocar os outros óculos, ler uma dúzia de páginas de Saramago, recostar com as mãos entrelaçadas atrás da nuca, sorrir, meditar dez minutos notando o ar frio e salgado a entrar pelas narinas, fazer o caminho de volta com Bowie e com os tons graves no máximo, atacar então o relatório do primeiro quadrimestre.

11 comentários:

  1. sem o sport mode, sem os óculos de sol, sem o saramago, inspirar em vez de aspirar, e podia ser um "eu mode"

    ResponderEliminar
  2. Gosto desse "alive mode", às vezes não encontro é o botão...

    ResponderEliminar
  3. Oh que bom! (tirando o Bowie, que dispenso) Mas precisamos saber qual Saramago é esse, se fizesse o favor. Também encetei um há dias, já estava precisada.

    Até o relatório vai sair melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ano da morte de Ricardo Reis...

      Eliminar
    2. Muito obrigada.
      Sabia que foi esse o livro gota-de-água que fez Pilar del Río contactar o autor e pedir-lhe uma entrevista, já lá vão tantos anos?

      Eliminar
  4. Cláudia Filipa3.5.18

    Oh!...Oh!...Oh!

    (E o teu, Susana, qual é? Ontem, quando já tinha saído da tua casa, disse assim, para mim, sem falar, "Esqueci-me de perguntar...")

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. História do Cerco de Lisboa.
      Ele era tão genial.

      Eliminar
    2. Cláudia Filipa3.5.18

      (Obrigada, Susana)

      Eliminar
  5. e não cofiou a barba vez nenhuma meu caro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem uma vez, meu caro.

      (nem bebi um gin, nem li Ulysses nem ajudei nenhuma velhinha a encontrar a porta de embarque...)

      Eliminar
  6. É isto que tenho lamentado. Esta vergonha miudinha de aos quarenta ainda não ter um automóvel com pelo menos um botão que diga "sport mode" e de estar na modalidade de relatórios trimestrais. "Sleep mode", portanto.

    ResponderEliminar