13 novembro 2016

Uma coisa nova por dia

Reiki.

34 comentários:

  1. Credo! Isso é o quê, uma massa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahahaahhaah!

      Eliminar
    2. É uma espécie de situação, Capitã.

      Eliminar
    3. Mas bem que podia ser o nome do Lamborghini, coitadinho.

      Eliminar
  2. Experimentei. Confesso que, para além de sono, não senti mais nada. Talvez porque estava céptica, a pior das atitudes.

    Boa noite, Pipoco :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não podia estar mais céptico. Mas aconteceu ali um pormenor interessante que, enfim, quem sabe, talvez...

      Eliminar
  3. É caso para se dizer: uma sessão de reiki por dia, nem sabe o bem que lhe fazia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba, isso era capaz de ser excessivo. Uma sessão por semestre, vá...

      Eliminar
  4. Cláudia Filipa13.11.16

    Ao ler os seus posts antigos, desatei a rir com os relatos da sua experiência com o Yoga. E o Reiki? Qual a primeira impressão?

    (tenho uma amiga que me conta uma data de coisas sobre isso, pratica há três anos e por causa disso diz que agora até consegue ver a aura das pessoas e assim, até me assustei um pouco, confesso, já lhe disse que se a minha aura estiver enegrecida não quero saber ou me diz que tenho uma aura que é uma beleza ou deixe-se estar calada)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A coisa deu-se na óptica do utilizador. Divirto-me sempre com estas coisas. E foi mais uma experiência.

      Eliminar
    2. Se não larga já isso vai acabar vegetariano, com um colar de contas ao pescoço, um enervante sorriso beatífico e desempregado. Essa gente do reiki é pior que uma seita!

      Eliminar
    3. LOLOL... Sem fundamentalismos.... Não sou vegetarina (iac..), detesto andar com colares, não tenho sorriso beatífico (nem tenho paciência para estupidez ou chico-espertisse portuguesa) e não estou desempregada, trabalho em dois sitios e estou a fazer um curso de 5 anos em pós-laboral... e sou terapeuta de reiki :)

      Eliminar
    4. Cláudia Filipa14.11.16

      Parece que não há esse perigo, Cuca, esta minha amiga, pelo menos aparentemente, continua igual, o que lhe aconteceu é que também começou "na óptica do utilizador" e depois resolveu aprofundar a situação e se uma pessoa diz que está cansada ela diz logo que devíamos ter-lhe dito que ela tinha-nos enviado energia à distância, já lhe disse que não queria nada disso que ainda me provocava um curto-circuito, ela abana a cabeça e risse e pronto (as pessoas que praticam que me desculpem, sou apenas parva). Giro, giro é a coincidência de hoje ir almoçar com ela e juro que vou perguntar-lhe se a minha aura está em condições.

      Eliminar
    5. Cláudia Filipa14.11.16

      Ups! Não é risse é ri-se (foi castigo)

      Eliminar
    6. Mais um mito que cai, nesse caso.
      Ou será que os efeitos que elenquei só se notam nos homens? Estou aqui a tentar salvar o preconceito ...

      Eliminar
    7. Estou com a Albina: não ando com colares de contas, nem vestes brancas, não sou vegetariana e sou terapeuta de reiki nas horas vagas e consultora nas não vagas - e não pertenço a nenhuma seita, obviamente ;-)

      Eliminar
  5. Tenho uma amiga que pratica e diz maravilhas.
    Eu não sei, nunca pratiquei. Sou mais para actividades de movimento...

    ResponderEliminar
  6. Olhe, agora surpreendeu-me. Imenso, mesmo.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo14.11.16

    Pronto. Abichanou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo14.11.16

      A vulgaridade é uma coisa tão bonita... Só que não!

      Eliminar
  8. onónimo14.11.16

    eufemismo para body sushi ou lá como se chama a coisa, com final feliz? é o nome da moça? Reiki?
    os posts curtos são os melhores. dão tanto espaço a esta pérfida imaginação...

    ResponderEliminar
  9. onónimo14.11.16

    estou preocupado

    Paulo Coelho
    Reiki

    vamos a caminho de Vaticannuuuum..uuum?

    Cohen afectou-nos mesmo (!), a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. que queres? também te aconteceu com a hipnose!
      bem visto. tens razão. mas não funcionou...
      e o que achas que o Pipoco está a tentar dizer?
      sei lá!

      Eliminar
  10. Anónimo14.11.16

    Reiki é excelente mas há umas terapias parecidas, nas quais as sensações físicas são bem mais intensas e eficazes. Mas, por favor, agora não comece a mandar "beijos de luz" para toda a gente. Reiki sim, mas com juízo. :)
    Mariana

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14.11.16

    boa tio. eu faço meditação, quando posso e ás vezes yoga. faz muito bem á alma,
    vw

    ResponderEliminar
  12. Como não sabia o que era isso do reiki, fui ler qualquer coisa. E encontrei um artigo com um parágrafo que me prendeu a atenção.

    Diz o tal artigo:
    "Quem é que recorre ao Reiki? Que tipo de pessoas?
    José Jesus Lopes: O Reiki não é uma religião nem um produto que se compra em qualquer supermercado. O Reiki é algo muito especial procurado por pessoas inteligentes e sensíveis, sejam estes médicos, professores, alunos em véspera de exames, contabilistas e todo o tipo de pessoas que já se encontram desesperados com os seus males. Além das pessoas menos saudáveis que procuram o Reiki, também há muita gente saudável que procura esta terapia para relaxamento".

    Bem me queria parecer por aqueles posts em que tenta deixar as mulheres à beira de um ataque de nervos, que o Pipoco pertence ao grupo de pessoas-homens "inteligentes e sensíveis". Ou então é contabilista e isso, todos sabemos que os contabilistas também são pessoas muito sensíveis. Só espero é que não pertença ao grupo dos desesperados. Ufa, que susto que nos pregaria. Homens inteligentes, sensíveis e desesperados devem custar para cima de um dinheirão.

    (não sei se sabe mas o Gustavo Santos escreve livros de auto-ajuda, bom, ele pensa que são livros, nós sabemos que aquilo são muitos chacras desalinhados)

    ResponderEliminar
  13. Caro Pipoco, permita que lhe diga que isto que está a acontecer, aqui e agora, no seu espaço, é um fenómeno nunca visto nestas coisas das internetes, nomeadamente, da blogosfera.
    Uma simples palavra, com apenas duas sílabas, deu origem a um debate nunca visto antes. Muito provavelmente, nem se irá ver nunca mais.
    Quem diria que para ver «Uma coisa nova por dia» tantas pessoas aqui acudiriam.
    Estou perplexa!!

    ResponderEliminar
  14. Post simples.
    Compreende-se.
    Muitos comentários.

    Ainda será para o nosso tempo, um post sem título, apenas com um ditongo, comentado como se o mundo estivesse prestes a acabar.
    Há quem vença eleições assim.

    ResponderEliminar