01 dezembro 2015

Coisas que eu vi no vídeo do sacana do velho que obrigou a família a gastar um dinheirão e afinal ele não tinha falecido nem nada

A filha do senhor velhinho, a que casou com o barbudo, apresenta-nos três filhos. Uma miúda loirinha e outra com cabelo à David Luís. O barbudo tem mau cabelo, mas a filha do barbudo tem cabelo à David Luís. Não sei se me estão a acompanhar... (barbudo, abre-me esses olhinhos).

Notemos a forma displicente como o senhor velhinho desafia o perigo e arrisca a vida, comendo enchidos, que todos sabemos que provoca coisas más.

As imagens não mostram, mas aposto que o vizinho, sabendo que o velhinho estava a olhar pela janela, colocou a mão direita em concha na zona genital e, curvando o corpo para trás e apontando com a mão livre para a janela do velhinho gritou-lhe "In your face, Arnold!", isto em alemão, evidentemente, e depois entrou em casa e riu-se com aquele riso do fim do "Thriller", o que deixou o velhinho ainda mais triste por não ter ninguém no seu natal e o cabrão do vizinho ter. A coisa pode ter contornos complicados quando os dois velhinhos se encontrarem no centro de dia, depois do Natal, a não ser que o velhinho, que agora sabemos chamar-se Arnold, sofra de Alzheimer e, nesse caso, há-de cumprimentar o velhote vizinho da frente como todos os dias, abraçando-o e dizendo "Hans, e o nosso Bayern de Munchen, lá vai andando, pois não é?...).

O filho yuppie, o que mora em Xangai ou Kuala Lumpur, ou lá onde é aquilo, não estava a pensar ficar mais do que uma noite, só leva uma mala de porão. O irmão médico ou o barbudo vão ter que lhe emprestar umas cuecas (não vejo que o filho yuppie queira usar as cuecas do senhor velhinho, cem por cento algodão mas de modelo que se usava naquele tempo - e aquele tempo foi há muito tempo).

O filho yuppie é o único que ainda está no mercado. Nenhuma aguentou aquela vida, sempre de um lado para o outro.

Se eu fosse o filho yuppie havia de fazer pagar ao velhinho cada cêntimo da viagem Kuala Lumpur- Hamburgo. Ida e volta. E o táxi para o aeroporto.

Lembrei-me de Mark Twain quando o velhinho apareceu à frente dos filhos. Leiam livros de citações de pessoas famosas e percebem logo.

Alguém aposta quem será a senhora que serve o perú?

Espero que haja bastantes rabanadas e filhoses. Aquele perú não vai chegar para todos.

O filho médico é o mais velho. Adivinhem porque sei eu isto.

O miúdo gordo que chega no fim ficou a jogar playstation até ao limite, tiveram que o chamar três vezes. E vai comer metade do perú.

Esta semana o Edeka vende mau vinho francês a três euros e quarenta e nove. E os cereais Lion estão com vinte e três por cento de desconto.

12 comentários:

  1. Para ser perfeito, esse post deveria acabar com a citação do meu último.
    É que enquanto isso, o fabrico de chocalhos passou a ser património imaterial da humanidade...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo1.12.15

    Ahahahahahahahahahahahahahah...
    Adorei!!

    ResponderEliminar
  3. "(barbudo, abre-me esses olhinhos)"...
    ahahahahah, sei que não gosta dos ahahah, mas teve que ser.

    PS: Pronto, lá terei de rever aquela coisa da lateral...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria Madeira, não se precipite...

      Eliminar
    2. Anónimo1.12.15

      Posso rir?

      Eliminar
  4. Cá é igualzinho. Atente nos anúncios dos nossos supermercados, sejam os hard discount, discount ou os outros, todos eles mostram famílias elegantemente vestidas, penteadas e maquilhadas, a esbanjar saúde e prosperidade, onde cabem sempre o médico, o engenheiro e até os seus yuppies (termo que devia ter ficado nos 90's, agora têm outro nome), em volta de um perú recheado, numa mesa riquíssima, de 5 pratos, os pinheiros de natal, impecavelmente decoradas são sempre naturais (abetos nórdicos) enquanto lá fora neva.
    Agora deixe-me só ir ali ler " A Princesa e a Ervilha" à minha filha, que também adora histórias de princesas que têm tudo para correr mal mas acabam invariavelmente bem.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo1.12.15

    Uma crítica com um timing perfeito ;) . É bom que desperte o bom senso, Natal não é só em Dezembro e que apele á luta contra a solidão! Quem sabe um dia destes não seremos nós aquele "velhinho"... O vídeo comoveu te, é bom sinal. Happy Xtmas.

    paginasolta

    ResponderEliminar
  6. Anónimo1.12.15

    Paizinho entendi a mensagem. Este ano não posso.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo2.12.15

    "O filho yuppie é o único que ainda está no mercado. Nenhuma aguentou aquela vida, sempre de um lado para o outro."
    Gosto particularmente deste seu lado "lunar"...

    ResponderEliminar
  8. Anónimo2.12.15

    Ei lá, teve que andar a fazer pause no vídeo, eu não tive tempo de reparar em nada disso!!
    Não fiquei nada comovida com aquilo, que raio de filhos são aqueles que nunca vão ver o homem? Ou então que raio de pai foi ele que fez com que os filhos nunca o queiram ver? Eu coloquei o meu lado psicanalítico logo a trabalhar.
    Além disso, se me faziam aquilo eu era bem capaz de o matar pela estupidez! Os filhos nunca o vão visitar, mas aceitam muito bem que ele invente a sua morte?!! Só por aí se vê como é que eles foram educados, e depois queria que o visitassem, 'tá bem 'tá!!

    ResponderEliminar
  9. Tirando a parte do sacana do velho, não tinha reparado em mais nada. Lá está, ainda se fosse um anúncio do lídele, talvez houvesse uma promoção de mercearias que me desse jeito, mas este não conheço. Ah, no lídele, amanhã vinho muito bonzinho, em promo.

    ResponderEliminar