08 dezembro 2014

Dos amigos que não conhecemos e outras histórias

Muito raramente, de quando em vez, aparece um blogue novo realmente novo, com a justa medida de saberes desses que estão escritos em livros e coisas das nossas vidas, um blogue que nos faz abrir livros e ligações, só porque nos apetece conhecer mais quando nos alertam para o muito que não sabemos.

Que a reflexão não o demore, caro Xilre.

4 comentários:

  1. A penumbra adensa-se.
    Anónima dos Énes, Tempo Contado, e agora Xilre...
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo9.12.14

      Tempo Contado voltou

      Eliminar
  2. Cláudia11.12.14

    Uma pessoa ausenta-se um bocadinho e existem logo novidades destas...
    Concordo inteiramente consigo, existem pessoas que ao terem a generosidade de partilharem o seu saber, fazem-nos tomar mais consciência do tão pouco que sabemos e isso motiva-nos a querer saber mais. Espero que após o tempo de reflexão as saudades sejam mais fortes. Se, mais à frente, não existirem saudades nem vontade de regresso, o meu muito obrigada ao Senhor Xilre, por tudo o que já me deu a conhecer.
    (Quanto a si, Senhor Mais Salgado, espero que continue por muitos e bons anos a dar o mote, faz, para mim, parte de um quarteto maravilha de blogs de autoria masculina, composto e sem ordem de preferência, por si, pelo Xilre, pelo Menino de Sua Mãe e pelo Patrão de uma barca, pudesse eu e proibia-vos por decreto de abandonarem os respectivos blogs).

    ResponderEliminar