14 dezembro 2013

Espírito natalício

Eu, Pipoco Mais Salgado, digno representante do segmento A+, informo que sou acometido de um irresistível e incontornável impulso de não-compra quando visualizo o produto sugerido nos blogues, informando-me que a dona do blog, no meu imaginário alguém que acaba de emergir das profundezas do segmento C, recomenda aqueles produtos como prenda de Natal.

17 comentários:

  1. Anónimo14.12.13

    Compreendo o seu impulso de não-compra, mas estranho o impulso de leitura desses blogs.

    ResponderEliminar
  2. A+ , como em electrodoméstico ?
    É um desconsolo quando não faço a mínima do que as pessoas estão a falar... começo logo a ouvir o António Variações , que seguramente escreveu aquela letra a pensar em alguém igual a mim... Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Tio Pipoco, que marca de frigoríficos representa? Um A+ seria coisa para se ter em consideração não fossem os A+++ que o suplantam, dizem. Que blogues sugere que nós, pobres criaturas indecisas e ávidas por gastar o nosso dinheiro em coisas que sabemos que não prestam, devemos espreitar? Diga lá, Tio, que blogues frequenta quando desce à Terra.

    ResponderEliminar
  4. Todos sabemos quais são os blogs, afinal há um rasgo de normalidade que nos assalta, e lá no fundo (botões de punho e charutos à parte) todos os lemos. Gosto de o ler mais humano.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14.12.13

    Folgo em saber que o tio pipoco é copa A. Seria muito pouco interessante se o tio fosse copa D.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14.12.13

    Pergunta :e se se tratar de um dono de blog e não de uma dona de blog ,ele emerge de outro segmento e sugere produtos mais compráveis ?
    (curiosidade científica!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Homens a sugerir prendas por blog?...

      Eliminar
  7. Anónimo14.12.13

    sim, mas não posso dizer aqui !! Pois não ?

    ResponderEliminar
  8. Jogo, planeio comprar a PS4, mas, assim que a vi no blogue do Arghinho, fiquei logo com vontade de nem lhe tocar. Alguém que conviva intimamente com outro alguém precisa que lhe sugiram que compre algo que, conhecendo o outro, nem precisa de ser sugerido?!

    E a compilação de produtos da Zara? Que inspirador.

    ResponderEliminar
  9. Obriga-nos a dar voltas à cabeça quando o pescoço não foi feito para tal coisa.
    Pensei (e depois reparei logo, que é que interessa isto de eu pensar?), pensei, dizia, tratar-se de uma carta para o pai natal ou uma declaração para as finanças. Mas logo ruíram estas hipóteses. Para o pai não pode ser porque o Tio menciona "compra" e é sabido que o homem oferece prendas dos seus gnomos chineses sem direitos laborais. Para a autoridade tributária também não. Falta o "declaro para os devidos efeitos".
    Perplexo, cogitei. Estará a referir-se a agências de rating para a blogo? Se assim é fico satisfeito por investir tanto aqui na esplanada do amigo Salgado.
    Seguiu-se a minha habitual ambivalência. Estará o Tio a escrever para uma só pessoa, não em papel, nem na lousa digital, mas com uma faca de mato gravando palavras numa árvore? Mas logo emendei, não pode ser, ao fim de semana é o Ruben que está em casa. Apoquentado, pensei no sporting. Assustei-me logo e decidi dar um salto à deliciosa página do Hegre para relaxar. Depois adormeci. Sonhei com Cthulhu despertado.
    E aqui estou, novamente, tão confuso como estava no início...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo15.12.13

    Alguém do segmento A não diz prendas, diz presentes.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo15.12.13

    Alguém do segmento A + não diz prendas nem presentes, diz cadeaux.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo15.12.13

    E do segmento AH AH AH diz gifts.
    E com isto nos estamos a desviar do espírito natalício do post de hoje ...

    ResponderEliminar
  13. Ah bom, também sou A+. Vendo bem, em caso de necessidade, sempre é um tipo de sangue que se encontra com relativa facilidade. Ou não era disso que se estava a falar?

    ResponderEliminar