22 outubro 2013

Ruben Patrick indaga (post para cinquenta comentários. Ou mais...)

Se o Tio Pipoco enveredasse pelo caminho de aqui vir falar do quão espectaculares e precoces são as tiradas dos seus filhos bebés ou de quão harmoniosa é a relação com a sua mulher, tudo resolvido sempre a contento de ambos, com humor e carinho mútuo, a audiência aumentava para o dobro ou reduzia-se a umas míseras quatro mil visitas por dia?

36 comentários:

  1. Se a isso juntasse citações de filósofos famosos; fotos fofinhas de gatinhos enroscados em cães; umas imagens zen e, já agora, umas musiquinhas meio trolaroló seria sucesso garantido. Enquanto continuar no seu registo snob-chic-sarcástico vai apenas conseguir prender a atenção desta meia dúzia de pessoas perturbadas que por aqui deambulam.

    ResponderEliminar
  2. Eu diria que mais vale líder de um nicho de mercado que carro vassoura generalista.

    ResponderEliminar
  3. Penso que nenhuma das duas. O número de visitas manter-se-ia, mas o número de comentários do género, que querido!, esses miúdos são fantásticos! LOL! LOOOOL ! Ameiiiiiiii!, era coisa para rebentar a escala. (vá ver quem o segue e depois diga que não concorda).

    ResponderEliminar
  4. Para coisa fofinha, já tenho 2 gatos...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22.10.13

    E ainda há outra coisa a ter em consideração para acrescentar a estes tres comentários inteligentes : é que o número de comentáros deses fofos tem que ser considerado a dividir por dois ,porque o anfitrião , por norma, responde sempre. Ameiiiiiiiiii .Eu também!!!!! Lol. Tens razão. Fofo! Fofíssimooooo!
    E por aí fora. Ora neste blog, como foi dito por PMS há bem poco tempo, os comentadores "fazem a opinião" , e PMS só intervém de vez em quado. Há uma grande diferença quantitativa.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo22.10.13

    Ruben Patrick , esclareça por favor se "os seus filhos bébés" ou " a sua mulher" são "seus e sua" do seu Tio ? Mesmo tendo em conta que a gramática pode não ser o seu forte, fica a pairar uma dúvida...Ora leia lá a frase outra vez ....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo24.10.13

      SE lesses a frase toda e a contextualizasses, isso passava-te num instante.

      Eliminar
  7. Acho que o caro Pipoco deve publicar o que lher der na real veneta.

    ResponderEliminar
  8. QUATRO MIL!??? Esses temas poderiam estar a valer-me QUATRO MIL visitas diárias!?? Então onde é que estão os restantes 3900 visitantes!?? Estou em choque.

    ResponderEliminar
  9. Ruben Patrick se Pipoco fizer tudo, o que enumeras no post, as visitas duplicam. Há uma grande massa blogosférica que anseia trocar ideias com Pipoco acerca de cocós e golfadas seguidas de sorrisos lindos.

    ResponderEliminar
  10. 4001:
    1 minha (ok, pronto, 2 no máximo)
    1 da Palavras
    1 do nosso padrinho Zorro
    1 do nosso padrinho OCorvo
    7 dos restantes colegas regulares
    10 dos colegas irregulares
    3980 do Anónimo, para ler os seus próprios comentários

    é aproximado. depende um pouco da contingência de haver ou não fotos da esposa e de outras considerações estéticas do reino da subjectividade, e do ânimo do Anónimo.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo22.10.13

    Não deixaria de haver outra parte a abandonar a cena...

    ResponderEliminar
  12. Anónimo23.10.13

    Há Visões que são os meus comentários.
    "São visões que incluem o inverosímil e o disparatado, semelhanças de realidade, desassossego, ameaças, chamamentos de tentação, resíduos da memória entrelaçados no exotismo de uma ficção em que me observo como um desconhecido."

    Maria Helena

    ResponderEliminar
  13. OCorvo23.10.13

    Se enveredasse por esse caminho não sei se lhe seria atribuída grande credibilidade.
    Nem mulher nem filhos.
    Primeiro porque não se lhe conhece mulher legítima, e segundo porque se lhe reconhece a sabedoria para saber que fazendo amor com a cunhada só saem sobrinhos.

    ResponderEliminar
  14. OCorvo24.10.13

    Parece-me que o caro Pipoco desta vez naufragou as suas melhores expectativas com este post, que, constato sobremaneira admirado, ter tido um efeito diametralmente oposto ao sem dúvida pretendido.
    As visitas, não sei; mas os comentários vão baixando na proporção da bitola que se eleva. Não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adelaide24.10.13

      Oh NÃO!
      O horror, a tragédia, o Apocalipse!
      Comentários, Please!
      Salgadetes, em vós se depositam as derradeiras esperanças de salvação.
      Please. Please!!

      Eliminar
    2. Só duas pessoas reais comentam no blogue do Tio Pipoco: Eu e ele!

      Eliminar
    3. Anónimo24.10.13

      Não deixa de ser um comentário interessante.

      Eliminar
  15. Anónimo24.10.13

    Eh pá, não!

    ResponderEliminar
  16. A proclamação de aspectos da vida pessoal em termos tão pouco explícitos por parte do nosso anfitrião suscita as mais subjectivas interpretações.

    Como sujeito interessado que sou, após apurada pesquisa, com auxílio de investigadores privados, muitas luvas, consultas com o prof. Bambo e diversos ilustres cartomantes, consegui vislumbrar um pouco através do véu.

    É errado aquele pressuposto do eremita ocasionalmente rodeado de velhinhas a falar dos netos entre o café e o regresso à solidão da montanha.

    O nosso amigo, descendente do Avô Maçaroca de Milho e da Avó Abelha Rainha, tem uma vasta família, a Dona Tia Pipoca de Caramelo, esposa, e 3 deliciosas pipoquinhas.
    Encontrei-os todos , alegremente, numa embalagem de pipocas no Colombo enquanto a Bela Palavras resolvia o problema da mala samsonite.
    Acompanhei com uma cola light e fiquei satisfeito.
    Cumprimentos e obrigados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo24.10.13

      ....E depois desse encontro profícuo fica muito bem explicado por que razão certos posts são escritos por mulher ("quão harmoniosa é a relação com a sua mulher"), e ainda a leveza de certas máximas que até podem ser "tiradas" das pipoquinhas.Belo trabalho, Onónimo.

      Eliminar
    2. Eu vi o onónimo, no Colombo. Levava um cravo branco na lapela. Uma pena aqueles seguranças terem-no levado, em braços, arrastado até à porta que dá para os autocarros. Desatou a querer comer tudo o que era pipoca... uma vergonha!

      Eliminar
    3. OCorvo24.10.13

      Ah! Então era aquele gajo que armou lá uma escandaleira de criar bicho?
      Eu também vi. Aquilo deu brado. Gritava desenfreado:
      Pipocas a mim, levem as malas daqui!
      Mala para ti, Pipocas para mim!
      Nem que dispam o biquíni, Pipoca não sai daqui!
      Com Pipocas à mão, tenho sempre salvação!
      Com Pipocas a preceito, salva-se sempre este sujeito.
      E por aí adiante.
      Foi mesmo um vergonha, foi. Quem diria.

      Eliminar
  17. Bom, vamos lá ver uma coisa: Estou aqui enfiada num gabinete com janela, por onde vejo chover. Na televisão (sim... além de janela tenho tv. Sou uma sortuda!) dá um jogo de futebol e toda a gente sabe que eu não gosto de futebol, e nos outros canais não sei o que dá porque nem me apetece procurar. No meu computador estou dividida entre várias tarefas e quando resolvo descansar a vista e ver algo diferente, porque estou entediada... deparo-me com o mesmo post de há 2 dias! 2 dias?! Caramba... Isto já está fermentado. Daqui a pouco tem larvas. Pode, por favor escrever outra coisa? É que me apetece, percebe? Vá... beijinho.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo24.10.13

    Acontece-me o mesmo que a si, mas depois lembro-me que a última vez que o mesmo post esteve vários dias, PMS tinha uma má razão muito forte. Espero que desta vez seja uma boa razão.

    ResponderEliminar
  19. Caro Pipoco, também vou escrever um comentário para ajudar a chegar aos 50, se é que é esse o objectivo deste silêncio que nos esmaga, a nós, seus fieis seguidores (a mim por acaso também esmaga saber que em reduzindo o número de visitas diárias drasticamente chegar-se-ia a umas míseras quatro mil.... eu adoraria saber como se faz para ter umas míseras vinte, vá vinte e uma).

    E por favor, mantenha lá o seu estilo, não mude de canal, não?
    Abraço.

    ResponderEliminar
  20. Não é o filho que é precoce nas tiradas! O filho é nosso e dai querer deixar registado...
    Que mal advêm daí ao mundo?
    Não são as crianças o melhor do mundo! ;)

    ResponderEliminar
  21. Estamos a ser castigados por ainda não termos atingido os cinquenta comentários?! É isso?

    ResponderEliminar
  22. Estou tentada a escrever vinte e dois comentários de seguida.... :p
    (mas... tenho vergonha...)

    ResponderEliminar
  23. Anónimo25.10.13

    Escreva Palmier, escreva.

    ResponderEliminar
  24. Comentário 31. Vá malta, bora lá chegar aos 50! Somos fortes e conseguimos! Só faltam 19. Força!!!!
    (Ele está atento. Ele vai publicando os nossos comentários. Ele só está a querer medir forças. Não o vamos deixar ganhar, pois não? Hum?! Somos Homens ou somos ratos?)

    ResponderEliminar
  25. Anónimo25.10.13

    O Pipoco é responsável pelo desenvolvimento de comportamentos compulsivos. Nos seus escritórios há pessoas a atualizarem obsessivamente a sua página e a descabelarem-se desesperadamente.
    "Escreveu? Não escreveu?? E agora o que vai ser da minha vida?? Já não razões para sorrir...oh que tragédia...oh que horror:((("

    :)))

    ResponderEliminar
  26. Anónimo25.10.13

    Estará a ponderar a questão do sobrinho sobre enveredar por outro caminho ? ( ver post)
    E já está a observar as mil e muitas fotografias dos bebés fofos que tem recebido ? SOS PMS !!

    ResponderEliminar
  27. Quase, quase, quase que esta caixa de comentários me fez lembrar as do maradona.
    Há toda uma outra vida a decorrer nos comentários. Só falta um video de vez em quando... :D

    ResponderEliminar
  28. 48, 49, 50... aqui há gato, são estes post que me fazem ainda vir aqui, alem do Tio Pipoco, do RP quantos mais escrevem aqui ?

    Vou dormir amanhã é dia de trabalho, sabia ? não sabe mas eu digo-lhe, que meia dúzia de boas secretarias podem facilmente dirigir uma grande empresa (na sombra) .

    ResponderEliminar
  29. Só mais uma coisinha, o Seagull, não "era" na Praia da Figueirinha nem em Galapos, ficava a meio, depois daquela curva onde alguns ficaram para sempre.

    ResponderEliminar