04 junho 2013

Acabou de acontecer

Acabei de ganhar Eça na Feira do Livro. Coloquei uma rodela de plástico numa coisa, aquilo bateu uns pregos e foi parar no buraco que dizia que ganhei "O Mandarim". Podia ter calhado noutro buraco e eu teria ganho um livro pequeno com uma galinha desenhada na capa, podia ter calhado no buraco do livro que me pareceu ser de auto-ajuda, podia ter calhado no buraco do livro infantil. Calhou no "Mandarim", o único que valia a pena.

Acho que isto é a história da minha vida.

11 comentários:

  1. és um homem cheio de sorte...calha-te sempre tudo que 'valia a pena' de entre tantas possibilidades que a vida sempre apresenta? Mas, que grande sortudo!

    ResponderEliminar
  2. ora aí está um gosto que partilho, Sir Pipoco. Eça e o Mandarim, perfeito.

    ResponderEliminar
  3. Sinto-me indignada comigo. Hei-de ter-lhe passado ao lado e não o reconheci!

    ResponderEliminar
  4. Vejo que foi à presença, portanto.

    Teve mais sorte que eu, que "caí" no de auto-ajuda. Deve ser um sinal...

    ResponderEliminar
  5. Ahahahahahahahah!! Enlouqueceis-me!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo5.6.13

    Li "O Mandarim" aos 15 anos.
    Há lá coisa mais snob que dizer isto...
    Experimente lá.

    ResponderEliminar
  7. hum... não sei, não. Sempre achei que os livros pequenos, com maus desenhos na capa, podem ser surpreendentes.

    ResponderEliminar
  8. Já estava escrito... E o livro também, claro....

    ResponderEliminar
  9. Sorte,se fosse a mim saía a galinha mesmo: )

    ResponderEliminar