15 novembro 2012

Um homem percebe que controla as emoções...

...quando, depois de sair de uma sala de audiências, já atrasado para voar para o Porto, sabendo que ainda vai ter que passar pelo escritório, debaixo de chuva inclemente, chega ao carro e ele está (muito justamente) bloqueado e um homem, neste contexo adverso, consegue respirar como lhe ensinou a professora de ioga, consegue pensar como lhe ensinaram no xadrez, consegue não mandar tudo para a puta que pariu.

18 comentários:

  1. A Lei de Murphy. quando toca... eu cá acho que deixava fluir o palavreado...let it all out !!!

    ResponderEliminar
  2. Isso é que é controlo, mais obstáculos sff! ;)

    ResponderEliminar
  3. :) que anda a fazer nesses sítios mal frequentados e perigosos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cuca, os meus amigos tendem a pensar que fico bem no papel de testemunha...

      Eliminar
    2. Anónimo16.11.12

      os meus também.
      E de momento assustou-me, tio. É que aprendi que não há nada mais rebuscado que um advogado com sede de vingaça (revelam-se quando contrariados nisso dos afectos). De fugir!

      AS

      Eliminar
    3. Hum... não sei, não...isso de ficar até às contra-alegações é coisa de parte...

      Eliminar
  4. A verdadeira questão é: veio ao Porto e nem convidou para um café?

    ResponderEliminar
  5. nunca imaginei que fosse advogado! para quando um dos seus textos inteligentes sobre o nosso bastonário?

    ResponderEliminar
  6. Controlará os sentimentos, já a lingua... Os palavrões ficam tão mal a toda a gente, mas a um snob chic ficam ainda pior. Mas isto é só um blog e cada um escolhe o que quer escrever. Dias melhores virão. Digo eu, uma otimista incurável.
    Marta

    ResponderEliminar
  7. Mas o Pipoco não é advogado.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo17.11.12

    Diz quem sabe, que isso de reprimir os sentimentos não é coisa saudável. Reveja lá isso, não vá ainda a coisa dar-lhe cabo do sistema imunitário.
    sc

    ResponderEliminar
  9. pássaro viajeiro17.11.12

    Grande coisa controlar as emoções vindo de um sportinguista, como se o vosso clube já não vos tivesse vacinado para isso, ora!

    ResponderEliminar
  10. Controlou foi nada, pelo menos o blog serviu para descarrgar, pelo que li.

    ResponderEliminar
  11. A verdadeira questão é: veio ao Porto e nem uma bolachinha?
    Eu cá sinto que de repente me vi num rol de pretensiosismos do pipoco, que acha que é todo bom, mas depois vem cá acima e chapéu. E só mais uma coisinha, o pipoco não é advogado, ok? Ai o caraças... O PIPOCO NÃO É ADVOGADO, NÃO É! EU É QUE SEI!
    Dixit.

    ResponderEliminar