25 outubro 2010

Os problemas das mulheres

Confundir "ter uma vida boa" com "ter alguém que me paga as contas".

23 comentários:

  1. Diz-me que mulheres conheces, dir-te-ei quem és.

    O problema dessas mulheres, não é confusão de conceitos, é falta de autoestima, segurança, independência, orgulho...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo25.10.10

    Mulheres? Adolescentes talvez, e só algumas.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo25.10.10

    ã? o quê? como?
    Importa-se de repetir?
    Não oubi benhe, de certeza...

    ResponderEliminar
  4. Isso não são sinónimos?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo25.10.10

    Eu tenho "alguém que me paga as contas", pois nao trabalho fora de casa, mas isso, em economia, também representa trabalho, só não é pago. E qual é o problema? Alguma mulher (ou homem) pediu-te para para pagares as contas dela (ou dele)?

    Nao têm mais nada com que se preocupar, sem ser com a vida dos outros?

    E não vejo qualquer relação entre "ter uma vida boa" com "ter alguém que me pague as contas", a nao ser que isso suscite alguma inveja.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo25.10.10

    Ah, e não tenho qualquer problema ou falta de autoestima, segurança, independencia ou orgulho. São tratos, contratos que se fazem e os de fora nada têm a ver com isso.

    Aliás, na sociedade portuguêsa é preciso ter uma enorme segurança, orgulho e autoestima para se chegar à frente e dizer que é dona de casa. Tal como é preciso tudo isso para deixar uma óptima carreira para seguir a sua família, com tudo o que isso implica.

    ResponderEliminar
  7. Eu pensei que, nos tempos que correm, as mulheres tinham aprendido a dar valor às evoluções conquistadas pelas nossas ancestrais feministas. Pensei mesmo que estávamos cada vez mais empenhadas em conquistar o nosso lugar no mercado de trabalho, rivalizando com os homens e provando que sim, somos mulheres mas sabemos triunfar.
    Qual não foi o meu espanto quando tive a seguinte conversa com uma amiga minha (na casa dos vinte).
    Diz-me ela que vai casar e eu, surpreendida pelo facto de a mesma ainda não ter terminado o curso e não ter trabalho, pergunto "então mas vais viver do quê?". Que pergunta estupida a minha, ainda por cima dirigida a uma menina rica e à qual os pais ofereceram casa nova e um casamento de luxo. Bom, mas a estupidez já estava feita e recebo a seguinte resposta "entao, mas o D. ganha super bem, por ele e por mim. Só preciso de uma mesada para vernizes e roupinhas, e está tudo bem."

    São estas as jovens do século XXI? Quero pensar que não. Até porque sendo eu própria uma jovem dos tempos modernos, não tenciono (e aliás já o cumpro) viver às custas de quem quer que seja!

    ResponderEliminar
  8. Pois deve escolher bem pipoco (me encanta este nome).
    Uma mulher que queira ter a alguem só para pagar as contas nao o merece e nao o ama. Mas isso quer dizer que a culpa pode nao ser dela e é porque esta acostumada a homens assim: sem valor, inseguros e acostumado a ter dinheiro para comprar tudo... Espero que nao seja o seu caso ja que tenho boa imagem de si. Quanto as senhoras que se chateiam por ler estas coisas, nao o facam porque só voces sabem o valor que teem e nao necesitam justificar... apenas rir-se. O pipoco pode ter escrito isto porque pensa assim ou alguem lhe comentou algo, nao? Agora tambem se existem mulheres assim, que nos importa? Cada um é como é e nao se esquecam que nós nao devemos julgar ninguem, ou quem vai atirar a primeira pedra?!!! Bem, aqui lhes deixo un grande abraco, desde Mexico :)

    ResponderEliminar
  9. O problema das mulheres está equiparado ao problema dos homens
    queres ter empregada ...alguém que que te apaparique ...

    ResponderEliminar
  10. infelizmente ninguém me sustenta, mas seria fofinho.

    ResponderEliminar
  11. Isso são mulheres de que tempos, exactamente?

    ResponderEliminar
  12. Agora até me apetece dizer palavrões.. Desculpe lá Pipoco mas eu trabalho que nem uma ursa, tive uma carreira conquistada a pulso numa prestigiada multinacional, tenho a minha própria empresa, formada a partir de um insight de génio, a qual não podia estar a facturar mais (poder podia mas aí eu já não dormiria) e lamento desiludi-lo... a minha vida seria muito melhor se houvesse alguém para pagar as minhas contas e se eu não tivesse mais com que me preocupar a não ser com o último concerto da Gulbenkian, que estância de Ski escolher ou em que cidade Europeia passar o fim de semana, sempre gostava muito de saber quem foi a gaja que inventou essa porra da liberdade e direitos femininos que teria uma conversa com ela... uma gaja que não trabalhava madrugada dentro, tenho a certezinha..

    ResponderEliminar
  13. O problema dos posts das oito da manhã, é que não se fazem sozinhos.

    ResponderEliminar
  14. Stiletto, tem toda a razão. Farto-me de rir com as mulheres que censuram as outras por optarem por não trabalhar. Não é uma decisão maravilhosamente inteligente?

    ResponderEliminar
  15. Esse não é um problema só de mulheres! Também é um problema dos homens acharem que as mulheres são todas iguais.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo26.10.10

    De facto ,tem toda a razão.
    Mas sabe porque existem mulheres com esta «filosofia de vida »?
    Porque há mercado para isso!!
    Porque há homens que não procuram numa mulher uma companheira na verdadeira acepção da palavra ,querem uma bonequinha ,que não chateie muito,e que possam exibir aqui e ali.Claro que a manutenção da dita bonequinha é por vezes dispendiosa...
    Note porém que as generalizações são regra geral injustas ,e não falo daqueles (mulheres e homens)que abdicaram de carreiras em prol daqueles que amam .Sendo que abdicar ,implica perder algo que se preza ,e não passar a viver à custa de ..
    Susana

    ResponderEliminar
  17. O problema dos homens:
    confundir as mulheres que querem "uma boa vida" e as que querem "ter alguém que lhes pague as contas"

    ResponderEliminar
  18. Anónimo26.10.10

    Pipoco ambiciona ter um hateblog de sucesso .Pipoco faz o quê ??Escolhe uma temática controversa ,à qual a sua audiência,que pelos comentários me parece maioritariamente feminina ,é particularmente sensível.Pipoco é esperto ,muito esperto...
    Susana

    ResponderEliminar
  19. Stiletto: não poderia estar mais de acordo!

    Susana (anónima): também concordo plenamente! Mente 'iluminada' a do pipoco hã?...

    'Bjinho bom' Pipoco

    ResponderEliminar
  20. ou és tu que achas que só vales pelo dinheiro que tens?

    ResponderEliminar
  21. Stilleto, concordo consigo!
    Quando eu vivia en Portugal era directora de uma empresa internacional e tinha a minha propria empresa e uma filha. Sabe quando descansava? Quem sabe... Agora vim viver para o Mexico, tenho um marido que me paga as contas, tenho uma empregada, mas continuo a trabalhar, a diferenca é que agora trabalho quando quero, ja que a empresa nao me exige tanto. Isto para dizer-lhes que as duas situacoes sao bem validas e nao importa como somos ou como pensamos, o importante é sabermos que temos o nosso valor. A mim nao me preocupam minimamente este tipo de afirmacoes... E chicas, se nós nao nos valorizamos, quem o fará? Aquele abraco para todas

    ResponderEliminar
  22. Diabo de saias27.10.10

    Há algo melhor do que ter uma vida boa??
    Valorizem-se meninas, não dependemos deles para nada e temos direito ao melhor e não somos as criadinhas dos meninos como foram as nossas mães.

    ResponderEliminar
  23. Onde está a dúvida?29.10.10

    elas acomodam-se à boa vidinha à comta deles como lapas. O resto é letra.

    ResponderEliminar