01 setembro 2010

Post longo, porém bastante aceitável

Nós, os da tribo dos blogs com, digamos, mil e quatrocentas visitas durante os dias úteis, ficamos deslumbrados com tanta gente que nos lê. Mil e quatrocentas pessoas é aquele número de pessoas que, em estando tempo agradável, assiste aos jogos da União de Leiria, não sei se estão a visualizar, é imaginar as imagens do Domingo Desportivo, o eco dos gritos dos jogadores, o estádio vazio, isso são mil e quatrocentas pessoas a assistir, é isso que temos nos nossos blogs maravilhosos.

Isto já seria suficientemente deprimente, mas a coisa ainda é pior, há duzentas pessoas que aqui chegam pela mão do tio Google, no meu caso, quase sempre buscando "homem extremamente inteligente e dotado de sentido de humor", em vendo a pipoca ali no canto inferior esquerdo, ou direito, agora estou a editar e não me lembro de que lado está a pipoca, mas, dizia eu, os que aqui chegam pelo motor de busca demoram-se aqui o exacto lapso temporal que eu demorei a perceber as qualidades intrínsecas do guardião Roberto. Ficam mil e duzentas, portanto.

Das mil e duzentas, quatrocentas chegam aqui por engano, isto está linkado em vários blogs de qualidade, os dois posts diários publicados a cirúrgicas horas garantem que este blog fique no topo das listas de links e as pessoas, quatrocentas, chegam aqui como podiam chegar a outro blog qualquer, dá-lhes igual, clicam no primeiro da lista e, à hora do pequeno-almoço e do almoço, o primeiro sou eu. Restam oitocentas.

Dessas oitocentas, duzentas são familiares meus ou amigos a quem lhes dói a alma verem-me passar esta penitência. Chegam aqui por solidariedade e para ver se eu me aguento à bomboca, havendo alguns que aqui chegam na secreta esperança de me ver perder a aposta. Ficam seiscentas.

Dessas seiscentas, metade chegam aqui por ouvir falar, conversa de cabeleireiro, e tal, ou então foi uma amiga que disse à prima que havia um blog com o nome tal. Chegam aqui, verificam a qualidade do produto e seguem para blogs a sério. Restam trezentas.

Dessas trezentas, contabilizo duzentas pessoas que são leitores flutuantes, ficam porquem leram um post que lhes tocou fundo nos corações, ficam por uma semana ou duas, verificam que eu não tenho arte para lhes tocar o coração uma segunda vez e seguem viagem, "o tipo prometia tanto, e afinal...".

Dos cem que restam, cinquenta queriam realmente ir ao blog da Pipoca e chegam aqui por engano. Verificam o caminho certo, dizem entredentes "que maçada, hoje nada me corre bem" e seguem para mais um boletim da noiva.

Ficam então cinquenta exigentes leitores, este blog vale cinquenta fiéis leitores, inteligentes, sãos de cabeça, que, em dias em que lhes apeteça são capazes de adivinhar que post escreverei a seguir, são os que realmente conseguem entender a elevada carga subliminar da coisa.

E pronto, basicamente o que me apetecia dizer é que queríamos um avançado com dois metros de altura, o tal pinheiro, e afinal comprámos um médio mais baixo do que eu. E um guarda-redes, quase me esquecia do guarda-redes.

18 comentários:

  1. eu faço parte desses últimos 50 que vêm cá porque gostam, apesar de nem sempre comentar :)

    ResponderEliminar
  2. hüila1.9.10

    un bisou pour toi aussi

    ResponderEliminar
  3. Ena, tanta visita diária... os meus parabéns! Quanto ao tal pinheiro, diria que arranjámos uma oliveira pequena e pronto... Vamos lá ver se dá azeitonas!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Eu cá sou como um Torreense, de vez em quando elimino um grande na Taça, mas a verdade é que não passo da terceira divisão.

    ResponderEliminar
  5. Estou perplexa. Tantas categorias e nenhuma em que eu me encaixe!
    É por hábito, está no Google Reader.

    E só investigo os blogues alheios por maldade pura, quando são tão maus que raciocino, com toda a lógica, que devem ter escolhas igualmente más. A minha lógica tem-se revelado irrepreensível, partilho pérolas autênticas descobertas por essa via com duas ou três bloggers, em privado, e rimos como umas taradas.

    ResponderEliminar
  6. Eu por acaso faço parte dos 1400 que vão ouvir o vento a passar no Magalhães Pessoa. Até o Marrazes tem mais adeptos. Mas agora com o União a jogar em Torres Novas, a coisa vai compor-se. Estou com um feeling.

    E os guarda-redes... ai os guarda-redes. Doi-me a alma só de pensar.

    ResponderEliminar
  7. Pipoco, vai ser desta. Nada bate a tecnologia alemã.

    ResponderEliminar
  8. faço parte desses últimos 50! que fixe. (mesmo à pita).

    ResponderEliminar
  9. Pipoco, gostei deste Post nem por isso muito longo, porém muito revelador.

    :)
    Cadês
    Almofariza

    ResponderEliminar
  10. Coisas minhas2.9.10

    Pipoco, querido, então que tal, han?, olha, só cá por coisas, e tal, já alguém te disse, pipoco, pá, faz-me um filho!!!, han?

    ResponderEliminar
  11. A mesmo do faz-me um filho!2.9.10

    Ao menos o Timo Hildebrand é bom pra xuxu!

    ResponderEliminar
  12. Apliquei essa fórmula matemática ao meu blog e concluí que tenho um quarto de leitor.

    ResponderEliminar
  13. Eu vim cá parar porque queria aprender como fazer umas boas pipocas salgadas.

    ResponderEliminar
  14. Eu venho aqui porque tenho um lado masculino muito desenvolvido na minha personalidade e gosto de ler metáforas futebolísticas para descrever sentimentos ;)

    ResponderEliminar
  15. Bem, eu acabei de chegar por isso ainda não sei onde me vou encaixar ao certo.

    Posso é dizer-te, ainda que não me pareça que esta informação te sirva para alguma coisa, que no meu blogue também são muito menos aqueles que estão realmente presentes do que os que me visitam por mil e um motivos (ainda que eu não tenha feito uma pesquisa tão detalhada - e engraçada - acerca desses motivos).

    ResponderEliminar
  16. será que vamos ter 50 comentários e assim descobrir os tais verdadeiros leitores?
    Palpita-me...

    ResponderEliminar
  17. Anónimo19.9.10

    Há ainda outra categoria, que são aqueles que vêm ao único blog cor-de-rosa que não aderiu à fabulosa forma-de-escrever-com-traços-a-separar-as-palavras-porque-somos-todos-tão-(pouco)originais. P-Q-P!

    ResponderEliminar