03 maio 2010

Toda a verdade sobre os cup-cakes

Na sexta-feira passada eu não fazia ideia do que fossem cup-cakes, graças aos céus que não faltou quem me elucidasse para a problemática, daqui vos agradeço, a vida é mesmo assim, eu não posso estar em todo o lado, sei umas coisas e não sei outras, perguntem a quem quiserem e todos vos dirão "O Pipoco? Ah, o Pipoco sabe umas coisas e não sabe outras", mas acontece que ontem se deu uma conjuntura astral de tal forma alinhada que os desígnios do universo me colocaram frente-a-frente com uma selecção de cup-cakes durante o meu périplo pela Feira do Livro, estava eu com um livro grosso debaixo do braço, e depara-se diante destes que a terra há-de comer, espero que esse dia aziago venha longe, de qualquer forma, quando esse dia chegar estou certo que não lhe falo, depara-se diante de mim, dizia eu, uma montra cheia dos designados cup-cakes e eu sou como o Liedson, deparando-se-me uma boa oportunidade não a enjeito e deu-se o caso de adquirir, pelo dobro do preço que me custa um café Delta no Harrod's do aeroporto, um exemplar desses designados cup-cakes, minhas senhoras e meus senhores, eu sei que a minha palavra é ouvida, aquilo é certamente a pior patranha que se me deparou nos últimos vinte anos, e notem que eu sou do tempo em que se dizia que o Carlos Martins era bom jogador da bola, aquilo, minhas senhoras, é um queque, dos mauzinhos, coberto com uma pasta feita de corantes e conservantes de cores variadas, tudo polvihado com aquelas bolinhas de mais corantes e conservantes que eu pensei que ja não se vendesse, está bem que as miúdas do Sexo e a Cidade comiam daquilo, mas reparem bem o estado a que chegaram aquelas mulheres, ninguém lhes pega, ninguém me tira que foi de comerem daquelas porcarias em vez de uma boa salada de alface e tomate, eu sei que fazia falta a palavra de um opinion maker respeitado para que se acabasse com o mito, pois cá está essa opinião, os cup-cakes são mesmo ruins, quem comer daquilo que não apareça na mesma praia que eu frequentarei este Verão.

25 comentários:

  1. AHAHAH ontem também estive nessa barraquinha da feira do livro a olhar para eles. Só que depois pensei : "2 euros por um queque colorido?? Vão gozar p outra freguesia" e zarpei dali antes que fosse tarde.

    ResponderEliminar
  2. Nunca comi um queque desses, prefiro chamuças.

    ResponderEliminar
  3. :|

    Sim... oxalá as pessoas menos bonitas não poluam visualmente a sua praia. O_o

    ResponderEliminar
  4. Eu é mais alheiras de caça.
    E chamuças, também gosto de chamuças!
    E salpicões a saber a fumeiro.
    E agora que me lembro, também me lambuzo toda com umas belas postas de bacalhau ensopado em azeite e alho com batas a murro.
    E nacos de carne valentes a sangrar como se não houvesse amanhã.
    E cabrito estufado, que eu não aprecio o bicho assado.
    (sou do Douro, que fazer?!)

    Agora, aquelas coisas demoníacas?
    Só se for para enfeitar a festa do primeiro aniversário da minha filha, que são coloridas e ficam bem assim como centro de mesa...

    ResponderEliminar
  5. Nem quero saber como são as quecas de quem aprecia tais queques...
    E com este triste comentário me retiro. Tenho para mim que hoje não estou bem.

    ResponderEliminar
  6. que tanga, isso é porque não comeste nenhum! comi o meu primeiro e único cupcake em londres e garanto que foi uma coisa do outro mundo. claro q pode ser da loja
    http://hummingbirdbakery.com/cupcakes/
    sao divinais
    eu tb gosto de chamuças, uma pessoa pode gostar de várias coisas ao mesmo tempo, nao?

    ResponderEliminar
  7. de cada vez que vejo um americano a comer o belo do seu cupcake, naqueles cafes da moda do Village, rio-me pra dentro....numa de coitaditos, vcs nao sabem o que é bom...tanto package para tao pouca substancia...aquilo é tudo artificial e por falar em artificial, de resto, pra manias de betos, nao ha cu...

    ResponderEliminar
  8. Ai valham-me os deuses.
    Que tio mais mal informado.
    Como tudo na vida, há cupcakes e cupcakes. E, claro está, os que por aí se vêem nada tem a ver com os da série nem com outros que tais.

    ResponderEliminar
  9. Os salgados mantêm comigo, e já à alguns anos, uma relação de amor. Já os doces, nunca nos demos muito bem. Cup-cakes, nunca provei nem tenho curiosidade nenhuma nisso. E, cá para mim, tu és o arrumadinho!

    ResponderEliminar
  10. LOLOLOL

    A mim sinceramente não me suscitam qualquer interesse...ainda bem se nao estava bem lixada, gulosa como sou... :)))

    ResponderEliminar
  11. os unicos cupcakes que valem a pena são os da nigella (http://cdgabinete.blogspot.com/2008/02/cupcakes-da-nigella.html)! e não estao à venda na feira do livro.... mas se forem feitos em casa... oh maravilha!
    (ainda assim, é de salientar que não há cup cake nenhum que seja melhor do que uma bela nata ou uma bola de berlim!)

    ResponderEliminar
  12. Anónimo3.5.10

    Os meus queques, feitos em casinha, quentinhos, são uma delícia. Uff! Ainda bem que não posso frequentar praia alguma!
    (Desconhecia que a praia era só para gente bonita e elegante... Este blog começa a ficar igualzinho aos outros, que colocam de parte as pessoas que não são bonitas e magras... É pena. Pensei que estívessemos perante algo diferente.)

    ResponderEliminar
  13. Anónima, espere, não tire conclusões precipitadas...

    (eu próprio não sou bonito nem elegante)

    (claro, compenso noutros aspectos...)

    ResponderEliminar
  14. ahaha, também passei nessa mesma banca no sabado e pensei a mesma coisa. Claro que também provavelmente se deveu a nem sequer querer provar porque, lá está, essa questao da praia pesa muito.

    ResponderEliminar
  15. Ahahahahahha! O preço se calhar foi por ter nome internacional, se se chamasse 'queque' seria a um terço do preço! ;)

    ResponderEliminar
  16. Eu como tudo ! E frequento a praia ! :)lol

    www.cupcake.cake

    ResponderEliminar
  17. O Pipoco escreve de uma maneira deliciosa. Bem mais deliciosa que os tais cupcakes que é coisinha que eu nunca meterei à boca.

    ResponderEliminar
  18. Pelo amor da santa não é por um cupcake que se deixa de ir À praia. As pessoas andam praí a enfardar croissants e não sonham que aquilo tem as calorias de um almoço.

    Quando se compra o cupcake não se compra um bolo delicioso, compra-se uma coisa bonita. Eu gosto de coisas bonitas.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo4.5.10

    Vocês já estão a ir aí para a praia?
    Aqui ainda faz muito vento.

    CMD

    ResponderEliminar
  20. Gena4.5.10

    O cupcake usa-se, está na moda, não é para comer! quando se quer comer, compra-se um pastel de nata ou uma bola de berlim, verdadeiros ícones da patisserie nationale!
    Postas as coisas nos seus lugares, a vida torna-se mais fácil, Pipoco.

    ResponderEliminar
  21. Anónimo4.5.10

    o que me diverti com este post escrito "à la saramago". sim, tem muita razão o sr. pipoco, e não sei como é que mais gente não se apercebeu que os cupcakes não passam de queques travestidos. ainda por cima chegam ao nosso país com o patrocínio do sexo e a cidade mais o selo de iguaria fetiche dessa metrópole superior que é nova iorque, pessoas que nem olham para os simples queques são capazes de ajoelhar aos pés de um cupequeique. bah, eu dispenso. não gosto de queques nem de mariquices, muito menos importadas e com o selo de "cool".

    ResponderEliminar
  22. A Gena tem razão, os cup-cakes estão na moda. E de tal maneira que até irrita.
    Aquilo não é um bolo, é uma fraude: não sabem a nada de especial.
    Com tanto bolito para bom que cá temos, e agora não se fala de mais nada a não ser desses quequezitos coloridos.
    Vamos lá mas é a engordar com bolas de berlim cheias de creme, pasteis de nata, mil-folhas, jesuítas, e tudo o resto.

    ResponderEliminar
  23. AHAHAHAHAH "QUEQUES TRAVESTIDOS"...MUITO BOM. Há CUPCAKES DELICIOSOS...e QUEQUES DANCAKE COM CHANTILI DE LATA POR CIMA...é como tudo na vida

    ResponderEliminar
  24. Aqui no norte ainda não chegou a moda, por acaso. Mas também bolos coloridos não fazem muito o meu género. para mim a doçaria é castanha de chocolate ou amarelinha. Doces cor-de-rosa e azuis... é que nem pensar.

    ResponderEliminar
  25. Isabel5.5.10

    Sim, sim, sãos ruins mesmo!!

    ResponderEliminar