24 maio 2010

Talvez...

...nunca tenhas ficado sem ar a vinte metros de profundidade, talvez nunca tenhas visto um homem morrer nos teus braços, talvez nunca tenhas visto nascer o teu própro filho, talvez nunca tenhas ido buscar um amigo ao mais fundo que se pode descer, talvez nunca tenhas andado à porrada por causa de uma ideia, talvez nunca tenhas dormido uma noite debaixo da Torre Eiffel, talvez nunca tenhas feito amor no convés de um barco no Egeu, talvez nunca tenhas ganho um rally das tascas, talvez nunca tenhas visto o sol nascer nos Alpes, talvez nunca te tenhas perdido numa tempestade de neve fora de pista, talvez nunca tenhas chorado a ouvir uma música, talvez nunca te tenhas ajoelhado defronte de um quadro, talvez nunca tenhas cozinhado para trezentas pessoas, talvez nunca tenhas ganho na roleta, talvez nunca tenhas apostado tudo o que tens num projecto, talvez nunca tenhas pensado numa língua que não é a tua, talvez nunca tenhas sido expulso de um país, talvez nunca tenhas conduzido um Alfa descapotável, a chover torrencialmente, talvez nunca tenhas cantado uma canção de amor a uma desconhecida em Verona, talvez nunca tenhas ido a Nova Iorque só para jantar, talvez nunca tenhas subido a uma montanha e depois não saberes como descê-la, talvez nunca tenhas sido a pessoa mais importante do mundo para alguém, talvez nunca tenhas arriscado ser despedido só para defenderes a tua equipa, talvez nunca tenhas apanhado lixo do chão sem ninguém estar a ver, talvez nunca tenhas atravessado um glaciar sem crampons nas botas, talvez nunca tenhas beijado a mulher errada.

Eu já.

46 comentários:

  1. Anónimo24.5.10

    "Talvez nunca(...)" e ainda bem!!!

    ResponderEliminar
  2. Porra, e achava eu que já tinha feito muita coisa...

    http://dosmeussaltosaltos.blogspot.com/2009/01/eu-j-visto-que-anda-uma-onda-desafiante.html

    ResponderEliminar
  3. Pipoco,
    mas o que é que ainda lhe falta fazer?

    ResponderEliminar
  4. Algumas dessas...
    Eu também já.

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito deste post. No ano passado escrevi algo semelhante e deu-me muito gozo escrevê-lo! http://chama-sevida.blogspot.com/2009/02/eu-ja.html

    ResponderEliminar
  6. Hummm... Falta-me o filho, o barco no Egeu, o glaciar e os crampons e os Alpes. Não sou pessoa de neve.

    :D

    ResponderEliminar
  7. Isso é que faz de ti uma pessoa interessante. Boas experiências.

    ResponderEliminar
  8. Talvez não, mas nunca é tarde :)
    (Parabéns pelo post)

    ResponderEliminar
  9. Ficamos (creio que posso falar por todas) ansiosamente à espera do rol dos 'Eu ainda não!

    Aí, veremos!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo24.5.10

    Parabens! Gosto mesmo de ler este blog.....um beijo especial

    ResponderEliminar
  11. Pipoco, adoro esse teu espirito!
    Admiro profundamente as pessoas como tu que não tÊm medo de ser felizes!
    MESMO!

    ResponderEliminar
  12. "talvez nunca tenhas visto nascer o teu própro filho"
    pois tivesse eu podido passar procuração a alguém e das duas vezes não tinha lá estado.

    ResponderEliminar
  13. a isso costumam chamar "viver"! não ha mta gente a conseguir fazê.lo. Só por isso, parabéns!

    ResponderEliminar
  14. Anónimo24.5.10

    Gostei. Ponto.
    Sandrina

    ResponderEliminar
  15. Ir a Nova Iorque só para jantar?
    Isso é um pouco excêntrico não é?

    Algumas experiências deixam-me cheia de inveja... outras são bastante assustadoras.

    Mas sem dúvida alguma são elas que tornam a vida interessante.

    ResponderEliminar
  16. Pipoco, o menino anda a pensar numa língua que não é a sua?

    ResponderEliminar
  17. Anónimo24.5.10

    Gostei muito do post mas como sou muito maldosa gostaria que o pipoco tabasco escrevesse a sua versão.Sim? Please. Cristina

    ResponderEliminar
  18. Rita, o divertido disto é que ainda está tudo por fazer!

    ResponderEliminar
  19. Pipoca dos Saltos Altos, você não se pode queixar. Muito bom, o seu "Eu já".

    ResponderEliminar
  20. Cat, Isabel, Borboleta, Um Dia, Sandrina, muito obrigado.

    ResponderEliminar
  21. Kelle, é o tipo de posts que dá gozo a escrever, sim. Obrigado.

    ResponderEliminar
  22. Rachel, eu estive só a assistir. E não fiquei com pena de não ser interveniente directo, isso não. (umas mulheres espantosas, as que têm filhos)

    ResponderEliminar
  23. Maya, é uma longa lista e, principalmente, é uma lista dinêmica. Mas é uma boa ideia de post, sim.

    ResponderEliminar
  24. S*, obrigado. Sim, é por isso que nunca me ouvem queixar da vida.

    ResponderEliminar
  25. Chronic writer, nem sabe o que anda a perder...

    ResponderEliminar
  26. Su, basta ter uns amigos nas companhias de aviação. às vezes desafiam-me e eu vou...

    (mas gostava de dizer que tinha sido para ir jantar com uma mulher...)

    ResponderEliminar
  27. Cristina, isso era capaz de ser arriscado...

    ResponderEliminar
  28. Tia Mais Velha, bem apanhado. Mas você sabe o que eu queria dizer, não seja assim...

    ResponderEliminar
  29. Pipoco, onde aprendeu essas maneiras? A Tia sabe que o menino sempre foi educado portanto não percebo o que lhe deu para agora usar esse "você". O Avô, com comenda e tudo, ensinou-lhe, e o menino deve recordar-se, que "você é estrebaria".

    ResponderEliminar
  30. Tia, a senhora vai-me desculpar, mas trato as pessoas por você. Abro uma excepção para si, quer?

    ResponderEliminar
  31. Pode-me tratar por Tia. Tia Mais Velha, se faz favor.

    ResponderEliminar
  32. Bonito. Parece uma vida interessante. :) Oh pra mim a ir jantar a Nova Iorque...

    ResponderEliminar
  33. Ai Pipoco, o menino sempre irrequieto. Sossegue um bocadinho. Que canseira.

    Beijinho da Tia

    ResponderEliminar
  34. Gostava de ter feito já metade do que consta nessa lista, mas cá me parece que vou num terço ainda.

    Sempre com vontade de cá voltar, lhe deixo um beijo Mr. Pipoco.

    ResponderEliminar
  35. Anónimo24.5.10

    Nunca estive a 20 metros de profundidade, nunca vi ninguém morrer, nunca vou ver nascer o meu próprio filho, nunca nenhum amigo meu esteve "no mais fundo que se pode descer" (mas se algum deles tivesse estado teria ido busca-lo com certeza),nunca andei à porrada (tenho outros metodos para defender os meus pontos de vista), nunca dormi debaixo da Torre Eiffel, nunca estive no Egeu, nunca estive nos Alpes, ja chorei muitas vezes a ouvir musica, ja me ajoelhei na frente de um quadro, nao sei cozinhar, aposto sempre tudo o que tenho nos projectos em que acredito, penso muitas vezes em ingles (mas so em ingles), nunca fui expulsa de um pais, nao sei conduzir, nunca estive em Verona, nunca fui a Nova Iorque,
    ja beijei a mulher errada e ja beijei o homem errado...
    Mas acredito que ja fui a pessoa mais importante do mundo para alguem!

    Um dia talves va a NY so para jantar ou faça amor no conves de um barco no Egeu ...


    ps.: ADOREI O POST
    PARABENS

    Ana

    ResponderEliminar
  36. E como é que se sobe 20 metros sem fazer patamares? Câmara de descompressão? (Não, uma sala cheia de asiáticas e óleos perfumados não conta.)

    ResponderEliminar
  37. Acredito, mas realmente ir para a neve não faz o meu género. Eu cá é mais praia, esplanadas, minis e caracóis, mas enfim, é por essas e por outras que o mundo não tomba. :D Estou neste momento a magicar uma posta para o meu pardieiro de misantropia, a que alguns chamam de blogue... com os já, os ainda e os talvez!!!

    Excelente post, senhor Pipoco, como sempre.

    ResponderEliminar
  38. Pipoco, fica a faltar um lista "Eu Nunca...". Depois deste post preciso de saber que há coisas que o Pipoco ainda não fez! =)

    ResponderEliminar
  39. Anónimo26.5.10

    Eu tb. (uma pequa parte, quer dizer...)

    carla R.

    ResponderEliminar
  40. Anónimo26.5.10

    permito-me este comentário porque me parece que o pipoco é uma pessoa (personagem?) que atenta nos pormenores. abstendo-me de comentar (não de pensar sobre) o - imponente - conteúdo deste post, não posso deixar de constatar que estou desiludida, na medida em que descobri que o pipoco diz "alfa" em vez de alfa romeo, o que me leva a supor que diga bm (bê éme) em vez de bmw (bê éme dabliu), and so on. e, na minha modesta opinião, não há muitas coisas mais parolas e possidónias (que é tudo aquilo de que o pipoco pretende, tão obstinadamente, vincar a distância) do que pessoas que se referem aos carros assim. e a classe de um homem, tão exaltada por si, (também) se vê por estes pormenores.

    pipa

    ResponderEliminar
  41. Muito bom! Muitas coisas feitas. Pelo menos a vida não foi completamente em vão :)

    ResponderEliminar
  42. "Você é estrebaria" Hahahahah Obrigado, passo o dia a dizer isso aos meus colegas de trabalho. Por alguma razão acham que a estranha sou eu. OBRIGADO!!!!

    ResponderEliminar