12 setembro 2018

Se me quiseres aborrecer de verdade

Fala-me do tempo, de preferência comparando este Verão com Verões de antigamente, tira retratos à comida que acaba de chegar à mesa, calça Stan Smith que não sejam verdes, conta-me histórias tuas com demasiada informação, diz-me que a barba me dá um ar mais pesado, oferece-me livros ruins, fala-me da vida de outras pessoas que não sejam o Senhor Pereira ou Madame Pereira, dá erros ortográficos que não sejam o meu erro ortográfico de estimação.

20 comentários:

  1. E, querendo aborrecer o Tio, podemos discutir a dicotomia muitas vezes elevada à categoria de tema fracturante por essa internet fora que é o "dar erros e fazer/cometer erros"?

    (Até quando se pode desejar bom ano sem parecermos aquelas pessoas que a meio de fevereiro ainda têm o pinheiro de Natal montado?)

    ResponderEliminar
  2. F......,
    voltamos aos erros ortográficos?!

    Diria o Tio Costa ao Avô Marcelo, naquele infindável mútuo gracejo de País bem de vida:

         meu caro, o erro ortográfico é a excepção que confirma a prosa escorreita

         ahahahah, Costinha! eles não vão perceber (e desde que não tenhas maioria absoluta...)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12.9.18

    De toda a lista, apenas tenho uns stan smith que não são verdes. Mas também tenho uns verdes, que comprei primeiro. Depois comprei outros de outra cor, porque adoro o modelo (não há nada mais confortável) e era estranho ter dois pares verdes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13.9.18

      Com todo o respeito (palavra de honra que estou mesmo a brincar), mas depois de ler este comentário percebi que da lista cumpre 2.... ou não acha que tanta justificação é um bocadinho aborrecida? Who cares?

      Eliminar
    2. Anónimo13.9.18

      Pipoco tem fans dedicados/as.

      Eliminar
  4. E que tal - para levantar o nº das audiências e comprovar o aborrecimento nº 5 - um retratinho, hein?... Isso é que era!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14.9.18

    Falar-te-ei do tempo mas daquele que passo aqui por breves minutos para esboçar um inevitável sorriso.

    ResponderEliminar
  6. Aproveito a oportunidade para felicitar autora do blogue - acompanho/leio há cerca de seis anos - pelos dez anos de boa escrita; http://maepreocupada.blogspot.com/
    Grata, caro Pipoco. Parabéns, Mãe Preocupada.

    ResponderEliminar
  7. Caro Pipoco

    E falar na rapariga da papelaria, aborrece-o ou não?
    Gosto muito mais dela...

    ResponderEliminar
  8. Anónimo14.9.18

    ó Pipoco..., responda lá à maria...

    ResponderEliminar
  9. Deixai-o descansar...deixai-o...
    Quando quiser, Pipoco responderá à Maria,
    a Maria já foi avisada, nada espera...

    ResponderEliminar
  10. Qual é o erro ortográfico de estimação de Pipoco?

    ResponderEliminar
  11. Ah, o labor da ambiguidade...

    Do clima, menina, fale-me do clima. O tempo é com a relatividade.
    Obviamente o Tio não vai gostar de retratos, à mesa, na praia, no campo... É sabido, quase ninguém é perfeito e imortal.
    Stan Smith? Revolucionário sul americano ou aquele sujeito do homem aranha?
    A barba dá mesmo peso. É a sério, não apenas aparência. Mas se ligar a lanterna do telemóvel (um bocadinho) no geral perde um bocadinho ainda mais bocadinho de peso, embora não compense o da barba.
    Poças, como compreendo, o meu filtro visual sobrepõe STOP sempre que o olhar tenta repousar na capa de um dos JRS, coisa frequente no supermercado.
    A vida das outras pessoas... A vida das outras pessoas... Não, confesso, não sai nada.

    Mas,...! Qual vem a ser o erro ortográfico de estimação?!
    vem comer gelado com noz?

    As minhas desculpas pela p... da homilia. Dia difícil no bloco.
    (as perguntas são retóricas...)
    ((queremos um post sobre futebole!))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15.9.18

      onónimo milita?

      Eliminar
    2. Anónimo15.9.18

      não, pilita!

      Eliminar
    3. raios e coriscos!

      o Bloco de apartamentos, o Bloco operatório, o Bloco geriátrico.
      o Bloco do Siza, um daqueles que serviu para tirar gente pobre de ilhas e colocá-las noutras ilhas um pouco menos desagradáveis que não lhes permitissem esquecer que continuavam a ser pobres.

      o pequeno fuzil por vezes não dispara, minha Nossa Senhora. dizem-me que "não faz mal" mas não acreditem. é embaraçoso.

      Poças,
      Queremos (eu e o Q.) um post sobre futebol!
      Ou política.
      Ou sobre a praga de fotos verticais na net...

      Eliminar
    4. Anónimo16.9.18

      e Bloco de esquerda...e central e psiquiátrico...

      ...fuzis neste tempo de grandezas? que tal um bacamarte?

      Eliminar
  12. Cláudia Filipa16.9.18

    Se me quiseres aborrecer de verdade

    Goza ou humilha pessoas, principalmente, quando te apercebes que não têm os mesmos recursos intelectuais que tu para, se quiserem, poderem defender-se. Diz tudo o que queres dizer, depois, demonstra todo o teu enfado, toda a tua falta de tempo, quando chega a vez do outro querer dizer qualquer coisa de si. Trata os empregados dos restaurantes, lojas, e por aí fora, como criados que estão ali para servir-te sem que mereçam qualquer delicadeza da tua parte, afinal, estás a pagar. Nunca estejas inteiro em momento algum, olha para, e mexe sistematicamente no telemóvel. Em vez de falares para as pessoas que estão à tua frente, fala como se estivesses a dar um show para uma plateia. Não resolvas os teus problemas amorosos, ou conjugais, na intimidade, com a pessoa a quem isso diz respeito, aproveita um encontro com familiares ou amigos e, perante a assistência, liberta todas as ferroadas que tens andado a guardar.

    (inspirada por este seu post e pelo da Susana)

    ResponderEliminar