29 dezembro 2017

Teremos sempre a segunda lei da termodinâmica, Ruben Patrick

Porque, em verdade te digo, a entropia num sistema tende a aumentar com o tempo, existirá um momento em que a desordem será tal que nada mais restará senão o caminho do equilíbrio. Na vida, Ruben Patrick, esse momento acontece quando alguém diz: "é melhor darmos um tempo".

8 comentários:

  1. Dom Pipoco anda tão circunspecto. Espero que o novo ano lhe traga ânimo.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo29.12.17

    e espaço, não será preciso?

    ResponderEliminar
  3. Entropia mesmo é pedirmos que nos falem em inglês não uma, não duas, mas três vezes, e a pequena dos queijos insistir em falar castelhano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo29.12.17

      fez o pedido em catalão?

      Eliminar
  4. Cláudia Filipa29.12.17

    Ruben, achas que o Tio, depois de já ter bocejado, retomado a coisa, ter ficado cheio de dúvidas, vai zangar-se muito com isto que estou prestes a fazer? É que vai ter de ser assim de supetão, ainda por cima num post que até fala de termodinâmica e de pessoas a darem tempos e assim, coisa séria e nada lamechas, portanto. E agora eu venho aqui fazer isto, completamente deslocado, olha, deseja-me sorte:

    Não sei se acontecerá um post de fim de ano, mas, nessa altura, já estarei numa terra muito, muito distante, um daqueles sítios que só uma pessoa deveras destemida se atreve a frequentar,(assim aqui mesmo ao lado em Espanha e faz de conta que a letra dentro deste parênteses está praticamente ilegível, mas pronto, estarei só com um nokia daqueles que só faz e recebe chamadas). Por isso, é agora, é agora que venho desejar que continue a ser imortal, que, a existir alguma mazela, seja só uma ligeira constipação, e, se os filisteus o chatearem, dê-lhes um calduço (também vale se for só metafórico) e siga em frente, que ainda por cima até sabe essas coisas da termodinâmica e tudo ( Ruben, se o Tio, nesta parte, começar a ficar seriamente enervado, a dizer que pareço as dos blogues das boas palavras, acalma-o, por favor).

    Tudo de bom para si, mesmo, mesmo, e voltaremos a encontrar-nos para o ano, imortais e com o Ulisses por ler.

    ResponderEliminar
  5. Caramba, até a escrever sobre a lei do financiamento dos partidos, senhor dom Pipoco faz jus ao lado do dom.

    (ou então fui eu que fiz uma leitura completamente errada deste post...)
    (foi a 'entropia' que o denunciou)

    ResponderEliminar
  6. Querido amigo Pipoco, que o seu ano novo seja muito bom, pleno de calor humano e de felizes concretizações.
    (e está a fazer falta um post dos fofinhos, não acha?)

    ResponderEliminar