18 agosto 2017

Uma coisa nova por dia

Boleia na pá de um tractor.

(eu não pedi, mas o velho basco que conduzia o tractor deve ter-se comovido com o meu ar de cachorrinho abandonado depois de quinze quilómetros de chuva, e sempre a subir ...)

9 comentários:

  1. Os seus ossos, Pipoco, veja lá isso. Nao há-de uma pessoa andar consumida de preocupações.
    (Há umas superfícies comerciais, das que até gostam de fazer parcerias com bloggers, que vendem uns impermeáveis muito catitas, mas no anúncio as pessoas estão sempre sorridentes e felizes, não têm ar de cachorrinho... )

    ResponderEliminar
  2. Venha para a praia Pipoco! Deixe-se de coisas bizarras!

    ResponderEliminar
  3. Cláudia Filipa18.8.17

    A Mirone tem razão, uma pessoa fica sem saber o que fazer, se deixa sair livremente o primeiro pensamento: "Ah! O nosso Indiana Jones!", ou se não será melhor pensar duas vezes e acabar por dizer: Pipoco, o Indiana Jones é um filme! Aquela gente tem duplos!
    (aí está mais uma coisa para mais tarde recordar)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo18.8.17

    so very typical!

    ResponderEliminar
  5. Aconselho sempre os familiares religiosos: se fizeres uma promessa escolhe um santuário na planície.

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto muito de tratores. Ando à procura de um muito mais pequeno que esse, para trazer para casa. Ou azul ou vermelho.

    Mas deve ter sido uma viagem tão boa quanto agreste. (bolas, até acho que estou com um bocadinho de nada de inveja)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo18.8.17

    Tio, quando faço "dessas" coisas malucas, cá por casa dizem "quem corre por gosto não cansa". Força tio, nessa sua empreitada,
    Vw

    ResponderEliminar
  8. Foto ou não aconteceu :p

    ResponderEliminar