24 julho 2017

Memorando para o tempo que falta até eu ter a idade para comprar um Porsche descapotável e, enfim usar uns Ray Ban Aviator

Usa o conjunto de palavras "o tipo é genial" com parcimónia e nunca antes de te munires de informação detalhada para as sustentares.

Só existe uma maneira de perderes volumetria no baixo abdómen e passa por te transformares numa pior pessoa.

O sentido de humor é um conceito de geometria variável, certifica-te que o usas com as pessoas certas no momento certo.

Não comentes quando a temática são os filhos. Ou a amamentação. Ou a vida pessoal. Ou a ideologia política. Ou a orientação religiosa. Ou livros ruins. Ou o que as pessoas vestem. 

Mima o teu pai e a tua mãe, ainda que eles contem aos teus amigos histórias da tua infância que tu preferirias que ficassem guardadas a sete chaves.

Revê aquele episódio do Black Mirror, o das avaliações das pessoas por aplicação de telemóvel.

Fala com pessoas, almoça com pessoas, convive com pessoas. Excepto nas tuas férias.

Sê mais tolerante com os menos rápidos de pensamento. E com os que gostam de gin com coisas a boiar.

Tem sempre um plano B preparado. E um plano C.

37 comentários:

  1. Sobre "até eu ter a idade para comprar um Porsche descapotável":

    Mironinho dixit: "Os meninos que gozam com o Diamantino sonham ter um descapotável quando forem grandes. Um descapotável?! Por favor, isso é carro de menina! A Barbie tem um descapotável, as Barriguitas têm um descapotável! Eu não sei como é que há homens que gostam de descapotáveis!"
    Claramente ainda falta muito tempo para a Mironinho querer comprar um descapotável. O facto de ser menina também não ajuda.

    Sobre o post:
    Introspectivo, Pipoco? Coisas de aniversariante?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esquecia-me. sobre os aviator:
      E aquele(s) post(s) sobre uma pequena de madeixas e unhas de gel?
      E aquele post com uma foto memorável (são todas, por razões diferentes) de uns óculos de sol que refletiam...? Não eram aviator? Esteve online tão pouco tempo, terei de viver com esta dúvida, tsss, tsss, tsss...

      #teamwaifarer

      Eliminar
    2. Mirone, sabe bem que a introspecção, a partilha com o vasto auditório enquanto, sorumbático e taciturno olho o horizonte, cofiando a barba de três dias, é a minha impressão digital...

      (sobre as palavras de Mironinho não me pronunciarei, atendendo ao quarto ponto da minha missiva. Não é que não houvesse ali material relevante...)

      Eliminar
    3. Mirone, respeito deveras quem conhece melhor a minha obra escrita do que eu próprio. Terei que ir averiguar, em tendo slot de tempo, mas asseguro-lhe que óculo modelo aviator é objecto que nunca entrou em contacto com a minha epiderme.

      Eliminar
    4. Foi um post efetivamente memorável, de tal forma que o Pipoco se apressou a retirá-lo. De outra forma ter-me-ia passado ao lado (Um post aparentemente inocente, num domingo de manhã, se não me engano, em que fotografava uma mesa com o livro que estava a ler. Os óculos ao lado do livro refletiam a sua imagem).

      Eliminar
    5. Mirone, ambos sabemos que temos distintas percepções do que é memorável. Recordo vagamente esse post, mas eu não serei a melhor pessoa para aquilatar destas coisas, não raras vezes me questiono sobre posts com pouco mais de três meses, perguntando-me o que quereria eu dizer com aquilo ou não me lembrando sequer que o teria escrito

      Eliminar
    6. Não foi de manhã, foi à hora de almoço. :D

      Eliminar
    7. Também te lembras! :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      (está a ver Pipoco, há quem ainda se recorde mais vividamente!)

      Eliminar
    8. Ali em cima é wayfarer.

      Eliminar
    9. Anónimo24.7.17

      (Tio Pipoco num almoço chique de bloggers!...vividamente inesquecível :DDDDDD)

      Eliminar
    10. Adorável Palmier, sempre atenta à minha obra publicada. Que assim continue.

      Eliminar
  2. Então, aproveitando a carta branca que me deixa ("sobre as palavras de Mironinho não me pronunciarei, atendendo ao quarto ponto da minha missiva"), acrescento o que pode ser um complemento à questão dos óculos, palavras do pequenino farol da minha vida (nota-se muito que estive a pôr a leitura do blog em dia?):
    "Um descapotável é um carro para se andar com cabelo apanhado, óculos de sol e lenço chique. Coisas de senhora!"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, não me poderei pronunciar.

      (embora, repito, Mironinho tenha um fantástico potencial no que respeita ao comentário das suas sempre tão sensatas visões do mundo que a rodeia)

      Eliminar
    2. Sete anos de sensatez e sobriedade (típicas da maioria das "meninas de 1.º mundo" com sete anos)

      :DDDDDDDDDDDDDDD (felling lucky)

      Eliminar
    3. Certamente que sim, Mirone. Certamente que sim.

      Eliminar
  3. Completando... "O sentido de humor é um conceito de geometria variável, certifica-te que o usas com as pessoas certas no momento certo e na temática certa."

    (Conclusão que não requer grande agilidade ou perspicácia de pensamento, mas tudo bem... Sempre bom lembrar.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora, NM, toda a gente lhe dirá que eu sou razoavelmente básico, pergunte a quem quiser e todos lhe dirão "O Pipoco? Ah, é tão razoavelmente básico...".

      Eliminar
    2. Perguntei à pessoa que tinha aqui mais à mão que por acaso disse: "O Pipoco?! E quem é esse?!"

      Eliminar
    3. Normalmente é o que dizem. Não fosse a respiração subitamente mais ofegante traí-las...

      Eliminar
    4. Ahã!
      Tal e qual.
      Credo, até me arrepiei.
      O PMS sabe realmente muito das coisas. Parece bruxo ou o caraças.

      Eliminar
    5. Ora, NM, não se menospreze. Estou certo que, com um esforço mínimo, fará quase igual.

      Eliminar
    6. Ora, ora... O PMS bem sabe que isso é um dom que nasce com a gente. As coisas são como são, lá dizia já-não-me-lembro-quem, e há coisas que ou se tem ou não se tem, é irrelevante isso do "querer".

      (E agora, com sua licença, tenho de ir para dentro, sim? Continuação de um bom dia.)

      Eliminar
  4. Meu caro,
    Apareça-me à praia aos primeiro raios de sol. Vamos contar as ondas. Depois leio-lhe um conto de Carver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro Impontual, dificilmente me ocorre melhor programa que aquele que me sugere.

      Eliminar
    2. Segundo Carver, “A grande literatura tem que permanecer conectada à vida, enfatizadora e transformadora da vida.”
      No meu imaginário Carter só deveria de ser lido numa sala de amamentação, ao som de Wim Mertens e sem a distração de uns Ray Ban Aviator.
      Contar ondas pode ser melhor do que contar carneiros, mas vale apenas pelo cheiro a maresia; tudo o resto me parece enfadonho.

      Eliminar
    3. (desconfie, pipoco. o impontual também já me convidou a mim...)

      Eliminar
    4. Caramba, ana! Tanto mar.

      Eliminar
  5. aceite o convite. vá com o Impontual contar ondas.
    até me arrepio só de os imaginar. que dupla!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssima Zeza, seria um grande momento.

      Eliminar
  6. Primeira música que deves ouvir no teu Porche descapotável:

    "I've been waiting for a guide to come and take me by the hand,
    Could these sensations make me feel the pleasures of a normal man?
    These sensations barely interest me for another day,
    I've got the spirit, lose the feeling, take the shock away.

    It's getting faster, moving faster now, it's getting out of hand,
    On the tenth floor, down the back stairs, it's a no man's land,
    Lights are flashing, cars are crashing, getting frequent now,
    I've got the spirit, lose the feeling, let it out somehow.

    What means to you, what means to me, and we will meet again,
    I'm watching you, I'm watching her, I'll take no pity from you friends,
    Who is right, who can tell, and who gives a damn right now,
    Until the spirit new sensation takes hold, then you know,
    Until the spirit new sensation takes hold, then you know,
    Until the spirit new sensation takes hold, then you know,
    I've got the spirit, but lose the feeling,
    I've got the spirit, but lose the feeling,
    Feeling, feeling, feeling, feeling, feeling, feeling, feeling."

    Nota: O Volume deve estar bastante elevado e tens de a cantarolar enquanto guias o teu Carrera do Guincho até Sintra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joy Division, bom mas bom!
      Joy Division com o volume no máximo e cantarolado ao volante de um Carrera, tenho sérias dúvidas.

      Eliminar
    2. Meu caro Paper Cut, a experiência ensinou-me que num descapotável o investimento em equipamento de som é um custo afundado.

      Eliminar
  7. Caro Pipoco, terei todo o gosto em lhe apresentar sistemas de som para descapotáveis que lhe podem proporcionar uma experiência auditiva ímpar e com uma qualidade inquestionável. Deixo-lhe apenas um exemplo, Bang & Olufsen Advanced Sound System.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro Paper Cut, o meu ponto não é a impossibilidade tecnológica. Trata-se de ética do condutor de descapotável, é quase como fazer rafting no Paiva com música nos ouvidos.

      Eliminar
  8. Vou-me então retratar. Um código de ética é irrevogável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora meu caro, são coisas que acontecem aos melhores. Não se castigue.

      Eliminar
  9. Prometo não usar o cilício para me redimir. Não quero que a sua consciência seja atormentada de forma nenhuma.

    ResponderEliminar