23 abril 2017

Post número cinco do período azul

Porque é que a primeira coisa que faço quando entro num carro alugado é colocar as estações de rádio na ordem que estão no meu carro, porque é que mantenho apenas um dos números de telefone das pessoas que deixaram de me interessar, porque é que arrumo os Eça de Queirós com J. Rentes de Carvalho de um lado e Lobo Antunes do outro, porque é que escolho sempre o 6A nos voos curtos, porque é que começo quase sempre o meu jogo com uma abertura Zukertort, porque é que aposto sempre no vinte e três preto?

11 comentários:

  1. Hábitos, meu caro, hábitos inexplicáveis.
    Pois não é o homem um animal de hábitos?

    ResponderEliminar
  2. O 6A?! Então não era o 5A?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (Susana, que se passa?...)

      Eliminar
    2. Será que finalmente deixei de decorar tudo o que é números que me passam pela frente?! que bom!...

      (é que ia jurar que era o 5A)

      Eliminar
    3. (até estou incomodado, caramba...)

      Eliminar
    4. (ai, não esteja, é uma canseira ter tanto número na cabeça, é bom saber que já me começo a enganar - pode ser que agora finalmente haja espaço para a poesia, por exemplo, que com certeza é mais útil)

      Eliminar
  3. Cláudia Filipa23.4.17

    Realmente, porque arrumará os Eça de Queirós com J. Rentes de Carvalho de um lado e Lobo Antunes do outro? Se os livros se pusessem à conversa quando viramos costas, os de Eça, Rentes de Carvalho e Lobo Antunes haveriam de entreter-se a falar desse ponto em comum que é a identificação dos defeitos da Nação...

    (um à parte que vem do post anterior, tanto que pintou Van Gogh depois e eu encanto-me com os comedores de batatas)

    ResponderEliminar
  4. dificuldades de compromisso?

    (é retórico ou pretende mesmo uma resposta psi?)

    ResponderEliminar
  5. 23 preto > Michael Jordan?
    O Homem é um ser de hábitos certo, imagine-se a ouvir a Comercial, ou a Cidade, RFM pela manhã, duas horas de seguida, poderia trazer graves problemas, nunca fiando, é das poucas que também faço, os livros é por época e como faz com António Lobo Antunes e Saramago, junta-os?

    ResponderEliminar
  6. Anónimo28.4.17

    Um dia acerta - no 23.

    ResponderEliminar