29 março 2017

Movimento "Vamos ajudar Palmier Encoberto a pintar em condições"


(Isto sim, são uma falangetas como manda a lei...)

22 comentários:

  1. E o sentimento? A emoção? O arrebatamento das falangetas da Palmier?
    Este tem a beleza clássica, a perfeição anatómica, mas a Bronzino falta-lhe o sentimento que a mão de Palmier transmite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a minha é uma mão extremamente sentimental! Que não subsista qualquer dúvida! :D

      Eliminar
    2. Lulu, a mão do quadro "Senhora com mala branca" pertence a alguém com problemas sérios ao nível da falta de vitaminas essenciais...

      Eliminar
    3. Muito sérios mesmo e até gosto muito de perfeição. mas o que me agrada na Mão é mesmo a sua imperfeição. Fascina-me tanto que por mim o resto do quadro até poderia nem existir.

      Eliminar
  2. Mas isso são umas falangetas muita antigas, as falangetas evoluíram muito de lá para cá, toda a gente sabe isso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D No dia em que conseguir pintar os arabescos daquela mesa convidam-na para o Louvre. É praticar, minha cara ;)

      Eliminar
    2. Palmier, muito a sério: temos que falar.

      Eliminar
    3. Isa, estou imparável! :D

      Pipoco, quer fazer uma encomenda, é?

      Eliminar
    4. ahahahahahahaha :D abençoado sentido de humor :D Encomende, Pipoco, seja mecenas, patrocine um artista, abrace esta causa.

      Eliminar
  3. É para dissertarmos sobre falangetas? Kina!, Kina! Não venhas aqui agora, deixa-te ficar onde estás, mas pelos deuses, não venhas cá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lady Kina29.3.17

      kié?
      olha que ainda aqui ando às voltas com o perianal e já queres que me meta nas falangetas!? pensas o quê? que sou como a Palmier, que pinta a metro, é? p´ra esquissadas não contem comigo, ok?

      Eliminar
    2. Eu disse que era para não vires. Agora 'tás para aí cheia de nervos e a culpa é tua. Se me desses ouvidos, mas é.

      Eliminar
  4. Lady Kina29.3.17

    Pipoco, se fosse a si estava caladinho... lembra-se daquela fase da Palmier em que passava a vida a impingir headers às pessoas? ... agora imagine que se lembra de começar a oferecer-vos "quadros"...

    (o que vale é que eu não tenho nada com isso)

    ResponderEliminar
  5. Ahahahhahahahhahahahahahahahahahahahahhahahahaahahah

    (perdão, Pipoco, perdão, por segundos perdi a compostura)

    É uma excelente ideia Kina, aliás, isso até já é uma tradição de família, que eu tinha uma tia velhinha e devota que tinha um quadro tenebroso, escuríssimo, enorme, com uns santos assustadores que tinham nas mãos uns recipientes que eu quase posso jurar que estavam repletos de sangue, aquilo era uma relíquia muito importante que ela lá tinha em casa, que tinha vindo de uma capela não sei onde, tão importante que a boa da tia, a páginas tantas, me convocou para me comunicar que, como presente de celebração do meu matrimónio, me ia oferecer aquela obra de arte sacra. E eu então fiquei ali a olhar para os santos, com um sorriso colado à cara, a agradecer o quadro gigante, enquanto pensava: ai minha Nossa Senhora, e agora? o que é que eu faço a isto?, e depois, quando ela for lá a casa, como é que explicamos que não o pendurámos na parede e que o nosso lar não está devidamente ungido? Foi então que eu, desde sempre bastante engenhocas, desencantei uma tela toda moderna, dos meus tempos de artista moderno-contemporânea-praticamente-conceptual, e arranjei forma de a apoiar na moldura, por cima dos santos, por forma a conseguir retirá-la facilmente em caso emergência. E aquilo funcionou bastante bem durante bastante tempo, sempre que a tia ia lá a casa, eu ia a correr à frente para efectuar a manobra, desatava o nó, tirava a tela moderno-contemporânea-praticamente-conceptual num instante, encostava-a atrás do sofá e sentava-me muito direita, criando de imediato aquele ambiente sacrossanto que ela tanto apreciava. Até ao dia em que a tia entrou para inspeccionar e nós nos esquecemos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lady Kina29.3.17

      ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah

      opá, esta história é uma relíquia

      ahahahahahahahahahahahahahaha

      "desencantei uma tela toda moderna, dos meus tempos de artista moderno-contemporânea-praticamente-conceptual, e arranjei forma de a apoiar na moldura, por cima dos santos"
      - SACRILÉGIO!


      ahahahahahahahahahahahahahaha



      (agora imagina o que este pessoal não passa, sempre a trocar os headers quando sabem que estás online...)


      :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
    2. Ahahahhahhahahhahahhahahhahahhahahhahahhahahahaahah
      Devem ter um alerta, sempre que eu entro na net, soa um alarme, ao estilo ambulância, e lá vai tudo a correr trocar os headers :DDDDDDDDDDDDD

      Eliminar
  6. Cláudia Filipa29.3.17

    E agora?

    Palavras da Artista:
    "Cautela, que qualquer um destes dias podes ter um camião TIR a descarregar à tua porta!"

    De forma incauta uma pessoa assume-se fã das últimas duas pinturas concluídas, sim, a pessoa gostou mesmo muito, de verdade, a pessoa faz até uma dissertação sobre uma mão numa das pinturas (sim, a pessoa precisava era de uma tareia) mas para o que uma pessoa não está preparada é para receber em casa um camião TIR carregado de pinturas de falangetas de todas as cores, formas e feitios e depois há pessoas que até fizeram comentários poéticos sobre o assunto, é ler o Impontual a dizer que queremos mãos que isto e aquilo e mais não sei quê, todo poesia, e a Palmier, lá está, imparável, a dizer qualquer coisa como, se uma mão já tem aquela força toda, imagine-se quando desatar a pintar mãos como se não houvesse amanhã...
    Por favor, Pipoco, a culpa disto é toda sua e sabe que pode remediar esta situação, diga que as falangetas que aqui nos apresenta são para meninos e que falangetas de fibra são as daquela mão que Palmier agora nos apresenta, por favor, diga que nunca viu nada assim (e certamente não viu, nem precisa de mentir) ou então, um belo dia, chegará a casa e encontrará a sua maravilhosa cadela a correr esbaforida no meio de pinturas de falangetas de toda a espécie, mãos, mãos, mãos por todo o lado, a sua casa da árvore, cheia de mãos, Pipoco! (como sou palerma os senhores seguirão para sua casa apenas com metade do conteúdo do camião)

    ResponderEliminar
  7. Lady Kina29.3.17

    http://25.media.tumblr.com/tumblr_maeyo1U0oW1rw9ejvo1_500.gif

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cláudia Filipa29.3.17

      Oh, pá! Oh, pá! Está a ver, Pipoco?

      Eliminar
    2. Lamento informar, mas agora já é tarde para arrependimentos, os senhores da DHL já saíram daqui com o camião carregado de falangetas! :D

      Eliminar
  8. Anónimo29.3.17

    por mim, continuava a apostar nos fémures. ou era nas tíbias?

    ResponderEliminar
  9. brrr...

    há ali qualquer coisa a resvalar do onanista para o obsceno no modo como acaricia o livro.

    está a passar-se aqui qualquer coisa...
    a estas desoras faz-me pensar no busto do outro rapaz...
    sim, sim, já me vou deitar, negras planícies no pensamento...

    ResponderEliminar