04 setembro 2016

Estava aqui a pensar...

...fitando o horizonte, olhos semicerrados, os meus Fisherman's Friend ao alcance de uma mão, dois dedos de Nikka from the barrel ao alcance da outra (tenho duas), descansando os olhos do livro que estou a ler e que ainda não decidi se é um grande livro ou nem por isso, estava aqui a pensar, dizia eu, que ainda não me apareceu vilão da literatura que me assustasse mais que o Índio Joe, de Mark Twain.

16 comentários:

  1. <3 nem a mim, nem a mim... E eu que gosto tanto de índios

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (e se ele arranjou forma de escapar lá da gruta e ainda anda por cá?...)

      Eliminar
    2. Pois é... Com aqueles olhos que brilham no escuro...

      Eliminar
  2. É porque ainda não leu nada sobre Jack, the Ripper, PMS. Criatura fascinante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas esse existiu mesmo. Diz-se.

      Eliminar
  3. Fisherman's Friend?! Caramba, Pipoco, já é a segunda vez em pouco tempo que fala neles. Agora, sempre que pensar em si (ah pois é, penso no Pipoco), vou pensar no Tony Ramos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (está a escapar-te algo, pipoco...)

      Eliminar
    2. É claro que escapa, são oisas cá minhas, que nunca contei a ninguém. Quando conheci Mr Mirone ele tinha o hábito de chupar essas pastilhas para homens de barba rija e perguntava-me sempre se era servida. Eu, delicadamente, recusava: "Livra! Antes queria! Ainda me crescem pêlos nas costas!". Não sei se foi sugestão ou não, se se terá assustado com a visão do demo (eu em versão Tony Ramos), a verdade é que deixou de as comprar (ou de mas oferecer). Agora diga lá, o que é que o assusta mais, o índio ou a visão acima descrita?

      Eliminar
    3. Eu adoro Fisherman's Friend. (e também não consigo que mais ninguém à minha volta considere sequer experimentar, o que me leva a cumprimentar solidariamente Mr. Mirone).

      Curiosamente, o mais assustador nem é o episódio da gruta, é antes, quando há aquela tensão de o Índio Joe poder aparecer a qualquer momento para se vingar.

      Eliminar
    4. Agora vai dizer que compra desde os 14 anos e se eu lhe perguntar se era para disfarçar o hálito dos primeiros cigarros vai dizer que não porque, estupidamente, só começou a fumar quando já tinha idade par ter juízo (mas pelo menos teve a vantagem de não fumar mau tabaco).

      Eliminar
    5. Gosto mesmo do sabor. Acompanha bem livros.

      Eliminar
  4. Same.
    E a forma como morre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era um vilão genial.
      (punha o Voldemort a um canto...)

      Eliminar
  5. onónimo4.9.16

    sempre impudente, por temperamento e carácter, vinha sugerir, sendo voldemort coisa que nem crianças assusta, Echopraxia de Watts acompanhado de um glenmoragie signet. afinal para que serve o seu centurion?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro Onónimo, acabei de encomendar.

      (o meu caro faz cá falta)

      Eliminar
  6. Concordo, concordo! Esse gajo era pior que o Maloman! :P

    ResponderEliminar