09 junho 2016

É para ter saudades? Vamos a isso...

Tenho saudades do tempo em que ninguém tinha maneira de saber de mim.

15 comentários:

  1. Também o acoplaram a um tile? :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (detesto não perceber o que me querem dizer...)

      Eliminar
    2. É um aparelho para ajudar a localizar as chaves, o telefone...
      (Mr Mirone achou que eu precisava de um).

      Eliminar
    3. Ah...

      (evidentemente, claro, claro...)

      Eliminar
  2. desde que soubesse quando e a quem atirar a corda...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma espécie de não poder ser localizada e afinal poder?

      Eliminar
    2. não, não poder ser localizada e acima de tudo importunada e pressionada, mas ainda assim sentir-se querida, acolhida e acompanhada, jamais invadida e, quando pronta para isso, ser capaz de atirar a corda e haver alguém que a segure e diga: vai ficar tudo bem.

      Eliminar
  3. Tenho saudades do tempo em que ainda não sabia de mim... Absurdo?

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho saudades do tempo em que dormia quando tinha sono.

    ResponderEliminar
  5. Cláudia Filipa9.6.16

    De vez em quando (às vezes é mesmo possível não temos de estar sistematicamente em estado de alerta) desligue todos os aparelhómetros inventados que permitem que estejam sempre a saber de si (só resulta se também conseguir desligar-se). Pelo menos durante esse tempo ninguém vai ter maneira de saber de si e recupera um pouco essa sensação dando assim umas machadadas nessa saudade.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo9.6.16

    Pipoco, pratique então um pouco de ghosting; assim só para ver se há muito desespero.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo9.6.16

    Oh tio, parece mentira, então andou para aí a citar o "Moby Dick" e não sabe o que tem a fazer para não saberem de si? Dou-lhe uma pista: não é preciso dirigir-se a um aeroporto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo12.6.16

      Sempre é mais natural do que voar.

      Eliminar
  8. Mas isso hoje é quase impossível.
    Todos sabem de todos, basta abrir a net :)

    ResponderEliminar