03 abril 2016

Em verdade te digo, Ruben Patrick

Querendo electrizá-la, Ruben Patrick, terás que provar que és dono de uma inteligência feroz, não se trata de coisa livresca, elas agora socorrem-se do Google e também já sabem coisas variadas, falo-te de raciocínio rápido, de seres capaz de dizer a coisa certa na altura certa, de relacionares uma cantata de Bach com a pequena aldeia no sopé dos Himalaias onde compraste um livro de Kafka, e fazer sentido, a seguir, Ruben Patrick, convirá saberes tomar conta de ti, não há mulher que suporte tomar conta de um homem para além de um par de horas, depois, Ruben Patrick, tudo o que se diz sobre o sentido de humor é rigorosamente verdade, um valor seguro, não há mulher que resista a um homem que a faz rir, de preferência no dia seguinte, finalmente, Ruben Patrick, aprende a escrever em condições, domina a técnica de usar as palavras essenciais, e apenas essas, escreve de forma escorreita e sem erros, aprende a contar uma história em condições.

Porque, em verdade te digo, Ruben Patrick, há muito que elas não escolhem homens musculados e bronzeados, bem parecidos e fatais.

10 comentários:

  1. Pipoco, porque me castiga num dia do Senhor?
    O Pipoco sabe que eu gosto de acabar os fins de semana aqui e vai escolher um evangelho? É que sobre o que eles procuram num homem tenho muito pouco a dizer.
    Amuei.
    Humpf!

    ResponderEliminar
  2. Mirone? Aqui? Que tremenda surpresa...

    (quer escolher outro tema? Cinema, talvez?)

    ResponderEliminar
  3. Sou uma caixinha de surpresas, não sou? Sou pois.
    Permacultura. Gostava de falar sobre permacultura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bem. Vou escrever um post sobre permacultura, detesto caixas de comentários off-topic.

      Eliminar
    2. Muito obrigada. Eu sabia que tanta persistência um dia seria premiada. Finalmente vou poder dizer "ele escreveu isto a pensar em mim".

      Veja lá se não o chamam para jantar entretanto.

      Eliminar
  4. Tem toda a razão, Pipoco.
    Especialmente naquela parte de tomarem conta de um homem. É que julgo haver o mito contrário. Mas é mesmo um mito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elas adoram fazer de conta que tomam conta...

      Eliminar
    2. Livra. Nem a fingir!

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Googlei (sim, porque elas agora socorrem-se do google e, na loucura, e por vezes, sabem coisas variadas) os predicados que elencou no primeiro parágrafo.
    Enter.
    "The webpage cannot be found".
    Imagine-se se tinha acrescentado os músculos, a pele bronzeada e afins...

    ResponderEliminar