10 abril 2016

Aqui nasceu um blog


6 comentários:

  1. Inspirado pelo local, pela qualidade do vinho, ou pela companhia? :)

    Bom Domingo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10.4.16

      Foi uma aposta.

      Eliminar
  2. E recordar é viver, já cantava o Vitor Espadinha.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10.4.16

    Lembro-me muito bem é dos pães com chouriço que se vendiam na padaria da praça. Isso é que era manjar de qualidade. Não me consigo rever em toda a mudança que fez essa terra tão afamada, mas ainda estou para perceber se foi por o tio evocar momentos tão bons desse local que também contribuiu para voltar aqui frequentemente. Tenho saudades desse sítio, dessa terra, e adio sempre a visita porque sei que não vou ficar com os pés cheios de areia para ir à padaria, que talvez os barcos dos pescadores já não tragam animais fantásticos do fundo do mar, ... vou parar aqui senão mandam-me ir fazer um blog.

    ResponderEliminar
  4. Museu do arroz, não é?
    Aos anos que lá não vou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E depois quando lá for, ao museu do arroz, posso dizer *há anos que lá não ia.
      Que esse workshop seja um sucesso, caro Pipoco. Eu cá ainda não cheguei à fase do tamborilar com os dedos na mesa. Mas fico atenta aos ensinamentos, como sempre.

      Eliminar