31 março 2016

Os problemas das mulheres

Gastarem tanta energia e tempo a proclamar que não são das que suspiram, que não podemos deixar de notar ali um superlativo suspiro.

10 comentários:

  1. ... Ssssssiiiiiiigggghhh...

    ResponderEliminar
  2. Cláudia Filipa31.3.16

    Nem sabe o que essa grande palermice que é a conversa dos suspiros me encanitou quando comecei a frequentar isto dos blogs. Mas depois lembrei-me que um dos problemas das mulheres e dos homens é de aceitarem mal que não lhes liguem nenhuma, e alguns, se não lhes ligarmos nenhuma, tendem a fazer duas coisas, primeiro fazem tudo para depreciar quem nada lhes liga, mais ou menos isto: eu alguma vez queria que me ligasses, pffff, até parece, não vales nada, tens tudo quanto é defeito, e eu vou fazer questão de apontá-los todos, olha, olha aqui, pffff, credo, alguma vez, a segunda coisa é tentar ridicularizar, passar um atestado de menoridade, de suprema tolice, de quem nada tem na cabeça, às pessoas que apreciam a pessoa em questão. É isso e a conversa da bajulação, que funciona assim, se as pessoas gostarem do meu blog o que disserem de positivo é elogio, é porque tenho leitores muito queridos, muito fofinhos e tal, se for no blog dos outros é bajulação, são todos uma cambada de bajuladores. Alguns pontos da natureza humana ainda muito mal lapidada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo1.4.16

      Ou então não é nada disso Cláudia e as pessoas acham apenas ridículas algumas posturas que certos e determinados comentadores têm para com alguns bloggers.
      Pode ser isso, não pode?

      Eliminar
    2. Cláudia Filipa1.4.16

      Não, acho mesmo que não é, neste caso mantenho a minha e só mudo uma vírgula se estiver mal colocada.

      Eliminar
    3. Anónimo2.4.16

      Agora que falou em vírgulas vejo que faltam duas, ali no meu comentário acima.
      Acho que a Cláudia se sentiu atingida, de algum modo.
      E já tenho visto a forma como reage, quando alguma blogger ousa "cutucar" o Pipoco. Nunca consigo evitar um sorriso.

      Eliminar
    4. Cláudia Filipa2.4.16

      Olá Anónima.
      Há dias em que, realmente, me apetece uma celeuma das boas, daquelas que não têm consequências, que não resultam em nada realmente chato, acontece que, hoje, não é um desses dias, espero que volte quando for um desses dias, já sabe, a mim é fácil encontrar (não, vá lá, não é porque quem me quiser ver é no, Pipoco :))é porque sou sempre Cláudia Filipa, a dizer palermices, a dizer disparates, a dizer coisas acertadas, a irritar-me, sempre Cláudia Filipa, para o bem e para o mal.
      (ah! Anónima, aqui para nós, mas é claro que o Pipoco me põe a suspirar, como não? A diferença é que eu admito, e divirto-me muito mais do que se me tivesse que andar sempre a armar em antagonista)

      (aposto que voltei a fazê-la sorrir, se não consegui pelo menos desejo-lhe o resto de um bom fim de semana)


      Eliminar
  3. E apeteceu-me suspirar nesta caixa de comentário. Espero que não se importe...[sabe que não tendo blog, estou muito despudorada nos suspiros]

    ResponderEliminar
  4. Oh, Tio Pipoco, e porque há de viver em negação ser um problema?

    ResponderEliminar