13 março 2016

Isto do Pipoco faz hoje seis anos

Isto do Pipoco faz hoje anos. Seis. Ou cinco, depende do ponto de vista. A história é a que é, talvez não exista ninguém mais avesso a redes sociais do que este que vos escreve. As redes sociais servem para não estarmos onde estamos, ocupados que estamos a dizer aos outros que estamos ali. E felizes, não há como as redes sociais para que a felicidade desça sobre as nossas cabeças.

Ora isto de eu ser avesso às redes sociais não quer dizer que eu não soubesse como colocar um blog a mexer, e era isso que eu contava aos meus amigos de jantar, todos versados em facebook e instagram, twitter e blogs. Eles a dizer-me que não, que um analfabeto das redes sociais não vingava, eu a apostar que precisava de um ano para lhes explicar o meu ponto de vista, que com os temas certos, o tom certo e sabendo escrever razoavelmente, qualquer um fazia um blog igual aos que mais lidos naquele tempo. Eles a rir e a dizer que um ano não chegava sequer para eu chamar a atenção dos mais graúdos e que só com a atenção dos mais graúdos é que se chegava lá. Eu a dizer que um ano chegava e sobrava. Apostámos, Precisei de uma semana, o resto foi passado a encher chouriços.

Isto do Pipoco faz hoje seis anos. Teve dias melhores e dias piores. Como eu. Comovi-me genuinamente com quem perdeu os seus e com quem me perguntou pelas coisas da minha vida, com quem me ofereceu palavras de estímulo, com quem me ofereceu headers, poemas, livros raros autografados, ideias, sugestões de  viagens e de músicas. Deslumbrei-me com quem tem saberes quase infinitos, abri mapas para ver onde ficavam sítios de que nunca tinha ouvido falar e mudei as minhas ideias quando outros me mostraram melhores perspectivas que a minha. Aprendi quais são os que levam isto dos blogs demasiado a sério e não valem a maçada de uma boa discussão e os que têm vidas normais, fascinantes nas suas mais dúvidas que certezas. Escrevi quase sempre sobre mim, sobre aquilo que gosto e sobre o que faço. Quase sempre.

Isto do Pipoco faz hoje seis anos. E não foi mau isto do Pipoco.

55 comentários:

  1. Não foi mau ou não tem sido mau? Porque começou com a famosa aposta, mas depois gostou, não foi? Do Pipoco, do Ruben e do clube de fãs, pois não foi? Fico contente, também eu fui aprendendo a gostar de si e agora gosto muito, apesar de me faltar a paciência para a discussão, tenho mais que fazer. Que venham outros 70 anos disto. Bjo, porque hoje é dia de festa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa, fizemos ambos o mesmo percurso de gostar do Pipoco...

      Eliminar

  2. Parabéns e que venham outros tantos. Sabe, uma pessoa entra nestas lides por brincadeira, e acaba por se desenvolver um hábito e um gosto pela coisa. Em grande parte por causa da dose de humanidade que colocamos em tudo o que somos e fazemos. Mesmo no vácuo virtual, criamos vizinhanças, ligações, existem trocas, e pensando que não, é coisa para mexer com qualquer um de nós.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Ana. É verdade que se cria empatia. Mesmo que nos esforcemos para que ela não aconteça.

      Eliminar
  3. Seis, a idade da razão :)
    Parabéns, e venham de lá mais seis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Linda.

      (seis anos é a idade da razão?)

      Eliminar
    2. (É, pois. Por esse motivo, a escola começa aos seis.)

      Eliminar
  4. Este é um blogue que não fala de si quase sempre, não, fala é de nós que o lemos. Com entusiasmo pelas pessoas e pelas coisas que elas fazem, pela vida, eu acho que é de nós que fala, Pipoco.
    E não só lhe admiro a inteligência e o sentido de humor, como o gosto que tem em motivar as pessoas, estimulá-las. Parabéns, caro Pipoco! E muito obrigada.

    Tal como a Isa, não gostei do "foi", prefiro o "tem sido"; quero mais setenta anos deste blogue se faz favor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Susana, sempre tão generosa com as palavras.
      (é uma troca de estímulos, que é uma coisa muito mais bonita)

      Eliminar
  5. Por favor Tio, outra vez não. Fique.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre me deu gosto não fazer a vontade das loiras, sabe?...

      Eliminar
    2. Talvez às outras, mas a mim não. Não há piada nenhuma em contrariar-me.

      Eliminar
  6. Sabe o que é que me preocupa, Pipoco? É que em Abril terão passado 6 anos sobre a primeira vez que aqui passei os olhos. Podia convidar o Ruben para fazer aqui também o seu balanço.
    (Mas giro, giro, seria o LTI vir cá dar-lhe os parabéns)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Demorou um mês para aqui chegar, Mirone?...

      (quem será o LTI?)

      Eliminar
    2. Era F, mas o dedo escapou-me para o T.

      Eliminar
    3. Descobri-o no velhinho Hospital Pediátrico de Coimbra, onde a Mironinho esteve internada um mês. No meio de tanta desgraça sempre me ajudou a passar os dias (que ali são pastosamente lentos).

      Eliminar
    4. O que escreveu fez-me ganhar o dia, Mirone. E falo a sério.

      Eliminar
  7. Parabéns!! (Fazia-o mais velho.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antigo, queria eu dizer...

      Eliminar
    2. Obrigado.
      (parece que sempre cá estive, não é?)

      Eliminar
    3. A mim parece-me que sim.

      (Mas há 3 anos, ou coisa que o valha, esta que vos escreve só conhecia o blogue do Pacheco Pereira pelo que não será grande exemplo.)

      Eliminar
    4. Nota-se que prefere os tipos de craveira intelectual.

      Eliminar
    5. Isso era dantes. Entretanto cresci, amadureci e deixei de levar a vida a sério. O meu reino por uma gargalhada.

      Boa noite, PMS.

      Eliminar
  8. Que susto! De repente achei que ia ter de organizar um blogger-buster, tudo à procura de Pipoco Mais Salgado, o Evadido, nos cantos mais recônditos da blogosfera, todas nós armadas de lupas e, claro, chapéus à Sherlock Holmes, em busca de pistas da presença de Pipoco, a alegria ao encontrarmos uma gravata Hermès displicentemente atirada numa caixa de comentários, depois um sapato Church esquecido junto a uma janela, a caneta Montblanc abandonada num post meio escrito, o Lamborghini roxo estacionado em segunda fila, com os quatro piscas ligados, o sinal de que estávamos perto, o cerco a apertar-se inexoravelmente, até que, finalmente apanharíamos Pipoco com uma rede de borboletas e o traríamos amarrado de volta ao seu blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não dê já ordem de destroçar às tropas, Palmier...

      Eliminar
    2. Como assim...?! Precisamos de Pipoco, o Antagonista!

      Eliminar
    3. Sou um veterano, Palmier. Os veteranos descansam em villas no sul de França, sossegados.

      Eliminar
    4. Ah, vejo que já nos está a dar pistas para facilitar as buscas!

      Eliminar
  9. Cláudia Filipa13.3.16

    Quando li aquela última frase fiquei triste, é mesmo o termo certo, e hoje estava a ser um dia feliz, dia em que comemorei os maravilhosos oitenta anos de uma senhora da minha família. Agora, já vi que não tenho razões para ficar triste, ainda assim, quero que fique a saber qual o comentário que, a fazer-me de forte e indiferente imaginei quando pensei que se ia embora: Ok, começou a dançar cha-cha-cha, agora não me diga que gostou assim tanto que vai trocar o blog pelo cha-cha-cha. Pipoco, olhe para mim, tem noção de que vai sentir muita falta dos meus comentários, não tem? Pronto, agora até parece fácil, mas depois o tempo vai passando e vai começar a pisar as pessoas de desconcentrado que vai estar na dança e vai ser uma maçada para toda a gente.
    Sabe o que lhe digo? É mesmo bom continuar a poder dizer, até já.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não imagino a vida sem os seus comentários, Cláudia Filipa.

      Eliminar
    2. Cláudia Filipa13.3.16

      Estava só a brincar, Pipoco, não sou assim tão convencida. Parabéns pelos seis anos, nos quais só participo há menos de dois. Se decidir ir descansar, que seja feliz "em villas no sul de França" ou onde for.

      Eliminar
  10. Parabéns Pipoco! Cá continuarei, com muito gosto, a ler os seus escritos!
    [confesso que o "E não foi mau isto do Pipoco" me deixou com o coração em sobressalto. Veja bem, já bastou o que fez com os posts que apareciam e desapareciam...]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Lily. Não é razão para se sobressaltar.

      Eliminar
  11. «O guerreiro todas as manhãs, como quem vai tomar o seu leite de burra, vai matar o seu vitelo. Sangra o boi – e o brio. Doente de valor, S. Exª chega, brande a espada, e a cabeça armada do bezerro inimigo rola-lhe aos pés. O herói limpa a espada, vem almoçar, e fica para todo o dia repousado, tranquilo, sem ímpetos de bravura, pacato como uma couve. E a polícia civil entrará de novo no gozo da sua dignidade e da sua pele. Assim seja!»

    os meus sinceros parabéns ao guerreiro.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo13.3.16

    Muitos parabéns, tio. Só mesmo este tio para começar um blog nos idos de Março.

    ResponderEliminar
  13. Venham mais seis... depois outros que tantos. Parabéns.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo14.3.16

    Parabéns Tio, que continue durante muitos e muitos anos a ... "encher chouriços". E tudo de bom para si, VW.
    P.S. Ah e obrigada pelo seu tempo perdido connosco.

    ResponderEliminar
  15. Parabéns!
    (tem noção que agora vai ser tudo mais a sério, não tem? é que aos seis anos entra-se para a escola!) :)

    ResponderEliminar
  16. Muitos parabéns, Tio Pipoco.
    Foi uma boa aposta, essa.

    ResponderEliminar
  17. Pipocante Irrelevante Delirante14.3.16

    Seis anos, em blog-years... é quase um Matusalem!!
    parabéns!

    ResponderEliminar
  18. Não foi mau e vai continuar a ser bom, não é?

    ResponderEliminar
  19. 6 anos? Mas não eram 70?
    Que desilusão.... eu a julgar que por detrás da cortina tinha um Richard Gere e afinal tenho um Justin Bieber...

    ResponderEliminar
  20. Pois terá então andado seis anos a oferecer-nos produtos lá desses, que dizem que...
    Dou-lhe os parabéns depois do resultado do check-up.

    ResponderEliminar
  21. Seis anos, ena... Ainda me lembro quando o lia no cabra, que era uma espécie de facebook mas em bom...se por aqui passaram seis anos por lá nem imagino ...
    Parabéns Pipoco, o mais galante de todos os bloggers.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lady Kina15.3.16

      "no cabra"??? !!! ???

      oi?

      Já sabia que entendo muito pouco das actuais redes sociais, mas afinal outras houve que desconheço mais ainda...

      https://i.imgur.com/e1IneGq.jpg

      Eliminar
    2. ahahahahahahahahahahahahahaha

      (tão parva, esta gaja)

      Eliminar
  22. A Lady ainda kina com tanta coisa que não sabe... Blogs... faces.. cabras com muitos anos.

    ResponderEliminar
  23. Anónimo15.3.16

    Muitos parabéns e muito obrigada por todo o tempo que dedica a isto do Pipoco.
    Helena Flor

    ResponderEliminar
  24. Foda-se! Já seis anos!? Que é feito do seu tio Lancaster?

    Muitos parabéns.

    ResponderEliminar
  25. Bom dia Pipoco,
    sigo o que escreve apesar de nunca ter feito nenhum comentário.
    Hoje achei que o devia fazer pois acabei de escrever no meu (ainda muito recente blog) aquilo que acho que devia ler . Espreite pois tenho a certeza que vai entender o que escrevi.
    http://pequenocasoserio.blogs.sapo.pt/muletas-virtuais-9444
    Parabéns e que continue por muito tempo. Esta "coxa" agradece. ;)

    ResponderEliminar