01 novembro 2015

Das pequenas grandes coisas

Alves Redol, no prefácio à edição de 1967, fala da casa onde escreveu "Avieiros", conta-nos que Manuel Lobo o recebeu na sua barraca da Palhota, na condição de levar mulher, que sem mulher a aldeia não o podia receber.

Há muito que tinha vontade de me meter na canoa e rumar à Palhota, diziam-me que a barraca de Manuel Lobo ainda lá estava e eu queria ver como era tocar na casa onde um escritor tinha escrito um livro, gosto sempre destas proximidades, até já paguei uma fortuna por um Bellini no Harry's por causa desta minha mania.

Foi hoje. Confirma-se que a casa de Manuel Lobo ainda lá está, com uma placa a dizer que ali escreveu Alves Redol o "Avieiros".

11 comentários:

  1. Lady Kina (em modo Pipoca Arrumadinha)2.11.15

    É mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que grande gargalhada me arrancou agora. ..

      Eliminar
  2. Lady Kina (em modo Sei Lá Eu, mas O Que Eu Não Faço Por Si)2.11.15

    A falta que faz uma mulher!

    ResponderEliminar
  3. Nem pipoca nem arrumadinha2.11.15

    Tio, a experiência mais remotamente semelhante que tive foi beber mojitos na Bodeguita del médio. Não serve de paralelo, pois não? Pois... foi o que eu pensei.

    PS - só para não dizer que não tinha comentários neste post

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem pipoca nem arrumadinha (em modo SPAM como a Lady Kina)2.11.15

      Mas em La Havana, nada de confusões, que parece que a coisa entretanto já se internacionalizou.

      (mais um comentário)

      Eliminar
  4. Lady Kina ( em modo Spam)2.11.15

    (cenas "psicológicas")

    ResponderEliminar
  5. Nem pipoca nem arrumadinha2.11.15

    É para continuar ou a honra do convento já está salvaguardada?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda continuo mais um bocadinho, se me dão licença.
      1. A mim também a Lady Kina arrancou uma gargalhada.
      2. A Pipoca Arrumadinha é única (era). Eu cheguei a pensar que se tratava de um robot programado para fazer comentários com duas palavras e um ponto de exclamação no fim, sendo as duas palavras aleatoriamente retiradas de uma lista de vinte ou trinta. Mas isto foi só até um dia ela responder com muitas linhas como eu estou agora a fazer.
      3. A seguir vou responder ao post do ponto de interrogação, se for capaz.

      Eliminar
  6. Anónimo2.11.15

    Alves Redol traz-me más lembranças...

    ResponderEliminar
  7. Anónimo3.11.15

    Tio este post é uma chatice. (espero que conte como comentário)

    ResponderEliminar
  8. Apesar dos vários comentários, aqui fica mais um, apenas para "encher chouriços"...
    [com toda esta polémica, às tantas não é boa ideia]

    ResponderEliminar