15 setembro 2015

E agora? Aguentamo-nos, ou quê?...


Vale a pena ver a caixas de comentários do Independent.

13 comentários:

  1. Capaz de apostar quinhentos paus em como 90% das pessoas vai tresler este cartoon.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O francês das pessoas já não é o que era...

      Eliminar
    2. Nem é preciso saber muito francês, bastaria que soubessem português, aquela parte sobre recursos de estilo como ironia ou a coisa das palavras homófonas. Ou então ler o jornal todo, para perceber a linha editorial.

      Eliminar
    3. Vinha cá falar no nível de conhecimento da língua francesa. Parece-me que ingleses e portugueses estão ao mesmo nível. As caixas de comentários a esta capa nos jornais portugueses são muito semelhantes à do independent.

      Eliminar
    4. Mirone, as pessoas não se preocupam muito com segundas derivadas dos temas.

      (foi por isso que publiquei só este cartoon e não o outro, de tresleitura mais fácil)

      Eliminar
  2. Vi um tweet de um gajo que dizia: so what? will you use gas chambers to make jokes with jews? E acho que ele tem razão...

    ResponderEliminar
  3. Je suis charlie! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15.9.15

      Je suis Chanel.

      Eliminar
    2. E faz você muito bem! Afinal vivemos num país com liberdade de escolhas :)
      Beijocas :)

      Eliminar
  4. Anónimo15.9.15

    É tudo uma questão de proximidade e de oportunidade: de «somos todos charlie» a «estão mesmo a pedi-las» é um ápice.
    A ironia é difícil porque, contrariamente a outros recursos, exige que enunciador e enunciatário partilhem (minimamente) o enunciado, sob pena de o mesmo resultar incompreensível. Aqui, o apreço pela liberdade (que seria o conhecimento partilhado) sobrepõe-se à religião ou à geografia.
    Tiro-lhe o meu chapéu, caro Pipoco, por trazer o tema desta forma (já vi autoras de posts semelhantes a dizerem algo e o seu contrário, nas caixas dos comentários).

    ResponderEliminar
  5. O cartoon do palhaço da mcdonalds vale por todos os textos de crítica à atitude da Europa que se possam escrever.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15.9.15

    "Mas só deu que falar depois de, devido a uma montagem, ter sido divulgado através do Twitter como se fosse a capa da edição de 9 de setembro."

    http://expresso.sapo.pt/internacional/2015-09-15-Nova-polemica-com-o-Charlie-Hebdo-agora-envolve-a-crianca-siria-que-morreu-na-praia

    Podemos voltar a dar atenção a situações realmente importantes? Se querem ser participativos sugiro que se envolvam de facto na política que governa o mundo, mas eu já ouço lá ao longe "Ai, eu não quero saber de política para nada!" Então voltem para os Kardashians ou assim, o que estão a ver nas notícias é só mais um reality show.





    ResponderEliminar