18 junho 2015

Como fazer parecer que se tem uma caixa de comentários mesmo dinâmica

(Considerar que aqui está um daqueles posts que, partindo do que os outros dizem, faz de conta que também tem alguma coisa para dizer, o escriba, em vez de apreciar a festa, servindo-se de doses generosas de champanhe e aspirando o ar fresquinho da varanda, escolheu perder tempo a reparar se o vestido da anfitriã joga bem com os sapatos, fica ali ao canto a tomar notas, em vez de socializar, de abraçar pessoas, de rir a sério, fica ali à coca, por detrás das moitas, sem entender que a vida está a acontecer depressa e eles a não passar daquilo, de pessoas que não evoluem do estado "atrás das moitas com um bloco de notas", a aborrecer-nos e nós a ficar com pena)

75 comentários:

  1. Anónimo18.6.15

    ahahahahahahah

    (tradução: não percebi nada mas sempre te digo que li, podes verificar pelo meu comentário "ahahahahahah")

    ResponderEliminar
  2. Anónimo18.6.15

    Estou sempre a leste, nunca percebo do que estão a falar.

    (tradução: sei perfeitamente de quem se trata, mas faço de conta que não tenho vida para isto, sou uma pessoa ocupada, isso percebe-se porque estou aqui a pedir que me mostrem o caminho das pedras, caramba, não tenho tempo para estas coisas...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Ruma a "inserir pista óbvia para nome de blog"

      (tradução: sou a dona /dono do blog e admito que fui demasiado críptica ou que leio blogs que mais ninguém conhece. deixa-me cá entrar em modo anónimo e dar algum sentido ao meu dia)

      Eliminar
  3. Anónimo18.6.15

    Anónimo, não posso publicar o que escreveu. Isto é uma casa séria.

    (tradução: blogger a responder a comentários imaginários)

    ResponderEliminar
  4. 'bora lá pôr isto a mexer, então.
    Pipoco, já viu o dia lindo que está?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mirone, minha querida e doce Mirone, "isto"?...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    3. MIrone, o que escreveu é competamente inadmissível e por isso lhe apaguai o comentário.

      (tradução: o dono do blog apagou um comentário gentil da Mirone, mas pretende fazer aqui um pequeno drama, de forma a que os comentadores vindouros se questionem sobre que comentário terá deixado a doce Mirone, criando o buzz desejado)

      Eliminar
    4. (é suposto agora ir deixar o comentário num blog de caixa aberta? Instrua-me sff)

      Eliminar
    5. Exactamente. A fórmula é a seguinte: "ainda agora deixei um comentário lá no Pipoco a dar a minha opinião contrária, mas de forma educada, e o malandro não publicou"

      (depois pode deixar um comentário ao seu comentário, em anónimo a dizer "assim se vê que ele não é assim tão seguro!")

      Eliminar
    6. O Pipoco domina mesmo!

      Eliminar
    7. Setenta anos de blogs, não perca este pormenor de vista...

      Eliminar
    8. Não perderei, palavra de Mirone (que o espreita desde os primórdios e tem saudades dO Lendário Fábio Ivanildo)

      Eliminar
  5. Olha, enganei-me e publiquei um comentário antes de fazer logout. Que grande maçada...

    ResponderEliminar
  6. Olha, enganei-me e publiquei um comentário antes de fazer logout. Que grande maçada...

    (tradução: faço de conta que não noto que há comentários duplicados, sempre é mais um comentário para a contabilidade...)

    ResponderEliminar
  7. Lady Kina18.6.15

    Ó Pipoco, então?...

    ResponderEliminar
  8. Sinto-o agastado.
    (um clássico)

    ResponderEliminar
  9. Espero, impante, um post sobre os melhores e mais produtivos métodos da nobre actividade de "estar atrás de uma moita a tomar notas". Por exemplo, como escolher a moita? Que tipo de arbusto é mais acolhedor para tal tarefa, com lista completa de espécies urticantes, que larguem polens pegajosos, ou com folhas cortantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Olha quem é ela, a Izzie...

      (tradução: comentário que nos deixa na dúvida sobre se o anónimo é apreciador da obra de Izzie ou, pelo contrário, é detractor e aqueles três pontos no final do comentários são uma espécie de afiar a faca)

      Eliminar
    2. Olhe, se tem alguma coisa para dizer, faça loggin e vá lá dizer-me na cara, se tiver coragem. A anónimos não dou troco.

      (onde a comentadora entra no bate boca a pés juntos, e com o firme propósito de explicar que não entra em bate bocas, e muito menos com anónimos, esses seres desprezíveis, aos quais não dá troco, dando)

      Eliminar
    3. Sobretudo tendo por ponto de vista a do saudoso Ruben Patrick. Isso é que era de valor. Top. Como diriam alguns.

      Eliminar
  10. Aguardo ainda input sobre o melhor bloco de notas. O moleskine já está out?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Alguma vez foi in?

      Eliminar
    2. Foi. Há muitos muitos anos. Os animais já não falavam, mas as pessoas antigas ainda se lembram. (foi antes de haver bloquinhos com expressões motivacionais impressos em papel manhoso)

      Eliminar
    3. Anónimo19.6.15

      Os animais deixaram de falar?!

      Vivo numa caverna...

      Eliminar
  11. Cláudia18.6.15

    ....é pá, agora é que é de aproveitar.....
    LOL,
    ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!!!!
    O que eu já me ri com isto
    :DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD
    :p
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Cláudia, se o Tio Pipoco ler este comentário não vai gostar.

      (tradução: eu sei bem do que gosta e do que não gosta o dono do blog e estou a
      visar-te, novata...)

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Cheguei no fim... mas, sim, parece ter sido divertido! :)

      Eliminar
  13. Anónimo18.6.15

    Nunca comentei este blog, mas hoje tinha de ser (também serve assim, certo?), aprendi imenso, não fazia ideia de que havia bloggers a enganar os leitores de forma tão óbvia (ui, ui).

    (Abraço ;)

    ResponderEliminar
  14. Anónimo18.6.15

    bem metida.

    Ana

    ResponderEliminar
  15. Cláudia18.6.15

    E foram vinte e tal comentários num instante.
    E ainda diz o Pipoco que xadrez é que é. Andar nesta correria (isto da correria não é piada (símbolo de piscadela de olho)) de blogger para anónimo e de anónimo para blogger, não deve ficar atrás.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo18.6.15

    Raios, homem, eu sou uma anónima boa! Porque não publicou?
    (incrível, a usar um comentário banalíssimo, para nos ensinar a dura realidade)

    ResponderEliminar
  17. Anónimo18.6.15

    Atrás das moitas... com um bloco de notas... Oh, tiiiooooo!
    (Quero ver esses apontamentos!)

    ResponderEliminar
  18. Que grande festa de comentários :P

    ResponderEliminar
  19. Anónimo18.6.15

    Tio, no próximo desafio vamos todos comentar como anónimos, só porque sim, e o tio também. Até porque se não o fez já. Caça ao anónimo, tentar descobrir quem o anónimo do comentário acima, vale?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Adorei a ideia (logo eu, que nunca tinha comentado antes, ui)

      Eliminar
    2. Anónimo18.6.15

      aiiiiiii, adoro, adoro isto dos segredos das caixas de comentários! aiiiii! tão fixe, agora já sei que há bloggers que se autocomentam, autocriticam e autodefendem! quais fernandas pessoas, essas malucas, ó larilas!!!

      Eliminar
    3. Lady Kina (anónima)18.6.15

      Esta do"quais fernandas pessoas" fez-me rir!
      Só não entendo como o Tio deixou passar essa do "larilas", que ele nessas brejeiradas não costuma consentir (acho que tem a ver com aquilo do target, que as velhinhas lá dele acham que baixa o nível e numseiquê).

      P.S: Confesse lá Pipoco, nunca pensou que Ermesinde fosse local de tão pura e dura animação?! Quem lhe deu a dica, quem foi?

      Eliminar
    4. Lady Kina (anónima)18.6.15

      Só terá que acautelar-se com eventuais precipitações no que concerne a mulheres bonitas, mesmo aquelas que sabem estar e envelhecer...

      https://www.youtube.com/watch?v=-v1d_7nk5vM

      Eliminar
    5. Anónimo18.6.15

      Mas... OMG! É a Lady Kina! Bom disfarce com esse (anónima).

      Eliminar
    6. Anónimo18.6.15

      A Lady Kina (anónima) deu a dica ao tio pipoco?
      Muito interessante.

      Eliminar
  20. Anónimo18.6.15

    credo tio! "atrás das moitas"? fez-me lembrar "a mala de cartão". que pesadelo!
    VW

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nas moitas do jardim do Campo Grande? Também achei horrível, mas pensei que fosse uma coisa que só eu tivesse visto.

      Eliminar
    2. Anónimo18.6.15

      Olha a Mirone disfarçada de anónimo. Quase nem dava por si.

      Eliminar
    3. Quando 'estou no telemóvel' comento com url.

      Eliminar
  21. Anónimo18.6.15

    Podíamos ser revolucionários e decretar o dia de interdição dos bonecos. Só valia aparecerem os "inner selves".

    Bicharda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Você não faz ideia do que está a pedir. Isso não seria muito seguro.

      Eliminar
  22. Não percebi nada, mas se é para fazer número também quero contribuir.
    (além disso tenho um complexo social de exclusão que me leva à compulsão de participar em tudo o que se assemelhe a um movimento coletivo. Sei que estes meus problemas não interessam a ninguém mas tenho outro complexo social que me faz partilhar coisas como estas. Agora vou ali tomar os comprimidos)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.6.15

      Pirata! Tantas sôdades. Venha daí vamos fazer uma festa colectiva. O Verão começa já este fim-de-semana e o vamos lá programar as temáticas. Fêsta tropicaliente com muita palmeira, luau, surf e tal, Fêsta Terra-pirata-do-nunca, mais ideias... Quem tem?

      Eliminar
    2. Anónimo19.6.15

      Valeu aturar esta seca para ler este comentário.

      Eliminar
  23. "Atrás das moitas com um bloco de notas" é imagem para inspirar qualquer um.
    Portanto eu vinha dizer, para também fazer número, que por causa do ministro grego Tsipras estar sempre a aparecer em tudo o que é fotografia, eu estou também sempre a lembrar-me deste músico do violoncelo (é seguir abaixo, sff), que é igualzinho a ele e toca com um entusiasmo que me deixa encantada mas encantada, ó que lindo:
    https://www.youtube.com/watch?v=M3UmCjBE8Po

    ResponderEliminar
  24. Com tanta coisa tão jeitosa pra se fazer atrás da moita, valha-lhe deus...

    ResponderEliminar
  25. Atrás das moitas, um bloco de notas dá muito jeito, principalmente porque lá não há papel higiénico.

    ResponderEliminar
  26. Sem comentários...

    (tradução: o meu singelo contributo deixar mais um comentário e fazer crer que esta caixa de comentários é mesmo dinâmica!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19.6.15

      Se é "sem comentários", então porque comentou?!?

      Eliminar
  27. Ó anónimo, e um pouco mais de sentido de humor?!? Get a life!

    (desculpe, mas isto é divertidíssimo!)

    ResponderEliminar
  28. Anónimo19.6.15

    Só porque não achei graça a isto quer dizer que não tenho vida? É divertidissimo para si para mim não. Ou temos que rir com tudo?

    ResponderEliminar
  29. Anónimo19.6.15

    Só mais um.

    ResponderEliminar
  30. Compreendo. O meu caro retomou o Ulysses...

    ResponderEliminar
  31. Anónimo19.6.15

    Querido avião da minha alma

    Em ti fui um Lindbergh iluminado pelo sol. Fui homem tornado pássaro, Fui bando de pardais à solta, índios capitães da malta. I believe I can fly.
    Let's fly away. The best thing happen while we are dancing.

    Bicharda trespassando os american dreams

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19.6.15

      ah é the best thingS happenS while we are dancing. E os pardais à solta são do sonho português. Os índios capitães da malta podem ser americanos, portugueses e expatriados. As danças são do povo.

      Bicharda

      Eliminar
    2. Lady Kina (anónima)19.6.15

      Só venho fazer o (post) 69!

      Eliminar
    3. Anónimo19.6.15

      Kina anónima, o post ou o comentário? :)

      Eliminar
    4. Lady Kina (anónima)19.6.15

      Uma pessoa baralha-se...

      Eliminar
  32. Tio Pipoco, é mesmo o Sr....? Entrei aqui por acaso, grande algazarra, os meus ouvidos já não aguentam, e estes aviõezinhos pelo ar, já não há respeito pelos blocos de notas como no meu tempo, a bengala vacila, os olhos...é o Sr. mesmo não é, igualzinho ao Joe Dassin, já me tinham dito, leva-me ali ao outro lado?

    ResponderEliminar
  33. Anónimo19.6.15

    The best things happen while we are dancing, é esta a versão final do axioma. As outras são versões cockney dignas de personagens dickenianas ou bernard showdianas.
    E não adianta, não corrijo mais nada.

    Bicharda

    ResponderEliminar
  34. Respostas
    1. Acho que é esta coisa do "Tio" que me encanita...q.b., porque não me sobra mais tempo para isto)

      Eliminar