28 março 2015

Ainda as pequenas coisas

Era uma vez quatro bilhetes para o jogo da bola de amanhã e uma maçada que me impede de lá estar.  Era uma vez uns tipos na mesa de esplanada ao lado da minha com ar de quem havia de gostar de ir ver o jogo. Era uma vez quatro bilhetes a mudar de carteira e dois tipos a não acreditar no que se estava a passar. Era uma vez eu a desejar- lhes um bom jogo e os tipos a dizer "obrigado" .

13 comentários:

  1. Cláudia28.3.15

    Ah!...acabo de aqui chegar e deparo-me com isto...e depois nem sei se estou a escrever em condições é que não consigo ver muito bem porque fiquei com uma data de corações à frente dos olhos qual desenho animado e a coisa é incontrolável e eu bem os estou a tentar afastar e a dizer que palermice depois deste comentário se é que ainda não estás vais definitivamente parar à lista negra do comentário do dono da casa mas o palerma do coração continua a não querer saber e para além de se ter multiplicado em frente aos olhos também me saltou para os dedos e portanto isto é mesmo o que quero dizer que essa é uma maravilhosa pequena coisa que me pôs assim de coração por todo o lado e também na ponta dos dedos no auge da lamechice e que o auge da lamechice não se compadece com sinais de pontuação daí a ausência de qualquer um deles neste comentário e já agora que essa maçada não seja assim muito maçadora

    ResponderEliminar
  2. Anónimo28.3.15

    Querido tio pipoco, ainda sob os efeitos colaterais da Happy? Seu maroto, espalhando felicidade à mesa do café. Quem precisa de um perito em neura-e-qualquer-coisa quando se pode fazer destas coisas? Sabe melhor, é de certeza mais aromático e muito mais cativante.

    ResponderEliminar
  3. Cláudia28.3.15

    Oh!... agora é que me veio à ideia... diga-me que a maçada não é o jogo ser no estádio do Benfica...se for...pronto, lá se foram os corações e ficaram nuvens negras de desilusão.

    ResponderEliminar
  4. Quanta generosidade...não tarda e imaginámo-lo com um saco repleto do banco alimentar.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo28.3.15

    Não quer ficar atrás das que toda a vida leram e gostaram de HH?

    ResponderEliminar
  6. Mas que altruísta, Dom Pipoco!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo28.3.15

    Credo Tio , na Quaresma essas coisas guardam-se, não se apregoam.
    Aliás...

    ResponderEliminar
  8. Lady Kina28.3.15

    A mim oferecem-me diagnósticos dentários... acho que cada um tem o que merece. De qualquer maneira, bilhetes para jogos de futebol, agradeço quase tanto como autocolantes do Continente para facas do chefe... Enfim, cada um tem o que merece, e eu mereço tratar dos dentes e fatiar nacos de picanha...

    ResponderEliminar
  9. Lady Kina28.3.15

    A cara do Herberto vinha com os bilhetes?

    ResponderEliminar
  10. Ai, o Pipoco armado em peixinho de cor, no lago Tanganica, a explodir de tanto inchado, a lançar perfume, a espalhar cor em arco-iris brilhantes, na mesa do café! Cuidado Pipoco, os flamingos andam aí. É que isso de saltar muito pode acabar numa coisa dolorosa. Pisar os calos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tranquila, Uva. Corre sempre bem. Sempre.

      Eliminar
  11. Anónimo29.3.15

    Convites da Olivedesportos para ver a selecção do Jorge Mendes, também não queria.

    ResponderEliminar