04 fevereiro 2015

Das mulheres perfeitas

Que não há mulheres perfeitas todos nós sabemos, mesmo as  que saem do lugar do condutor de carrinhas Mercedes e ajeitam o vestido curto Dior, mas, se algum dia tivermos dúvidas sobre se temos a mulher quase perfeita diante de nós, uma boa métrica será sempre avaliar o quão imperfeitos nos estamos a sentir.

19 comentários:

  1. O Tio tem tanta graça ;).

    ResponderEliminar
  2. Métrica? Redondilha? Alexandrino? Decassílabo?
    Quer dizer 86-60 86, não é?

    ResponderEliminar
  3. Anónimo4.2.15

    Não sei se percebi...avaliar a mulher "perfeita" pela sua "métrica"? Realmente é de uma imperfeição terrivel (paradoxo).
    (Tenho um amigo que "escolheu" a namorada pelas pernas que tinha, depois andava a lamentar-se que esta era burra e que não tinha uma conversa decente... é esse o problema...). :)

    ResponderEliminar
  4. das mulheres perfeitas e dos homens perfeitos não quero saber nada, de nada!

    ResponderEliminar
  5. Como dizia o Dali, No tengas miedo de la perfección, que nunca lo alcanzarás.

    ResponderEliminar
  6. As mulheres das "carrinhas" Mercedes têm filhos em colégios e maridos em Audis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo4.2.15

      E estão-se nas tintas para Pipocos.

      Eliminar
  7. Métrica, com os semáforos adequados, portanto?

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Cláudia4.2.15

    E pronto, não me aguento sem comentar...obrigada por esse grande elogio ao meu género...e aparece também aquela vontade de quererem ser melhores pessoas, verdade? não precisa de responder...e é essa vossa ideia, de se acharem tão imperfeitos em comparação, que é o grande elogio. (Mistura a parte bonita, com ajeitamentos de vestidos curtos Dior e carrinhas Mercedes e depois ficam de pé atrás consigo, bem, mas se assim não fosse, não era o Pipoco).

    ResponderEliminar
  10. Que coisa tão bonita de se pensar, Dom Pipoco.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo4.2.15

    Quanto mais imperfeito se sente, mais necessidade tem de mostrar uma mulher perfeita.

    2w

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo4.2.15

      Tiro certeiro.

      Eliminar
  12. Novamente as Mulheres?!!!!!

    Pois a minha Yukon mark 7, de origem sino-japonesa, lábios suaves, seios voluptuosos, aquecida, de dupla via, 12 cilindros em V (raios, não, isto dos cilindros é do automóvel), sempre disponível, personalizada para determinados fetiches com atilhos, fácil de arrumar no armário, que só peca por não preparar as refeições e vir ao jardim receber-me (cansado de um dia de trabalho) com um beijinho e uma carícia, um café e um sonho, é absolutamente perfeita.

    Diria que o meu caro anda a procurar o tesouro na ilha errada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cláudia5.2.15

      Quiescente, o Pipoco sabe do que fala, quem sabe descrever sintomas é porque já passou pela doença, já o meu caro e essas associações entre quase perfeição e o mecanicismo de bonecas, deixa a sensação que Pipoco já tem encontrado alguns tesouros e o meu caro ainda anda a esgravatar...
      (Não me leve a mal, estive toda contente a rir enquanto escrevia isto, eh!eh!eh!)

      Eliminar
    2. Nããããããão! Minha cara Cláudia, não diga que já lançaram uma nova versão, ainda mais perfeita, capaz de recitar o sermão aos peixinhos!!!! Disseram-me logo à partida para esquecer devoluções....
      Abraço ;)

      Eliminar
  13. homem que é homem não sabe o que é um vestido Dior muito menos quem, ou no caso, o que é Dior... #Justsayin :p

    ResponderEliminar
  14. Anónimo10.2.15

    Então mas quão imperfeito se sentiu, querido T.?

    ResponderEliminar