17 outubro 2014

Mulher de verdade?

Que ganhe mais do que eu, que me derrote no xadrez, que me ensine vinhos novos, que saiba ir às compras sozinha, que saiba estar calada quando é caso disso, que tenha uma moral sexual igual à minha, que tenha amigos que sejam meus amigos, que tenha um carro melhor que o meu, que tenha amigas que não me achem piada nenhuma, que diga coisas que eu só perceba dois dias depois, que tome conta de mim sem eu lhe pedir, que não faça de conta que concorda comigo, que goste de cães, que jogue poker pior do que eu.

(Ruben Patrick, e para ti?)

36 comentários:

  1. Anónimo17.10.14

    «Mulher de verdade» é um dos conceitos mais infelizes que conheço, ironicamente, criado e usado por mulheres. Não passa do estereótipo daquilo que um grupo de mulheres defende como definição absoluta do género. No fundo, todas nós sabemos disto, mas a amargura e a inveja que nos correm no adn é macabra, não resistimos à tentativa de rebaixar as nossas semelhantes.
    Creio que a maior falha está precisamente nesta expressão. Não há «mulheres falsas», a não ser no Carnaval de Torres Vedras.

    ResponderEliminar
  2. Uma boneca mecânica, portanto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17.10.14

      Ou a mãe (com a moral sexual igual àquilo que Pipoco espera dela)

      Eliminar
    2. Isso não! As nossas mães são Sagradas!
      E as nossas esposas também!
      Mesmo que nem sempre correspondam às nossas melhores expectativas, desde que compreensivas e solidárias com a nossa sinceridade, são na mesma sagradas.
      Como por exemplo:
      - Querida, não viste um botão de punho da minha camisa? Já só tenho um!
      O que significa mais ou menos isto:
      - Ó deusa do bom andamento doméstico. Ddesempenha o teu papel de reparadora do lar e encontra-me o filho da p#t@ do botão..
      A não ser que não se queira que a mulher saiba que lhe falta um botão, porque se sabe onde e com quem se perdeu o botão, e aí envidar-se-á todos os esforços físicos e financeiros para repor o k@&#ã0 do filho da p#t@ do botão.

      Eliminar
    3. Anónimo17.10.14

      A mulher de verdade é tão sagrada para os homens como os botões são profanos para as mulheres.

      Eliminar
  3. No seguimento do "Anónimo" «Mulher de Verdade» causa-me arrepios e só me lembro daquele filme "Mulheres Perfeitas".
    No entanto, porque é 6ª Feira, estou de bom humor... acrescento que (mesmo fantasiosa) gostei de alguns dos "atributos" descritos!

    ResponderEliminar
  4. Não te ganho no xadrez...
    Qual é o teu carro?? O meu é melhor!!
    Sou perfeitamente cheia de imperfeições! E adoro! Quem não gostar... ponha na beirinha do prato!

    ResponderEliminar
  5. Ah! E obediente também!
    Esqueceu esse pormenor que é deveras importante, não?
    E que acate sem questionar. Este então é primordial!

    ResponderEliminar
  6. as outras são mulheres a fingir?

    ResponderEliminar
  7. Não a aguentarias...

    ResponderEliminar
  8. Anónimo17.10.14

    "Que saiba ir às compras sozinha"?!...

    ResponderEliminar
  9. Bolas, já nem se pode sonhar...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17.10.14

    Moral sexual é muito bom... Que precisem os dois de terapia não faz parte?

    ResponderEliminar
  11. Anónimo17.10.14

    "...que saiba ir ás compras sozinha"? (obs: lá vou ter de aprender a escolher e comprar lampadas sozinha, idem levar o carro á oficina). :-)
    bjnhs,
    VW

    ResponderEliminar
  12. E que ainda preencha as tão famosas medidas 90/60/90, olhos grandes, cabelos esvoaçantes. lábios carnudos. Pernas apetitosas. Mãos sapientes... que não só o derrotam no xadrez como o farão sentir-se ardente.

    ResponderEliminar
  13. Ah, meu caro, após tanto tempo afastado, não posso deixar de prestar auxílio nesta hora de aflição.
    Está aqui a solução, exceptuando isso do xadrez (já ninguém joga xadrez desde daquela coisa do Deep Blue há 20 anos, vá-se lá saber o que por aí anda agora), e a do ordenado (uma relação salutar é invulnerável às contingências materiais, diz-me o onónimo, que garante saber desses assuntos agora que tomou refúgio no mosteiro).
    Ah, e já vem com HEPA integrado, atributo difícil de encontrar na generalidade das mulheres, tem imensa autonomia, e sabe respeitar o silêncio, garantidamente (por dois anos). Diria, neste desiderato, que é a Perfeição consubstanciada, finalmente, ou a outra costela de Adão de que ninguém fala.
    Abraço!

    ResponderEliminar
  14. Não me parece que essa mulher de Verdade te Satisfaça...

    ResponderEliminar
  15. Anónimo17.10.14

    Querido Tio,
    A avaliar pelas características descritas no seu lindo texto, a sua mulher ideal é... um homem!
    Ósculo.
    Ângela R.

    ResponderEliminar
  16. http://diartblogger.blogs.sapo.pt/primeiro-passo-escolher-o-nome-639

    ResponderEliminar
  17. Não sei porque deixei de cá vir, arrependo-me, mas ao menos tenho leitura para pôr em dia. Obrigada tio.

    ResponderEliminar
  18. Estou com o Quiescente! Aliás, este sagrado ex-afilhado nunca me desilude.
    Mulher perfeita é aquela com boas mamas, túrgidas, com dois centímetros; dois e meio, vá; na base de separação entre o apertado vale, firmes e balanceando apenas o necessário para um desfrute prazeiroso ao servir-nos a cerveja fresquinha quando estamos a ver o futebol na TV.
    Ah! E que de xadrez conheça apenas o avental da avozinha.
    Parecendo que não, tal pormenor complementa-lhe a perfeição.
    Abraço a ambos.

    ResponderEliminar
  19. Já que é para fazer uma hiperbólica exaltação de uma mulher idealizada, e mesmo tendo feito um upgrade, a versão de Bocage é mais convincente (“Ó tranças, de que Amor prisão me tece”).

    ResponderEliminar
  20. Respostas
    1. Pode! Desde que seja um Fabergé.

      Eliminar
  21. Uma mulher que goste verdadeiramente de si já será suficiente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas de sim...quem?
      De si própria ou...de si dele?
      Por outro lado. Acho que a Arrumadinha preenche um do requesitos essenciais, se não o mais predominante.
      Duas palavras e já tá! :)

      Eliminar
    2. Anónimo21.10.14

      ahahahhaahah O melhor são os comentários! Amén Corvo. A Arrumadinha nunca me desilude....

      Eliminar
  22. Cláudia17.10.14

    Por acaso pensava que um Pipoco Mais Salgado quisesse que a mulher de verdade dele fosse menos que ele em tudo, para que fosse sempre ele o ser brilhante e de que disso não restassem dúvidas, fiquei com a ideia de que se distraiu e saiu do boneco :)

    Não pude deixar de reparar de que em tempos e em sociedade de igualdade desejada, proclamada e bem, fossem precisamente senhoras a dizer que não é possível que exista uma mulher assim, que assim só um homem...

    ResponderEliminar
  23. Decidida. Confiante. Em si e nela.

    ResponderEliminar
  24. Anónimo20.10.14

    Essa é a minha descrição de homem perfeito. :)
    MAL

    ResponderEliminar
  25. Anónimo1.12.14

    Mulher de verdade...está sempre la nos
    Bons e maus momentos...perdoa e ama sem trair. Mulheres d verdade como a q descreveu podem existir. Mulheres q o amem...q façam td para o fazer feliz...não. Acredito. Ho.ens d verdade...nem sequer dá para imaginar. Não existem. Pense bem s ao seu lado está uma mulher de verdade ou uma mulher q o ama.


    Já pensou q mulher de verdade e diferente de mulher q o ama. Pode ter algm q seja assim,mas duvido q goste d si. E q prescinda d algo por si. O q prefere? A mulher ideal, ou aquela com qm discute,por amar,da lo sentir se um rei qnd fazem as pazes,
    A adrenalina disso. Pq uma relação sem discussão e tédio

    ResponderEliminar
  26. Anónimo1.12.14

    Pense nisso. A perfeição.e o q quer? E o suficiente? E o amor? E aquela coisa q so s te com aquela pessoa? So surge 1vez na vida. Pense. A vida é curta.

    ResponderEliminar