06 maio 2014

Se alguém te disser que nisto de correr és tu e a tua cabeça

Nisto de correr sou eu e os dois meniscos que me ficaram algures numa pista de esqui, sou eu e o Casa de Santar de ontem à noite, sou eu e o pão alentejano com queijo de Serpa, sou eu e o gin e o Old Bushmills acumulados a longo de anos, sou eu e o sol que bate de frente porque comecei a correr mais tarde do que devia, sou eu e o sal que me queima a fronte, sou eu e a dor no tornozelo que vem desde aquele jogo de futebol aziago.

13 comentários:

  1. ... e precisamente para isso é que o Jeff Galloway (http://www.jeffgalloway.com) tem umas ideias interessantes sobre o que quem começa mais tarde do que devia pode fazer para não se magoar (muito)...

    ResponderEliminar
  2. e por falar em aznavour... já o ouviu cantar com a filha e com a neta?

    ResponderEliminar
  3. Eu diria que és tu e a tua força de vontade... A decisão é o impulso e a vontade o combustível. Dizem que é como deixar de fumar, o que é falso, porque eu deixei de fumar.

    ResponderEliminar
  4. Corre Nina, menina prendada
    P'ra quem do nada lá vem

    ResponderEliminar
  5. Corre Nina, saia arrebitada
    Que bem mimada lá vem

    ResponderEliminar
  6. Mas que coisa mesquinha

    ResponderEliminar
  7. Quem é Rei e Senhor ?

    ResponderEliminar
  8. Corre Nina olhar de esperança

    ResponderEliminar
  9. Que sem lembrança lá vem

    ResponderEliminar
  10. Eu também acho que há pessoas que não têm o direito de desaparecer só porque querem correr, mas isto sou só eu...

    ( a provedoria concluiu devidamente mais uma tarefa )

    ResponderEliminar
  11. Anónimo9.5.14

    E o sofá, Ruben Patrick, e o sofá ??????
    Maria José Gomes

    ResponderEliminar