28 abril 2014

Os idiotas

Enquanto me sirvo de café, misturando-me com pessoas, não posso deixar de lhes escutar as conversas, que a não sei quem uma fotografia no "Facebook" denunciou-lhe uma situação que convinha manter controlada, que fulana e sicrana se desentenderam no "Facebook" e se bloquearam mutuamente e agora é uma maçada porque têm que se sentar uma em frente à outra na vida real, perguntam-se se já deram os parabéns a não sei quem e respondem-se que sim, que já trataram disso no "Face", uma outra pergunta à colega se não gostou do retrato do filho, que achou estranho que a outra não lhe tivesse feito um "like".

Sento-me à minha mesa de madeira, fecho os olhos, sorrio para mim próprio e penso que em boa hora decidi que havia de ser o último dos últimos a abrir uma página nisso do "Facebook".

35 comentários:

  1. Aqui em casa também ninguém tem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo assim, não podes ganhar 50 euros se adivinhares o nome do Mimikas.

      Eliminar
    2. Ora merda! (Quer dizer "merda" não... Aqui não se pode dizer "merda", pois não? Ou é só os smileys que não se pode... OMG, OMG... E acrónimos estrangeiros, pode? Aaaaiiii... Olha... Encontramo-nos na Filipa para falarmos à vontade???)

      Eliminar
    3. AHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
      Pá, começo a ter medo de vocês as duas.

      Eliminar
    4. Como assim, "encontramo-nos na Filipa para falarmos à vontade"???
      Como assim, aqui não se pode dizer merda ou assim??
      Aviso já que hoje estou com as agonias.

      Eliminar
    5. Minhas Senhoras!...

      (então?...)

      Eliminar
    6. Então?!
      Mas o título do post não é "Os idiotas"? Pois parece-me que tem aqui um belíssimo exemplo de uma escalada de idiotice (e que não é exclusiva do Facebook).

      Eliminar
    7. Graxista! Traidora, pah!...

      Eliminar
  2. Então o quê??
    Este blog tem censura, é?
    Ou dissemos algum palavrão?

    ResponderEliminar
  3. É porque se sim, nunca mais cá venho, estou a avisar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisas de um abraço Filipa?

      Eliminar
    2. Essa tem rasteira...

      Eliminar
    3. Homessa Filipa, por quem me tonais... Mas tu não sabes que estou cá para espalhar a paz e o amorrrrrrr por esta blogosfera fora

      Eliminar
    4. Então venham de lá esses ossos.
      E já agora uma festa no cabelo.
      Fui chamada à atenção, preciso de mimos.

      Eliminar
    5. Pipiiiiiiinha, cá beijinho e abracinho e festinha na cabeça e tudo e tudo... Um grande bem haja e obrigada por me fazeres gargalhar com as tuas cenas...
      (Aquele "Pipinha" vai-me custar um biqueiro no traseiro não vai?)

      Eliminar
    6. Não, pá, não bato em meninas.
      Se calhar estamos aqui a esmerdalhar o blogue a este gajo, não?

      Eliminar
    7. "esmerdalhar" ainda vá... Agora "gajo"??? Oh pá... Que vergonha!!...

      Eliminar
    8. Calhando, estás à espera que se me dirija a ele como "tio"?
      Mais depressa o tratava por dréd ou dude ou méne ou assim.
      Tanta paneleirice, irra!

      Eliminar
  4. Acho que já pode abrir a conta, porque já deverá ser o último.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo29.4.14

      Olhe que não...

      Eliminar
  5. Afinal o Facebook é como na vida real ... há gente para tudo! Com que então o Pipoco a escutar conversas no café...;)

    Ora abra lá conta no Face,porque é dos últimos e vai ter muito de contar.. Boa sorte!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo28.4.14

    Também não tenho nada disso e tenho 23 anos, deixe lá.

    ResponderEliminar
  7. Joana28.4.14

    Impossível resistir a um homem sem facebook.
    Um charme!

    ResponderEliminar
  8. Eu já tenho conta aberta... pode depositar na minha...

    ( não resisti e quando comecei a ler mandei a sabática às urtigas... Estas piquenas são um must !... e desde já lhe digo que não é para todos os blogs !!!)

    ResponderEliminar
  9. Anónimo28.4.14

    Facebook e apps são os melhores big brothers que existem e as pessoas acham o máximo!
    Mas escandalizam-se porque as finanças sabem muito sobre a sua vida.

    ResponderEliminar
  10. As pessoas hoje em dia deixaram de ter vida...têm facebook

    ResponderEliminar
  11. Somos mesmo uma cambada de carneirinhos....
    Yes, man...

    https://www.youtube.com/watch?v=oFhTp2eQgQ8

    ResponderEliminar
  12. Passei 4 meses sem Facebook. Me desintoxiquei.
    Mas infelizmente parte do mundo está lá.

    E acabei voltando.

    ResponderEliminar
  13. Anónimo28.4.14

    Sim...pois...está bem...cuscar os blogs alheios ou o facebook é cá uma diferença que nem sei...é mais fino, não é??? Mais pseudo intelectual!!!

    ResponderEliminar
  14. Anónimo29.4.14

    O último não deve ser de certeza, esse lugar é meu, não tenho facebook, nunca tive, não terei, mas nem tenho raiva a quem tem!!!
    Tenho 47 anos, e na minha 'juventude' não tinhamos PCs, Hi-pods,Hi-phones,Hi-pads, e outros His.... e cresciamos ´saudávelmente', ou não....
    Maria José Gomes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É "I" e não "Hi".

      Eliminar
  15. Tenho facebook mas mete-me um bocado de impressão a maneira como as pessoas chegaram ao ponto de parece que só vivem as coisas se aparecer no facebook. É a as fotos dos pequenos almoços, é as fotos de viagem da família. É 500 fotos dos filhos que aos outros não interessa para nada. Mas desde que fiquei a saber que uma "amiga" teve um filho pelo antigo messenger (eu nem sequer sabia que ela estava grávida) nada mais me admira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez se ela fosse amiga em vez de "amiga" tivesse sabido por outra via ;)

      Eliminar
  16. O mais importante é fazer «like» à vida e saber aproveitar o que ela nos proporciona da melhor forma!

    ResponderEliminar
  17. O problema não é ter Facebook, o problema é a forma como se "vive" essa realidade virtual. O culpado é o ser humano e não as redes sociais.

    ResponderEliminar