10 março 2014

Os problemas das mulheres

Responsabilizarem os homens pela forma como as mãezinhas delas lhes ensinaram o mundo.

25 comentários:

  1. Sim, quando uma mulher reparar que ganha menos do que um homem, ou que é esperado que seja ela a tomar conta das tarefas de casa, deve ser a mãe ou a sogra que deverá culpabilizar.

    Excelente sugestão para quem for violada, morta, apedrejada, etc, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filipa, não insultemos mutuamente as nossas inteligências (a sua e a minha).

      Eliminar
  2. Felizmente a minha mãe ensinou-me muito bem, mas foi o meu Pai que me explicou o mundo como o passei a ver. Não o crendo espécimen único, era seguramente um Homem duma estirpe diferente da que por aí contagia, certamente uma mutação bizarra.
    Boa segunda-feira, com os melhores cumprimentos do papel químico (assumido)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida M Roque, estou a preparar uma coisa levemente Queirosiana, com um suave perfume a música clássica. que nos remeterá para a beleza dos Russos do Renascimento, numa ambiência de Sporting a ganhar um jogo. Tudo para a apaziguar...

      Eliminar
    2. É por isso que eu gosto tanto de si, Senhor, mesmo quando está a ser irónico é irrepreensível. Beijinho.

      Eliminar
  3. Responsabilizo a mulher que o tornou um chocha mole e responsabilizo-o a ele por querer continuar a ser.

    ResponderEliminar
  4. concordo. (mãezinhas delas e deles).

    ResponderEliminar
  5. Agora está a fantasiar esse momento mágico em que a mãe de uma jovem mulher a chama para junto do seu regaço e com uma janela com vista para uma roseira branca, ao fundo, lhe transmite com voz calma e segura toda uma milenar perspetiva de encarar o mundo... uma filosofia secreta, da qual os homens são sempre excluídos, e que, não se sabendo exatamente o que é, produz o estranho efeito de fazer com que as mulheres ganhem menos e trabalhem mais. Em casa e nos empregos.
    Mas tudo isso se resume a um mundo ensinado, nesse idílico instante passado entre mulheres, na sala de música.

    ResponderEliminar
  6. Deus sabendo que não existe, logo não podendo estar em todos os lugares, criou as mães, remediando as vidas de uns e outros.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10.3.14

    Não sei se percebi. Mas quem tem um problema são alguns homens pela educação que as mãezinhas lhes deram. Estão à espera que as mulheres sejam "outro" tipo de mãezinha: que faz comer, lava roupa, passa ferro e coiso e tal...Pode existir em simultâneo a versão do homem "pago para não discutir, portanto fala para ai que vou passear o cão". ahahahahaha

    ResponderEliminar
  8. Realmente a responsabilidade está toda nas mãezinhas deles que os ensinam sempre tão mal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10.3.14

      Leia os Padres da Igreja, por exemplo. Santo Agostinho para começar.
      Acredite que não é mau conselho.

      Eliminar
  9. Anónimo10.3.14

    O post é admissível depois da leitura de blogs, posts e comentários de mulheres (muito jovens, juraria),Eu fiiquei horrorizasda com muita coisa que li.
    Mas creio que este post, tal como o anterior, incluindo os comentários do autor, refletem mais um estado de humor leonino.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo10.3.14

    Para lhe dar resposta, a memória brindou-me com a primeira página de Mateus, onde existe uma lista de nomes, de Abraão até Jesus, passando por David.
    Gerações assinaladas segundo o género masculino dos chefes de família, onde aparece, Tamar, cananeia, que entra na cadeia de nascimentos preparatórios do Messias. Outra estrangeira, Rute, a moabita, participa da mesma dignidade, do mesmo lugar no Evangelho de Mateus.
    Tamar desposa o primeiro filho de Judá, chefe de uma estirpe de Israel. O marido morre e Judá obriga-a a desposar o seu segundo filho que, também, morre. Promete-lhe o terceiro mas não cumpre a palavra. Então Tamar, que quer tornar-se mãe no povo de Israel, aparece disfarçada na estrada e atrai Judá como uma prostituta. Ele não sabe quem é aquela mulher com quem se deita e, como não tinha dinheiro, deixa-lhe objectos em penhor. Tamar nunca mais é encontrada e guarda os objectos. Conseguiu o seu objectivo, está grávida e a notícia espalha-se.
    Judá condena-a à morte por adultério. Quando a conduzem para ser queimada ela diz que está grávida do homem a quem pertencem aqueles penhores. Então, Judá, que é chefe da sua gente, diante de todos, pronuncia a mais bela frase que um homem pode dizer (a uma mulher) « És mais justa do que eu». Revoga-se a sentença de morte e reconhece à mulher o seu superior direito de conseguir a gravidez e descendência em Israel., ainda que recorrendo à camuflagem de prostituta; o direito fundado na superioridade natural de gerar a vida.
    A Tamar não chegou nenhuma ordem do céu, não foram necessários anjos ou mensagem para agir assim. Ela é tão obstinada quanto determinada a ser mãe em Israel e que mãe: por ela passa a linhagem do Messias.
    Em Tamar actua a profecia executiva da vontade de Deus que, muitas vezes, está na força da natureza.
    O Messias terá sangue misto, cananeu e moabita, será enxertado em mães que são, antes de mais, mulheres de uma imensa vontade, mulheres às quais se deve reconhecer o mais alto grau de justiça e que eu deveria honrar, sempre.
    E foi assim, que a minha Mãe, a minha Avó, na sala do piano, me ensinaram o mundo, caro Salgado.

    Maria Helena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também acredito que cada mulher é o seu aléf, o seu mem e o seu tav da antiguidade dos dias.
      Beijinho, Maria Helena ( sem D, mas da D)

      Eliminar
    2. Anónimo13.3.14

      Formidável.

      Eliminar
    3. Anónimo18.3.14

      de Luca, MH?

      Eliminar
    4. Anónimo19.3.14

      Caroço de Azeitona.

      Maria Helena

      Eliminar
  11. O problema dos homens é responsabilizarem as mãezinhas pela pessoa em que se tornaram.

    ResponderEliminar
  12. Anónimo10.3.14

    Mostra-me a tua mãe dir-te-ei o teu destino

    ResponderEliminar
  13. Acho que as soluções são bem melhores que os problemas e arrancam mais sorrisos,hoje tenho mais uma entrevista no meu blog, das boas!

    ResponderEliminar
  14. As mãezinhas e o Walt Disney!!!! lol

    ResponderEliminar
  15. É pa, voces aqui são todos muito estranhos! Cum caraças!

    ResponderEliminar
  16. Deixo-lhe o link para o formulário de voluntariado na APAV:

    http://fs18.formsite.com/APAV/voluntariado_na_pav/index.html

    e caso aceite, após algum tempo venha de novo falar da mãe das vítimas.

    ResponderEliminar