14 março 2014

Este blog também fez anos

Parece que foi ontem...

16 comentários:

  1. A fazer escola desde 1971. Parabéns.

    ResponderEliminar
  2. Adoro o dia dos anos. Parabéns ao menino dos anos. Tem aqui um filho e pêras! Just keep On Going.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14.3.14

    Cambada de distraídos, tss, tss
    carmo

    ResponderEliminar
  4. Com os dias a passar iguais ( ou a papel químico, se quiser) nem dei por isso. Também o Senhor podia fazer uma proclamação como os outros e poupava-nos a vergonha do pedido de desculpas pelo esquecimento da efeméride !
    Quantos muitos!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo14.3.14

    E já vão quatro anos, "essa é que é essa"....em excelente forma.
    Parabéns e um grande brinde . Salut !

    ResponderEliminar
  6. Parabéns! E onde está o bolito, hein?!
    Março é um bom mês para os blogo-aniversários! Na Tasca também se vão soprar as velas daqui a dias.

    ResponderEliminar
  7. Sem bolo? Sem álcool? Sem strippers? Sem malta a tirar selfies?
    Este espaço merecia uma comemoração a preceito!

    ResponderEliminar
  8. parabéns, Sir! nem me atrevo a perguntar quantos fez. décadas e décadas de sabedoria e savoir-faire, por certo...

    ouso o envio de beijo e abraço :) e um smilezinho.

    ResponderEliminar
  9. Então o Ruben nasceu mais tarde?!

    Poças, é como a cara M D Roque diz, não consigo olhar a foto do Ruben sem ver o Joe Dassin...

    Para quando uma irmã? (para o solitário Ruben)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo14.3.14

    eheheheheheeheheh , são mesmo a papel químico !!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sessenhores! Ínclita geração, altos comentários....

      Eliminar
  11. Imagino as dores que o pai do blogue teve para dar à luz este gigante. Mas olhe que valeu a pena. Muitos parabéns!

    ResponderEliminar
  12. Caro Pipoco,

    Os meus sinceros parabéns por mais um ano. É sempre com alguma apreensão que vejo chegar esta data: nunca sei se o meu caro decidirá iniciar mais algum ano sabático; espero que não.

    Sabemos demasiado sobre a vida para dizer das coisas que nos fazem falta. Mas gostamos de as ter. Porque nos fazem sorrir; porque nos relembram perspectiva; porque são referências; faróis na noite.

    ResponderEliminar
  13. Abençoado almoço no Museu do Arroz!

    ResponderEliminar
  14. txiii tantos anos!!! Parabéns!!

    ResponderEliminar