24 dezembro 2013

Pipoco também deseja Boas Festas a todos quantos vão ler este post

Todos os anos, por alturas da véspera de Natal, invade-me uma bizarra sensação de baixar as defesas, chega devagarinho, tem o cheiro da massa de filhós que a minha avó amassava, distendo-me, quase não me importo se percebo que o vinho é Esteva, afinal o importante é que os que chegam de longe se juntem aos que por cá ficaram, que interessa se os talheres estão desalinhados ou me servem água no copo de vinho branco, se os Christmas Carols estão em modo de repetição, se a Tia Gertrudes insiste em me oferecer maus livros?

Todos os anos, por alturas da véspera de Natal, arregaço as mangas da camisa e cozinho para as minhas pessoas, penso nos que já cá não estão e faz-me bem pensar neles, devolvo com um telefonema de viva voz as mensagens que alguns ainda teimam enviar-me, quase todos por graça, por saberem que é a senha para eu lhes devolver a chamada, todos os anos, por esta altura, fico mais disponível para os que me arrancam bocejos nos outros dias, quase me comovo com posts de roupas, as pessoas lá terão as suas razões, não me importo se o whiskey é novo e com gelo, se o café tem açucar, se as pessoas começam a frase com "é assim".

E é por isso, por ser véspera de Natal, que quero fazer igual a toda a gente e saudar os que insistem em não me deixar a falar sozinho, aos que comentam sem esperar resposta, às pessoas tão interessantes e com tantas histórias que certamente estão por detrás de "nicks" de blogs, aos que gostam do que escrevo e aos que nem tanto, é nestes dias que baixo a guarda, desvio-me da "persona" do Pipoco, evito o Ruben Patrick e eu, mas eu mesmo, desejo a todos paz, um natal tranquilo, na companhia da vossa gente e dos que, não sendo a vossa gente, são abençoados com a vossa presença e partilham a vossa mesa.

11 comentários:

  1. Agradeço e retribuo! E o Natal é mesmo assim como o escreveu.

    ResponderEliminar
  2. E é este o dia em que lhe podemos mandar um beijinho.
    (e, quem sabe, até um smile...)

    Feliz Natal, Tio Pipoco!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo24.12.13

    Um Santo Natal para si e para as suas pessoas.
    P

    ResponderEliminar
  4. Pessoa, que é querida e escreve neste blogue, É isso mesmo o Natal e o melhor que o Natal nos dá também é isso: Calor no coração. Um respeitoso beijo e um dos presentes que pedi foi poder continuar a ter faculdades que me permitam ler, entender, comunicar. Saúde também para si e para os meus "primos" do blogue do Tio. Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  5. Obrigado. Um Feliz Natal na companhia dos seus!

    ResponderEliminar
  6. Para si, que hoje diz se ter desviado da personagem Pipoco e evitado o Ruben Patrick, espero que tenha um óptimo Natal, só porque é o único no patamar da chamada elite blogosférica que ainda me prende, me faz entrar neste espaço e comentar de vez em quando. Não sei bem porquê, ou talvez saiba, mas agora não posso explicar porque existe aqui mesmo ao lado uma fatia dourada que me chama insistentemente...

    ResponderEliminar
  7. Eu não sou interessante, mas também cá ando. Bom Natal. E também para o Montero, apesar da falta.

    ResponderEliminar
  8. Para si mesmo e para as suas pessoas, um Feliz Natal!
    E também um beijo, porque também eu sou uma das pessoas que gosto de por aqui passar :)

    ResponderEliminar
  9. Estou derreada, a casa cheira a comidinha da boa, sweet and savory. Somos só seis e dois gatos , mas somos um mundo , caramba. Agradeço-lhe o blog, a diversão e os desafios com que me espevita e obriga a entreler para além do factual. É um super- blog com excelentes comentadores, e é delicioso ter o privilégio de o poder seguir. Bom Natal, nosso Senhor. Um beijinho da D.

    ResponderEliminar