03 novembro 2013

Um dia com Ruben Patrick

São seis e meia de domingo, bela hora para terminar a autobiografia dos Monty Phyton que se me escapava há quase dois meses, faltavam trinta páginas, terminadas mesmo a tempo do nascer do sol, pelo menos o nascer do sol possível no meio desta neblina, decido ir correr uma hora, não há tempo para mais, não levo música nos ouvidos, é tempo de caça e quero estar atento, ainda para mais com este nevoeiro, escolho a t-shirt laranja fluorescente, pode ser que a tribo dos da caça me veja melhor assim, chego a casa e são dez horas, tomei café, há uma semana que não bebo mais que um café por dia, não são boas notícias para o senhor Nabeiro, seis cafés a menos por dia há-de fazer mossa, tomo banho e separo o que preciso para preparar o almoço, convoco a minha memória para me ajudar a preparar um bacalhau com cebola refogada e batata às rodelas que comi um destes dias na Beira Alta, acompanhará um Dão Tinto, igual ao da tal refeição, coloco o avental preto por cima da camisa branca e das velhas Levis 501, sim, uma tremenda falta de imaginação, bem sei, decido-me por não abrir excepção e não desfaço a barba, não me sai mal a receita, para memória futura não esquecer que as batatas coram mais depressa que o bacalhau, contam-se histórias, contam-se sempre boas histórias quando as famílias têm gosto em estar juntas e não o estão todos os dias, nem todas as semanas, comprei castanhas deste ano, assadas em caruma dos meus pinheiros e temperadas com flor de sal, abre-se mais vinho, as pessoas vão saindo à hora do por-do-sol, o jantar será chá, bebido ao pé da lareira com troncos de azinho, a vida quando é simples é tão boa, não é?

11 comentários:

  1. Anónimo3.11.13

    O Ruben Patrick é o Pipoco ao fim de semana. Está desvendado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahaha ia dizer exactamente o mesmo ;)

      Eliminar
  2. posto isto, gostava mais de passar o dia com o Ruben Patrck do que com o Pipoco...

    ResponderEliminar
  3. Não estou a ver o RP a ter feeling para os Monty Phyton, mas dou-lhe o benefício da dúvida. Quanto ao modelito laranja fluorescente, já o conheço doutras paragens e não me parece coisa à RP, que sempre passou a imagem de desportista na horizontal. Bem vistas as coisas, estou em crer que o RP ao fim de semana transmuda-se no tio. Pode lá haver coisa mais sensual- chic do que uma barba de 3 dias num corpo ginasticado vestido com uma camisa branca e um muito surrado e fantástico par de Levi's 501 ???

    ResponderEliminar
  4. "coloco o avental preto por cima da camisa branca e das velhas Levis 501" (...) "não desfaço a barba", depois disto Ruben Patrick já ganhou. Como resistir a um homem que usa uma simples camisa branca por cima de umas calças de ganga velhas e deixa a barba por fazer um ou dois dias?

    Mas eu levo o vinho, que essa coisa do Dão Tinto não está com nada, e, já agora, nada de cebola refogada, a coisa não se pode deixar refogar, é a frio mesmo.

    Pronto, eu também não me importo de usar um avental preto, uma simples camisa branca e umas calças de ganga velhas e com alguns rasgões. Aliás, esse é o meu... como é que se diz... "autefite", é isso, preferido.

    ResponderEliminar
  5. o meu amigo revolte-se contra o opressor! que vem a ser isto de fazer do amigo Ruben o "doméstico" da casa? o meu amigo corra, braços abertos, para a lojinha da segurança social, da act ou até da psp, mais próxima. ponha um fim a esta opressão!

    e ainda é coagido a "caçar" para o amigo Salgado. oh, pérfida vilania...

    e quando a festa termina? ficam ambos em mútua contemplação, aquela, a única que se aproxima da suave vida sonhada dos anjos, o sono.

    vou interceder por si meu amigo!

    Ó amigo Salgado, liberte lá o moço dessas hediondas obrigações. ainda para mais um estrangeiro ilegal. olhe que também é gente.

    ResponderEliminar
  6. Se isto tivesse sido escrito pelo Tio Pipoco, eu estava capaz de dizer que os prazeres mais simples, são o último refúgio das pessoas complexas... mas, como foi o RP o melhor é não desperdiçar assim, sem mais, uma tirada tão boa de O. Wilde...

    ResponderEliminar
  7. O Ruben está a refinar. Nota-se ali uma tentativa na flor de sal nas castanhas. Mas está errado! Castanhas assadas que se prezem são polvilhadas com sal marinho, corrente, talvez Vatel. De qualquer modo, está no bom caminho - Levis 501, camisa branca e barba de três dias, isto, claro está, num corpo de 35 anos bem tonificado. A cena do chá em vez do jantar é que um bocado estranha. Das duas uma: Ou o Rubenzinho bebeu demasiado Dão ou está a abichanar.
    P.S. Monty Phyton parece-me muito bem.

    ResponderEliminar
  8. foi a barba que o traiu.
    monty python, pouca cafeína, tempo de caça, camisola laranja, avental, refogado de cebola e chá à lareira...
    a esta hora da madrugada, a minha sonolenta teofania chegou, por assustadores momentos, a tomar o meu amigo pelo egrėgio ministro das meias coisas, dom portas / dr pipoco.
    as minhas desculpas...

    ResponderEliminar
  9. Anónimo5.11.13

    Tenho a certeza que um dia contigo Ruben, seria o melhor dia da minha vida!

    ResponderEliminar