05 novembro 2013

Pipoco vai almoçar com a tribo das secretárias

Eu , que sei que a "História do cerco de Lisboa" se lê no exacto tempo que demora uma viagem de comboio de Lisboa a Atenas, que a "Carmen" de Bizet demora o tempo de ir de Lisboa ao Porto se não houver trânsito na Segunda Circular, que a melhor forma de ouvir Ave Maria, de Aznavour, é virado para poente em Patmos ao cair da noite, quanto tempo fico sem gostar de gin depois de uma má noite de gin, que Rachmaninoff acompanha melhor com champanhe do que com vodka, por que apetece revisitar Vercors em "Le silence de la mer" depois de terminar "Um jantar a mais" de Ismail Kadaré, não faço a mais pequena ideia do que serão bagas de goji.

18 comentários:

  1. Grande gargalhada que soltei, obrigada! (as bagas de goji, a chia , a linhaça, o "suco" verde, o whey, e por aí fora, ouvi hoje que são o novo sushi )

    ResponderEliminar
  2. Anónimo5.11.13

    Caríssimo Senhor D.Pipoco,

    Por alma que que defunto foi Vossa Senhoria de repasto com moçoilas de secretariado??

    ResponderEliminar
  3. Presumo que tenha saído desse almoço completamente rejuvenescido...

    ResponderEliminar
  4. :D sempre a provocação implícita.

    invejo o gáudio do amigo Salgado neste permanente estímulo/análise de resposta.
    invejo-o também neste outro aspecto: se quiser comer com uma secretária tenho de levar o tupperware da sopa para o trabalho. com uma tribo é honraria exclusiva de conquistador.

    cumprimentos amigo Salgado. apenas conheço outra senhora capaz de tal acervo referencial, a D. Vicky P. Aedia.

    ps quem janta com a tribo de V. Exa.?
    :D

    ResponderEliminar
  5. São boas e sabem a chá mas cautela: http://saude.sapo.pt/noticias/peso-nutricao/observatorio-aconselha-cautela-no-consumo-de-bagas-de-goji-a-quem-faz-medicacao.html

    ResponderEliminar
  6. Nós, os comuns mortais que acham as goji a invenção da década, somos os mesmos que desprezam a moscadeira e o macis mas lhe consomem a treta do caroço. Está à espera do quê? Que a malta tenha salvação? Pois não tem.

    ResponderEliminar
  7. Pois que eu como 15 bagas de goji todos os dias, misturadas num iogurte sólido, magro. E fica bem bom. Dizem que faz mesmo bem. Deve fazer porque estou cada vez mais gira. Ainda hoje tive de fugir de um bando de trolhas e de dois banqueiros que não conseguiram resistir à minha estonteante beleza. Já não sei o que faça, quero que gostem de mim pela minha inteligência, mas... se calhar é melhor parar de comer o goji!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pssst, Palavras, percebe algo do que aqui se está a passar?
      é o amigo Salgado em delírio melómano que lhe serve de referencial afectivo até para algo tão comezinho quanto um almoço tribal. e todas estas pessoas que subitamente aqui aparecem manifestando andar a comer o goji e a escapar à fúria tribal dos meus colegas da construção... chegamos ao cenário apocalíptico do invasion of the body snatchers? já começou? o nosso padrinho Zorro e um padre, pode ser o Ruben?! estará também perdido para a súcia invasora? far-se-á passar por um deles, aguardando um breve agitar de pálpebras ? vamos disfarçar? igualmente me sinto assustado desde que há momentos dois travestis demasiado simpáticos me abordaram no caminho para casa...

      eles nem sequer recordam que o mani9 deve fazer-se acompanhar de água sem gás com gelo para sentirmos com sobriedade as mais ténues e complexas nuances cromáticas das obras no jardim de casa sem complicações gástricas ou entéricas...

      Eliminar
    2. onóniminho, de que tipo de secretárias gosta? Daquelas em madeira da boa, com cheiro a óleo de cedro, ou destas novas que se compram no Ikea e que montamos nós mesmos?

      Eliminar
  8. Deixe lá, não ocupe o seu tempo com banalidades.

    ResponderEliminar
  9. Sabe que é raro discordar de si, caro Pipoco, mas pessoalmente não acho que o champagne tenha estrutura para suportar Rachmaninoff, com excepção das peças mais ligeiras, que também são as menos boas. Prefiro para o efeito uma aguardente velha ou um cognac decente, e recomendo-lho.

    E para que o ponto baixo do seu dia não se fique pelas coitadas das bagas goji, que dizem que até fazem bem a certas coisas, deixo-lhe como nota picaresca o facto de existir no mercado uma vodka chamada precisamente "Rachmaninoff". Vende-se no Lidl, e não acho que precise de saber mais sobre ela.

    O abraço de sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Menino, meu caro, é uma boa perspectiva isso de o champagne não aguentar Rachmaninoff. A minha associação vem mais pelo caminho de uma memória feliz do que pela via conceptual. Experimentarei uma aguardente velha e logo lhe contarei como correu.

      (Cuba Livre acompanhava bem Spandau Ballet, in illo tempore...)

      Eliminar
  10. Já as vi no supermercado, mas achei o preço alto para tão diminuta coisa, ainda para mais nadando eu um pouco na mesma ignorância. E faltou-me a paciência para lhes ir investigar os benefícios.

    ResponderEliminar
  11. P.S. Só agora li o último comentário publicado e confesso que estou em estado de choque e só me apetece desatar a partir tudo à martelada como o saudoso Nelito do defunto Herman José quando ficava como eu continuo: em estado de choque. Então há uma vodka Rachmaninoff? No Lidl? (ler Lidale)
    Por favor avisem-me quando eles puserem à venda um schnapps Beethoven ou Wagner, e um sekt Mozart, para eu me suicidar com o nojo.

    ResponderEliminar
  12. Acabou o repasto feliz e anti- oxidado, certo ?

    ResponderEliminar
  13. Eu que apostei tudo em como Ismaïl kadaré arrebataria o Nobel, não resisto a colar um excerto do "Abril despedaçado":
    " O luar por cima das amendoeiras vizinhas era insuportável. Ficou um momento assim, de olhos semicerrados, enquanto, sem que soubesse explicar porquê, lhe vinha à ideia uma frase que ouvira, muitos anos antes, numa humilde tarde de Setembro, na longa fila de espera que se estendia frente ao armazém do milho da subprefeitura: "Parece que as raparigas da cidade beijam na boca..."

    Que,certamente concordará, liga bem com isso das bagas de goji.

    ResponderEliminar
  14. Diz-se Chic ! então foi com essa "nova onda" que a minha filha encheu o frigorifico enquanto eu estive fora ?

    Bom dia ! ((ai já lhe tinha dito)

    ResponderEliminar