02 outubro 2013

First, we take Manhattan

O problema, Ruben Patrick, é que elas se habituaram a ser condescendentes connosco e a condescendência adormeceu-lhes o espírito, passaram a um patamar de alerta mínimo, daqui não virá mal, coitadinhos, fazem o que podem, não se pode exigir mais de espíritos que pouco mais pensam que em futebol e cerveja. E mulheres, vá. Repara, não é que não o tivessemos merecido, definhámos, tornámo-nos mais lerdos, merecemos a condescendência. Mas nós, Ruben Patrick, nunca o olvides, nós somos herdeiros dos tipos que caçavam javalis dos bravos. E bisontes, no tempo em que os havia. Para se dar caça a um bisonte havia que ser inteligente, isso de caçar animais de grande porte não era para todos, era necessário saber tudo o que havia para saber sobre bisontes, ser mais ágil, saber dar a estocada final quendo fosse tempo disso, da estocada final, conhecer-lhes as manhas, não esmorecer. E até tu, Ruben Patrick, és herdeiro desses bravos, não há como negá-lo. É gerir as energias, fazer de conta que sim, são elas quem dizem como são as coisas, não negar que o poder é delas, admitir que sim, que sucumbimos a decotes e a vislumbres de longas pernas, que somos conduzidos no tango. Na verdade, Ruben Patrick, é uma vantagem competitiva, gerimos energias e, em sendo necessário, activamos os tais genes do tempo dos javalis e dos bisontes. E, sem esforço, jogamos outra vez como iguais e, em calhando, até ganhamos sem elas nos deixarem ganhar de propósito.

16 comentários:

  1. Nada temas, Ruben Patrick, nós não te fazemos mal, podes deixar de tentar controlar, manter-te no comando das operações, fingir que dás luta, nós, como o Tim Maia, só queremos é sossego.

    ResponderEliminar
  2. Atenta bem, Ruben Patrick, é disto que te falava. Alerta, Rubem Patrick, alerta!

    (Isa, está a começar a gostar de cá vir, não está?...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D
      Pipoco, eu amo você, nutro um carinho especial por ti, pá, por esse teu síndroma Zeus. Estou mortinha por deixar vir à tona o passarinho assustado e dizer-te que vai ficar tudo bem. (e tu, estás a gostar que eu cá venha? :p)

      Eliminar
  3. "que somos conduzidos no tango"??? Se são conduzidos no tango estão a dançar outra coisa qualquer que não o tango.

    ResponderEliminar
  4. Tio Pipoco, devo informá-lo que ainda há bisontes, talvez porque não haverem homens capazes de os caçar, mas ainda há.
    Pode sempre sugerir uma caçada ao Ruben Patrick, a ver se ele percebe melhor isso do conceito de animais de grande porte

    ResponderEliminar
  5. Nada gamas, piqueno RP. Não, o céu não te vai cair na cabeça, é só o teu tio contar mais uma daquelas histórias de homens viris e inteligentes, que têm a paciência e a subtileza necessárias para a caça de grande monte no timming perfeito. Não te importes se conduzes ou se és conduzido desde que a dança seja dançada a dois, o resto é irrelevante. Olha, vai ver o Benfica (arrrrghhhhhhh) , pode ser que ainda de divirtas um bocado, porque nisto dos blogues, rir ainda é o melhor remédio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *Temas e não gamas... Credo, que coisas que esta coisa escreve!!!

      Eliminar
  6. Ruben,
    Esquece lá isso das lanças e dos bisontes, que isso é tudo informação a mais que o Tio Pipoco usa propositadamente para te confundir, para criar a aparência de dificuldade. Quando quiseres dar a estocada final, dás-lhe um beijo nos semáforos da Praça de Espanha e está a coisa feita...

    ResponderEliminar
  7. Esqueci-me de referir, que Manhattan até podes levar com uma perna ás costas, mas que Berlin, cuidado! É um velho osso duro de roer
    (Liga a Sport TV, e diverte-te. Por vezes há bons filmes com actores deploráveis)

    ResponderEliminar
  8. Anónimo2.10.13

    Ah Ruben Patrick , tenta distinguir o temor disfarçado que o Teu Tio pôs dentro daquele parênteses a Isa, e a segurança (e charme, claro) com que ela o retribui !

    ResponderEliminar
  9. Meu caro PMS, esquece Darwin e a viagem do Beagle. Chegaram até aqui os genes dos que se foram adaptando aos gostos femininos (porque só esses se reproduziram). Os bisontes foram substituídos pelas bolas de futebol e quando se assiste a certos jogos percebe-se a degenerescência da espécie.

    Boa noite!

    ResponderEliminar
  10. Ruben Patrick, o Tio Pipoco é um cinzentão. Esquece lá isso. Deixa a coisa fluir e garanto-te que te vais dar bem. Até porque aposto que não curtes tango e que gramas de garinas magras com sítios onde agarrar, mas que não sejam bisontes nem javalis.

    ResponderEliminar
  11. Gostei do conceito "javali dos bravos". Quanto à caça dos bisontes, os índios resolviam isso de forma rápida, fácil e prática: encaminhavam as manadas para um precipício e pumba já está. Não me parece nada subtil, elaborado ou elegante, mas o pipoco é que sabe.
    E por falar em Manhattan, sabe como é que se chega ao Carnegie Hall, não sabe? Practice, practice, practice...

    ResponderEliminar
  12. Nova e incompreendida pérola literária do meu amigo Salgado. O meu amigo nasceu pescador de belas sereias. Será a qualidade da minhoca, a harmonia do canto? Ah a delícia de ler estas respostas ao seu estímulo!

    No entanto, se me permite, faço um ou dois reparos.
    O meu amigo dirige-se a si próprio no plural. Deixa a interrogação, estará temporariamente dissociativo ou é tique monárquico, convicção reforçada pela menção da caça?
    Adicionalmente, compara a conquista de afectos de belas damas à caça de machos selvagens de diminuto intelecto, sobreviventes da força bruta e não da astúcia. E *machos*, terei salientado?

    Por experiência própria associo sempre esse seu estereótipo feminino a grande despesa de uma noite, efémera e pueril.

    A Mulher é uma flor delicada, digna da carícia do orvalho, nunca da violência da mangueira de jardim.

    Novamente agradeço aquilo que do meu amigo vejo também na minha pessoa,
    ó

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo3.10.13

      Ó : a variedade dos estereótipos continuará a fazer-nos sorrir com condescendência ...desde há séculos. Sereias e Flores delicadas com carícias de orvalho eh eh eh eh .Adoramos

      Eliminar
  13. Jovem Ruben Patrick, se já ganhaste a condescendência dela, se já te trata como se tivesses um atraso mental, então meu pequeno, mantém esse confortável estatuto e não faças nada tão estúpido como ganhar-lhe. Não vá ela começar a esperar coisas de ti...

    ResponderEliminar