24 setembro 2013

Sonhando com Lamborghinis roxos

Das coisas que me divertem, para além de ver aquilo do Jorge Jesus a esbracejar com não sei quê, é a situação dos tipos que já não podem ser presidentes de junta de freguesia mais tempo, explicaram-lhes direitinho que as coisas são como são e três mandatos até já é demais, mas os tipos ficam lá a remoer a situação na cabeça deles e ocorre-lhes que é capaz de não ser má ideia ficarem em segundo na lista e depois o cabeça de lista desiste e, lá está, eles ficam presidentes da junta outra vez, com a cereja no topo do bolo que é terem fintado o sistema e enganado os maganos lá de Lisboa.

Bem sei que estas são as pessoas que habitam o único país do mundo onde se lambem as tampas de iogurte mas, caramba, tanto esforço por ser presidente de ... uma junta de freguesia?

Um homem podia inventar um sistema paralelo se as leis não lhe permitissem comprar três vezes seguidas uma garrafa de Adega Velha, "desculpe, amigo, mas já levou três garrafas de Adega Velha, agora tem que levar uma mil nove e vinte para entremear, desculpe, mas são as leis que temos...", aqui sim, um homem podia levar o cunhado que trabalhasse nas finanças ou fosse contínuo de uma escola e dava-lhe o dinheiro e ele comprava como se fosse para ele, podia justificar-se se houvesse leis que não permitissem ir a Alvalade mais que três vezes seguidas, "o sócio desculpe, mas já viu três jogos, tem que dar oportunidade a outros para se deleitarem com a beleza que é ver os miúdos a jogar à bola, este fim de semana tem que ir ver o Belenenses, desculpe o sócio mas as leis deste país são uma desgraça", aqui um homem comprava uma peruca e uns óculos de sol dos grossos, deixava crescer a barba e a coisa havia de se dar.

Agora uma trabalheira tão grande para ser presidente de junta de freguesia? Sentido nenhum...

6 comentários:

  1. Nem a tal coisinha chamada Complexo de Superioridade que faz dum homem um pavão de reflexo condicionado pelas palavras Senhor Presidente ?

    ( Afinal, como diria o comediante, "Eu é que sou o Presidente da Junta !")

    ResponderEliminar
  2. Anónimo24.9.13

    Não subestime os presidentes das juntas de freguesia. Eles ainda têm ambição de chegar à câmara. Os da câmara ficam-se por aí...
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda acredito que algures, numa qualquer Freguesia perdida por aí, haja um genuíno Presidente de Junta, que queira mesmo ajudar o local e melhorar a qualidade de vida dos que aí habitam. Os restantes, infelizmente, estão bem mais interessados nos proveitos pessoais que daí resultam, mesmo que não percebam patavina do que se passa na Freguesia à qual se candidataram. Se eu mandasse no mundo só poderiam concorrer às Autárquicas os residentes, comprovados e atestados, das localidades a que se propõem. Mas não mando... felizmente para o mundo!

    ResponderEliminar
  4. Liliana24.9.13

    Tio Pipoco, comparar a mil nove e vinte com o Belém? Soa-me a depreciação! Não sendo apreciadora de bebidas espirituosas e nunca tendo degustado a dita, poderei apenas supor que se trata de uma aguardente velha, mas com alma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como não há comparação possível, quem é azul, sorri, nem se pica, só sorri....

      Eliminar
  5. Liliana25.9.13

    Bem visto M D Roque, bem visto!!

    ResponderEliminar