26 junho 2013

Ruben Patrick escreve como Brad Pitt

A Cátia Soraia adoeceu. Estava constantemente nervosa por causa dos meus humores com o Benfica, por causa de termos o frigorífico avariado e não haver Cristal fresca e das suas falhas com a provisão de tremoços e amendoins. Perdeu cerca de 13 quilos e pesava pouco mais de 80 quilos aos 22 anos. Continuava um bajolo e chorava constantemente. Não era uma mulher feliz, apesar de eu me esforçar para me lembrar de não me limpar aos cortinados. Tinha dores de cabeça constantes, devia pensar que eu não conhecia o truque. Não dormia bem, nunca se dorme bem com um tipo que ressona com eu, adormecia somente de madrugada, quando tinha a certeza que eu já não precisava de mais nada e cansava-se muito durante o dia, ir buscar-me às costas ao snack-bar da Gertrudes não era fácil. A nossa relação estava à beira da ruptura. Nunca foi uma estampa de mulher, mas estava um estafermo cada vez mais impressionante. Tinha papos debaixo dos olhos, as mamas tocavam-lhe nos joelhos, andava sempre desgrenhada e parou completamente de cuidar de si, embora não adiantasse muito se cuidasse. Recusava trabalhar no snack-bar da Gertrudes e rejeitou assinar os papéis. Perdi a esperança e pensava que tinha que a despachar em breve…

Foi então que decidi tomar algumas medidas. Afinal, eu tenho a mulher que sabe fazer os melhores torresmos do mundo. Ela é a mulher ideal para metade dos homens e mulheres do planeta e eu era o único a ter o privilégio de adormecer ao seu lado ao fim de dois minutos da coisa. Comecei a mimá-la, imitava tudo o que ela fazia, até que ela desesperava e eu dava-lhe beijos e muitos elogios.

Surpreendia-a e tentava agradá-la em todos os momentos, passei a dobrar o pijama e aprendi a colocar a loiça suja mais perto do lava-loiças. Enchi-a de perfume Rexona e comecei a viver apenas com ela. Se bebia demasiado, só falava em público a seu respeito, das preferências cambalhotísticas dela e relacionava todos os assuntos com ela, de alguma forma, se passava junto do Trancão lembra-me dela, se ouvia "A minha sogra é um boi" dos Mata-Ratos, lembrava-me a mãe dela, e assim sucessivamente. Elogiei-lhe a competência na oralidade, a sós e em frente a toda a rapaziada do snack-bar da Gertrudes.

Podem não acreditar, mas ela começou a mudar. Tornou-se ainda melhor do que era antes. Fez uma plástica, unhas de gel, deixou de aparecer cá por casa, dizia que as coisas lá na repartição estavam atrasadas. Eu nem sabia que ela podia ficar até tão tarde, até porque a repartição fechas às seis, que eu bem vejo as luzes apagadas e tudo fechado. E então percebi: "Ela é capaz de andar metida com o Cajó".

7 comentários:

  1. não sei quem ficou pior...se tu ou o teu mentor um perdeu tudo (faliu) tu ganhaste alguma coisa, é certo! mas, foi uma coisa desagradável - palitos...
    é a vida meus senhores, é a vida...dos que nunca passam de estrelas do bairro a estrelas de Hollywood.

    ResponderEliminar
  2. Caríssimo Ruben,
    Não se preocupe. Quando o Cajó começar a tratar mal a sua Cátia por causa dos jogos do Benfica e das avarias no frigorífico, ela voltará a ficar um estafermo e regressará a casa agradecida.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo27.6.13

    Eh eh eh. Genial. O texto original não me agrada nada. Muito embora eu ache que aquilo é tudo mentira e o Pitt nem sequer pensou em alinhavar tais palavras, se fosse verdadeiro, o texto só demonstraria o grau de dependência psicológico da Angelina. Caramba, desde quando uma mulher deve precisar de um homem para brilhar???!!!

    ResponderEliminar
  4. Oh RP, meu filho, só tu para me fazeres rir a bom rir :"Não era uma mulher feliz, apesar de eu me esforçar para me lembrar de não me limpar aos cortinados." Ahahahahahah... Olha , piqueno, diz quem sabe, que um homem sem os ditos cujos, é como um jardim sem flores, por isso nem te rales, pah, que provavelmente já é gajo para H ao quadrado, meu piqueno...coisas da oralidade ... ahahahahahahahah

    ResponderEliminar
  5. Ruben, meu querido Ruben, (porque é que o nome do menino não tem o devido acento agudo no u? Os paizinhos estavam emigrados em França quando o baptizaram?)Deixe lá a Cátia Soraia divertir-se um bocado com o Cajó. Isso fará de si um homem muito mais confiante quando se passear com ela pelos centros comerciais. É sinal que ela é uma brasa e os outros homens estão mortos de inveja de si, porque se até o Cajó, o gajo mais popular dos Olivais, andou com ela é porque ela é mesmo boa!!! O que me interessa mesmo saber é se as unhas de gel são francesa, ou se coloridas e com brilhantes. Encarnadas não, como é óbvio, quanto muito seriam vermelhas e muito compridas!

    ResponderEliminar
  6. ahahahahahaha mt bom

    ResponderEliminar