06 maio 2013

Instruções para o Tolan, que vai ter uma menina (Parte 2 de 2)

Agora uma menina, Tolan, é outro campeonato. Todas as tuas capacidades, todos os ensinamentos ancestrais que foste acumulando ao longo da vida, todas as energias que nem sabias que tinhas, serão insuficientes nesta batalha.

Antes de chegares ao momento em que tentarás perceber o que quererá dizer "não tenho nada para vestir" e tu a ver roupa no armário, roupa no chão, roupa em cima da cama, roupa pendurada nos candeeiros do tecto, muito antes desse dia aziago, já ela te deu xeque-mate tantas vezes que nem as quererás contabilizar, tu a pensar que ela está a ir e ela a já estar de volta.

Vais aceder a tudo o que ela te pedir, quer seja porque cedo vais perceber que, acedendo, recebes um sorriso do tamanho do mundo que te deslumbrará, que seja porque, não acedendo, vais ter que enfrentar uma tal panóplia de mind-games, para os quais não estás preparado, que preferirás aceder logo de início.

E um dia, meu caro, chegarás adiantado à hora que ela te indicou para a recolheres na festa dos quinze anos da melhor amiga, na tua construção da realidade não há rapazes nestas festas, apenas anjinhos de quinze anos que brincam com as suas Barbies nos intervalos dos filmes da Pequena Sereia, e afinal, meu caro, lá está ela a conversar com um tipo de cabelinho "à foda-se" e calças no fundo do rabo, o sacana do puto está a menos de um metro da tua filha, resistirás a pegar na matraca que tens debaixo do banco do carro e castigar o energúmeno, uma força estranha impede-te os movimentos, fumas um cigarro enquanto esperas, ela há-de vir e dizer "olá Pai" com um ar tão feliz e tão fresco que tu só lhe perguntarás se ela se divertiu.

Resumindo, meu caro, o que te quero dizer é que te vais derreter no preciso momento em que lhe pegares ao colo pela primeira vez, que te emocionarás de cada vez que te capacitares de quão deslumbrante ela é, que o teu coração baterá mais forte quando a ouvires dizer uma palavra que tu dirás que é "pai" e todos te dirão que ela apenas suspirou, que te vais deleitar com o jogo de fazer de conta que não entendes as mensagens subliminares que ela te vai passando porque afinal, meu caro, nada se compara ao estímulo intelectual, à empatia, à beleza e à maravilha que é ser pai de uma menina, da que será sempre a tua menina.

13 comentários:

  1. :') vou guardar estes textos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito estimo, meu caro. Um abraço e tenha paciência com os humores da Plaft, as coisas são como são...

      Eliminar
  2. Deixou-me de lágrimas nos olhos Pipoco!

    ResponderEliminar
  3. Costumo ter esse efeito nas mulheres, Bomboca...

    ResponderEliminar
  4. Abro a excepção de voltar a comentar blogs para lhe dizer que isto foi duramente bonito.

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigado por me ter privelegiado com tamanha excepção, Dias Cães.

    (mas volto já ao estado normal, afinal isto é o blog do Pipoco, não é o meu...)

    ResponderEliminar
  6. Folgo em ver que não perdeu o jeito para textos fofinhos.

    ResponderEliminar
  7. ... depois, um dia mais tarde ainda, lá por volta dos 15/16 anos , chegarás a casa e o "marmanjo"( o do cabelinho à foda-se) estará sentado na tua poltrona , aquela na sala onde te sentas sempre, aquela que toda a gente sabe que é só tua,aquela onde recebes um beijo na testa quando elas chegam da aula de natação, aquela onde ao fim do dia te sentas a ler o financial times, onde passas os olhos pelo Ulisses, onde tomas o teu Royal Salute 30 anos de fim de noite... :)

    ResponderEliminar
  8. Para quem não leu a parte 1 das "Instruções", não perdeu nada.:D

    ResponderEliminar
  9. Amei o texto. O 'senhor Pipoco', só pode ter uma menina (eheh) para perceber tanto de como as meninas funcionam. Só fiquei um pouco perturbada, naquela parte do 'cabelinho "à foda-se". Na minha próxima ida às senhoras que nos tratam do cabelo, com tesouras e afins, vou perguntar com todas as letras o que raio quer dizer 'cabelinho "à foda-se"...

    ResponderEliminar
  10. Sinto uma enorme obrigação de vos explicar a parte do "cabelinho à foda-se" pois já tive em casa, não 1, mas 2 energúmenos de 15 anos com esse corte de cabelo super fashion. É assim, tipo.. tás a ver, bué da fixe, tipo, lol, à foda-se! mas aos 16 isso passa, altura em que deixam crescer tudo quanto é penugem, também muito giro, tipo, lol..
    Compreendo quem tem filhas.. :D:D

    ResponderEliminar
  11. Anónimo6.5.13

    ohhhhh

    I'm madly in love, right now. E ainda por cima estou a imaginá-lo como um Clooney ou um Richard Gere ou mesmo um Pierce Brosnan nos seus tempos de verdadeiro charme *suspiro*

    MNC

    ResponderEliminar
  12. Mt bom !!!! Eu tenho um marmanjinho de 6 anos que já me quer usar as calças ao fundo do rabo, nem imagino o que me aguarda. Tb não é facil ser mãe de um rapaz.

    ResponderEliminar