12 março 2013

Três anos de Pipoco

Faz amanhã três anos que nasceu isto do Pipoco. Era só uma aposta, eu dizia que qualquer um, com dois dedos de estratégia e andando à volta de meia dúzia de lugares-comuns, conseguia ter um número diário de visitas com quatro dígitos. Bastava-me aguentar a coisa por um ano e estava ganho mas aborreci-me de morte nos últimos oito meses, a coisa aguentou-se nos mínimos, espantava-me verificar que quanto mais aborrecido eu estava, mais interessados em ler a coisa apareciam.

Faz amanhã dois anos, acabou o Pipoco. Conforme as escrituras. Esteve um ano parado.

Faz amanhã um ano que recomecei a escrever aqui. Da primeira vida do Pipoco, de mais de setecentos posts, mantive menos de quarenta. Não necessariamente os melhores, mas aqueles de que me lembrava exactamente em que circunstâncias os tinha escrito, os que não tinham saído de forma mecânica. Voltei porque me apeteceu, as coisas, em me apetecendo, acontecem sempre. Esta nova vida do Pipoco é muito mais divertida, escrevo o que me apetece e quando me apetece, não tenho que ser agradável para ninguém, não há tantos posts de encher chouriços.

Gosto da ideia de escrever um ano e parar outro. Por outro lado...

( e agora os comentários dividir-se-ão entre "Ah, Pipoco, que grande perda para a blogosfera, Se te fores embora, não saberemos como viver durante este ano" e "Já vais tarde, é a melhor notícia do dia", havendo ainda uma maioria silenciosa que optaria por uma das modalidades mas, por causa deste parêntesis, não dirá absolutamente nada)

42 comentários:

  1. Anónimo12.3.13

    É o chamado parêntesis de Schrödinger.

    ResponderEliminar
  2. Vou cair na armadilha de responder, dizendo tão somente que o contrário de estar vivo é estar morto (lili dixit)

    ResponderEliminar
  3. seja o que for, foi e é bom. se não for nada, foi e é bom na mesma. também não sei porque aqui venho, mas também nunca me dei ao trabalho de tentar descobrir. gosto.

    beijo


    O Pipoco morreu, Viva o Pipoco, é o que diz o povo, subentenda-se as massas.

    ResponderEliminar
  4. amanha dou te os parabens...

    ResponderEliminar
  5. Não me faças uma coisa dessas outra vez. Por favor, não desapareças da minha blogosfera!!!
    Agradecida!

    ResponderEliminar
  6. Gosto da ideia de o ler um ano e parar outro. Por outro lado...

    ResponderEliminar
  7. Anónimo12.3.13

    Só lhe perdoo a ausência se me devolver o Capitão Microondas.
    Esse sim, Homem para me fazer ler Bukowski e beber Moet Chandon à lareira em noites de chuva. Ficou-me (ficar-me-á) sempre na ideia.

    ResponderEliminar
  8. Lamento, não consigo ler as letras pequenas do parêntesis e estou tão aborrecida que não me apetece aumentar o zoom da página. Seja o que o Pipoco quiser...

    ResponderEliminar
  9. Tio Pipoco... a provocar apoplexias desde 2010…

    ResponderEliminar
  10. esta' no reader. quando houver post, e' sinalizado. hoje, amanha, num futuro proximo ou longinquo. com ou sem acentos :P

    ResponderEliminar
  11. Anónimo12.3.13

    Ah Pipoco, eu ia optar por uma das modalidades mas, por causa deste parêntesis, não direi absolutamente nada.

    ResponderEliminar
  12. Outra vez com esta conversa? Mas já não falámos sobre isto?

    ResponderEliminar
  13. Eu cá gosto de o ler. Não sei como aqui vim parar, mas fui ficando. Umas vezes agradam-me mais do que outras, o que é normal.

    Pelo menos se decidir não voltar, fico com o facto de pelo menos uma vez, ter visitado o meu espaço e, ter tirado dois minutos para (me) comentar. Gostei.

    "número diário de visitas com quatro dígitos" é muita visita, ainda não tenho casa para tanta gente. Ainda por cima por dia. Muita despesa. Muitos cafés para oferecer. Muito bolinho de canela. Não dá. Gosto de casas mais tranquilas. Devo andar pelos dois digitos e... e... não, acho que de vez em quando lá consigo três. Coisa que não me aquece nem arrefece. Gosto é de interagir com as pessoas que estão do lado de lá. Seja uma, duas, ou dez, é indiferente.

    O que acho estranho é que uso e abuso de lugares-comuns (gosto de lugares que me aconchegam) e os dígitos mantém-se impávidos e serenos. Estratégia dá muito trabalho, gosto mais de escrever.

    ResponderEliminar
  14. Pipoco? Ello? Anybody home ou já fechou a baiúca? Logo hoje que vim fazer uma visita?? ;)

    ResponderEliminar
  15. Anónimo12.3.13

    As coisas são como são. Calhando vai de vez.

    ResponderEliminar
  16. Anónimo12.3.13

    Então bom ano!

    ResponderEliminar
  17. Isto não me parece nada uma ideia luminosa! Por outro lado, talvez seja essa ideia..

    ResponderEliminar
  18. Anónimo12.3.13

    E depois há aqueles que não admitem que gostam disto (como eu) e que optam por fazer comentários anonimamente para não ter de andar em constantes altercações com os restantes leitores, apenas porque gosto de ter opiniões avessas e isso confunde-se com arrogância e maledicência.
    Mas gosto disto, é verdade que gosto.
    E já não me restam mais blogs para ler além do seu.
    Teria pena se também decidisse acabar.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
  19. Não pode, não pode... como ficarão tantos que, como eu, andam a tentar perder uns gramas aqui e ali e que não papam doces ? Diga-me, Senhor, como saborearemos as nossas pipocas ?? ... O sal da blogosfera está aqui!!

    ResponderEliminar
  20. Mas não se vai embora, pois não?
    (é que fiquei aqui a remoer...)

    ResponderEliminar
  21. Caro Pipoco,
    Parafraseando Lili Caneças, ir e ficar não são a mesma coisa - mas por vezes ambas as coisas resultam.

    Afinal, um blog é só um blog, não é? ;)

    Um abraço do seu,
    sempre atento, venerador e obrigado,

    Menino De Sua Mãe

    ResponderEliminar
  22. Matilde13.3.13

    Então meninas, decoro.
    Tenho a sensação de que dentro de ti, algures, existe alguém que ninguém conhece.
    (Alfred Hitchcock e Thornton Wilder).

    O teu marido não sabe que estás a escrever isto. É muito fácil escrevê-lo nas barbas dele. Tão fácil, porventura, como dormir com outras pessoas. Mas ninguém sabera quem és, nem o que fizeste, porque sempre foste tida como a boa esposa.
    (Matilde M S S C)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13.3.13

      Grande comentário.

      Oh tio pipoco, está parvo?! On, off, aquece, arrefece .... já parece o scp ...

      Alguém falou capitão microondas?! Onde está a petição para assinar exigindo o seu regresso?

      Eliminar
  23. Não é por nada mas estou à espera do post do dia.

    ResponderEliminar
  24. Anónimo13.3.13

    Sai o Pipoco e será que regressa o Visconde?!?!?!

    Condessa de Setúbal

    ResponderEliminar
  25. Anónimo14.3.13

    Estão combinados, é isso?
    O Tolan foi de férias, o Pipoco vai de férias, o Menino está assim-assim...
    Pedro, tu não sais daí!
    Carmo

    ResponderEliminar
  26. O que é que diz o Ruben Pactrick disso? Ele que fica à frente da chafarica.

    ResponderEliminar
  27. É isso, Pipoco, se acabar com este volte lá com aquele, o outro, onde eu o vi pela primeira vez, onde falava mais vezes do seu tio....

    ResponderEliminar
  28. Sendo assim, até para o ano!

    ResponderEliminar
  29. Eu só não acerto é no euromilhões...

    ResponderEliminar
  30. Anónimo14.3.13

    Como diz o Povo...só faz falta quem está...e cada um sabe de si e Deus sabe de todos...vá até ao Vaticano visitar o Sô Francisco (deu me para aqui, podia ter me dado para ali) :D

    ResponderEliminar
  31. Anónimo15.3.13

    Sim, só faz falta quem está, e é sempre uma manobra de marketing interessante, essa de ter pessoas à espera que volte no dia X.

    ResponderEliminar
  32. Vamos lá a ver... então mas estamos a mesmo a falar a sério? Então é o header que eu tenho quase pronto desde Julho de 2012, assim com um padrão Louis Vuitton mas em verde-Pipoco? *piscadela de olho conscientemente hipócrita*
    A haver novo poiso, candidato-me a ser informada do mesmo, ainda que seja o Ivanildo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, se houver o tal header...

      (a coisa assim é diferente!)

      Eliminar
    2. Grande farsolas, camandro, que tu és...

      Eliminar
    3. Grande farsolas que tu me saíste...

      Eliminar
  33. Eu cá gosto do Pipoco divertido e de bem com a vida. Não conhecia o anterior porque sou nova nestas coisas dos blogs, mas sei que és uma das figuras incontornáveis da blogosfera, e sim, é um elogio.

    ResponderEliminar
  34. Caríssimo pipoco, não queira contribuir para o aumento das minhas contrariedades e volte lá, se faz favor. Isto dos produtos descontinuados é coisa que me chateia.

    ResponderEliminar
  35. Chamem lá o Nuno Markl. Se foi capaz de trazer de volta o Fizz Limão será capaz de trazer o Pipoco.

    ResponderEliminar
  36. Alexandra, combine lá o header com o Tio... Senão terei mesmo que lhe enviar o "Livro em Branco" para que continue a escrever :) mas depois as letras ficam só para ele, e não é a mesma coisa...

    ResponderEliminar
  37. Pipoco, querido, acaso não saberá que a mesma piada contada mais que uma vez deixa de ter piada?

    ResponderEliminar