17 fevereiro 2013

Eu mando sempre o Ruben Patrick aos encontros com bloggers, e vocês?

Parece estranho, que parece, mas ele há quem deseje conhecer pessoas que escrevem nos blogues, conhecer mesmo a sério, há quem nos coloque em alto gabarito, quem leia o que escrevemos e estabeleça uma relação directa entre a profundidade e grandiosidade do que escrevemos com o nosso bom aspecto. Eu aposto na imagem "homem que sai de Daimler com fato Ermenegildo Zegna e telefone encostado ao ouvido, dando ordens em tom suave", mas há quem prefira apostar em "homem bronzeado que, em pleno inverno, atira paus ao seu cão pastor alemão na praia do Guincho, avistando-se ao fundo a sua prancha de surf em cima da sua Renault 4L". Públicos distintos, portanto, a coisa não é justa para os dos que postam coisas do "keep calm", os que colocam as musiquinhas que lhes tocam a alma ou que insistam em escrever sobre a última gracinha dos seus ricos filhinhos, a esses ninguém quer conhecer, e é pena, talvez alguns sejam pessoas boazinhas, muito melhores que nós, os dos blogs geniais e extremamente interessantes.

A melhor forma de marcar pontos é baixar as expectativas e não há nada mais impactante que chegar atrasado ao encontro com quem nos quer conhecer, a pessoa ali em tensão, finalmente vai conhecer o grande blogger, deve ser ainda mais alto do que parece, há-de segurar-lhes a porta e escolher o vinho, já passaram cinco minutos, talvez tenha o trânsito o tenha demorado, talvez seja um executivo, caramba, vinte minutos de atraso não é nada, bebe-se mais um café, finalmente ele chega, fazia-o mais magro, ele coloca as chaves do Opel Corsa em cima da mesa, bem, sempre disse que era um carro alemão, o tipo mastiga com a boca aberta, caramba, que erro, quem diria?, um blog que fala de música clássica e tudo e afinal...

20 comentários:

  1. Quer saber caro pipoco? eu sei desse encontro fantástico com a ursa! :P

    E sim, ganham-se grandes amigos quando vamos sem expetativa nenhuma!

    ResponderEliminar
  2. Naja, conte-me tudo. Fantástico encontro com a Ursa?! (quem me dera, quem me dera...)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17.2.13

    O segredo é marcar o encontro num local com uma bela paisagem, que deixe o outro de tal forma absorvido que nem dê conta da camada adiposa adicional, da marca da chave do carro ou sequer dos pedaços de sandes que um descuido permitiu sair boca fora.
    (O Ruben Patrick? A sério? Agora senti-me tentada.)
    sc

    ResponderEliminar
  4. sc, a melhor estratégia é oferecer um livro. Infalível.

    (mando sempre o Ruben Patrick, eu não tenho tempo para isso de conhecer pessoas dos blogs)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17.2.13

      Hei-de experimentar isso do livro, um dia destes, para ver da infalibilidade.
      (Quer interceder por mim junto do Ruben Patrick?)
      sc

      Eliminar
  5. Eu cá só iria a um encontro de blogger se fosse com o caríssimo Tio Pipoco, mas dado que não faz dessas coisas, parece-me que não irei a nenhum encontro blogosférico.
    Ah e preferia que saísse de Daimler com um fato Hugo Boss.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margas, aceito a possibilidade do Daimler. Quanto aos fatos Hugo Boss, não são a melhor escolha...

      (o Ruben Patrick é uma simpatia de rapaz...)

      Eliminar
    2. Não me diga isso caro Pipoco sempre tive uma queda por homens com fatos Hugo Boss, e quanto ao Ruben Patrick por mais simpático que seja não é equivalente ao Pipoco, porque de Ruben Patricks está a vida cheia...já de Pipocos acredito que isso só aparece um vez, se tivermos sorte!

      Eliminar
  6. Genial. A forma como desconstruiste a coisa.

    ResponderEliminar
  7. Ruben Patrick quando vens ao norte?

    ResponderEliminar
  8. Num encontro de bloggers é suposto haver alguns bloggers e não pessoas que escrevem umas coisas. O RP não diz grande coisa... Também não devia gostar muito dum tête-à-tête com a minha pessoa...

    ResponderEliminar
  9. Encontraste-te comigo e não me avisaste? (Seat Ibiza, pfff!)

    ResponderEliminar
  10. Tive sempre vontade de dormir com todas as pessoas que conheci através do blog.
    Devo sentir-me mal com isso; sentir-me uma grandessíssima cabra; ou perceber que sou uma gaja sem critérios nem expectativas?
    Bolas...
    Não responda...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dias Cães, dormir é uma actividade inócua e não se deve maçar com esse sentimento. Será uma perda de tempo, a meu ver, mas nada mais que isso.

      (respondi)

      Eliminar
    2. Verdade, verdade é que nunca cheguei a dormir com nenhum deles...
      Está bem visto sim senhor.
      Já me sinto muito melhor!

      Eliminar
  11. Anónimo18.2.13

    Shame on you Pipoco o surf não tem estações do ano, as melhores ondas em Portugal são as de Inverno. E olhe que eu vejo muitas carrinhas Audi e BMW por lá;)

    ResponderEliminar
  12. Anónimo18.2.13

    Quem andou a mastigar de boca aberta junto ao Ruben, caro Pipoco? Tss, tss...
    Quanto a si, meu caro, lamento informá-lo, mas seja qual for o seu aspecto, o seu carro, ou situe-se o seu T2 em Massamá, na Rinchoa ou em Esposende, muito dificilmente estará à altura deste espaço. Mas esse abalo, desse muito provável desfasamento, só vai durar os primeiros 5 minutos, como sabe.
    AnaB

    ResponderEliminar
  13. Cuidado com isso, não vá o pobre Ruben Patrick acordar só com um rim...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo19.2.13

    Nada do que possua (ou não) supera o poder infalível de um sorriso afável à chegada.
    E se quem o quer conhecer está mais atento ao que tem (ou não) do que às histórias que pode contar, então nenhum desses encontros valerá realmente a pena.
    L.

    ResponderEliminar