30 janeiro 2013

Pipoco também ama Tolan

Desde ontem que as redes sociais não falam de outra coisa, as ondas de choque não esmoreceram e eu, que tentei a estafada técnica de fazer de conta que o acontecido não aconteceu, não posso mais ignorar o impacto e os danos causados a terceiros que o comentário no post abaixo da fotografia em que alguém resolve criar o caos e ventilar aqui, em pleno Pipoco, que ama Tolan, sendo imediatamente secundada por uma avalanche de outras admiradoras Tolanísticas que ali viram uma oportunidade de libertar o grito calado na garganta durante muito tempo, demasiado tempo, e proclamar aqui, em pleno Pipoco, que também amam Tolan, confundindo claramente as dimensões espaço e tempo, comentando em Pipoco cuidando que comentavam em Tolan.

Na verdade não me ocorrem dois bloggers mais distintos que Tolan e Pipoco, creio mesmo que, tacitamente, criámos uma espécie de Tratado de Tordesilhas dos blogs que resultou em trabalharmos "targets" completamente distintos, uma divisão bastante clara e inequívoca que define como públicos preferenciais de Pipoco o segmento informado, culto, analítico, exigente, dotado de um refinado sentido de humor, com um léxico rico e desenvolvido, poder de compra acima da média, um público de referência, elegante, despreocupado com a vida, alegre e motivador, referência no sector. Para Tolan ficou o restante público que, em abono da verdade, Tolan vem trabalhando com exímia e com excelentes resultados, atendendo à especificidade do público em causa.

Também a nível pessoal não vejo semelhanças, para além do facto incontestável de sermos ambos brilhantes e, mais, partilharmos esse brilhantismo com a sociedade, a custo zero, num voluntariado abnegado em que o objectivo final é motivar para o estudo, para o progresso. De resto, eu sou do Sporting e Tolan é de uma outra agremiação desportiva regional, Tolan tem a Plaft, Sílvia e eu tenho o Ruben Patrick, Tolan partilhou a sua formação académica em matemática e eu nunca partilhei a minha formação académica de condutor de massas, Tolan é claramente um indivíduo com bom aspecto e eu sou como sou.

Resumindo, não é outro o objectivo destas letras senão informar que eu próprio amo Tolan, embora de uma forma diferente. Completamente diferente.

23 comentários:

  1. Eu amo Pablo Aimar. E tem dias que gosto de vocês.

    ResponderEliminar
  2. É impossível resistir ao Tolan, em tempos foi um urso daqueles mesmo giros, e é impossível resistir-lhe a si, quando escreve estas coisas. Ficamos agora à espera da resposta adequada.

    ResponderEliminar
  3. Quem escreveu aquele comentário foi o próprio Tolan, num golpe de génio auto-promocional. Que génio aquele gajo. Ele sabia o que o Pipoco ia fazer a seguir. Ele sabe que o Pipoco tem mão para capitalizar estas manobras geniais dos outros, é esse o seu dom mais aprimorado, e iniciaram num acordo tácito a troca de galhardetes linkados que em muito lhes irá aumentar as vendas. É esperar a resposta do Tolan. Genial Pipoco. É por isso que vocês são quem são.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo30.1.13

    James Dean strikes again...
    (sorriso)
    sc

    ResponderEliminar
  5. E... O que fazer quando amamos os dois?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Palmier, a resposta para essa dúvida que também me consome: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1031151

      Eliminar
    2. Dúvidas, dúvidas… Deverei dirigir-me ao Tolan para expressar o meu amor por Pipoco?

      Eliminar
    3. No fundo isto é mais um "passar a mão pelo pêlo" dos leitores, mas é tão docinho que se perdoa..,

      Eliminar
    4. Vá sem demora Palmier, eu já lá fui

      Eliminar
    5. Anónimo30.1.13

      Kiss Me, não acredito no poliamor e mesmo aqui por muito que gostemos dos dois temos sempre o nosso preferido.

      Eliminar
  6. Este texto merece palmas. Muito bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo1.2.13

      http://2.bp.blogspot.com/-c3XTlc_qEFc/UQEtU8owh9I/AAAAAAAAbTQ/3Togk-L7Z1w/s1600/clacps.gif

      AnaB

      Eliminar
  7. Sr. Pipoco, fantástico! Na forma escorreita com que "canta" a admiração, esse reconhecimento cortês de que outra pessoa se assemelha a nós.Não há qualidade maior que ser-se capaz de admirar sem compreender. Acima disto já não há mais nada.

    ResponderEliminar
  8. O Tolan é um escritor ímpar, é o meu génio favorito. O Senhor é o Senhor, único e inigualável. Será que afinal o Marco Paulo é que tinha razão ?

    ResponderEliminar
  9. ehehehehehe o que para aqui vai ^_^

    ResponderEliminar
  10. Está muito bom! Eu confesso que inclino-me mais para o Tolan porque ambos gostamos de colectividades regionais !

    ResponderEliminar
  11. Não percebi.
    Mas percebi que fui a única que não percebeu.
    Andei a perder assim tanto da blogosfera nestes dias?

    ResponderEliminar
  12. O que estes dois senhores querem é mimos virtuais pois sabem que os dois encantam (também cantam?)cá o mulherio.

    ResponderEliminar
  13. Não se pode não amar Tolan.

    ResponderEliminar